Número de Identificação do Veículo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NIV ou VIN (em vermelho) de um automóvel da DaimlerChrysler, fabricado nos EUA

O NIV - Número de Identificação do Veículo ou VIN - Vehicle Identification Number (em inglês) é a forma de registro universal dos veículos automotivos produzidos. Sua combinação de letras e números torna cada veículo único, visando a promover um registro individual que servirá para diversos fins, entre eles codificação de dados do bem, identificação deste em circunstâncias diversas, como acidente, furto e transações envolvendo compra e venda. No Brasil, também é conhecido como Número do Chassi.

História[editar | editar código-fonte]

Os NIVs começaram a ser utilizados em 1954, nos Estados Unidos. Até o início dos anos 80, contudo, não havia um padrão para sua codificação[1].

Universalização do sistema[editar | editar código-fonte]

Em 1979 a Organização Internacional para Padronização, também conhecida pela sigla ISO (em inglês), lançou a resolução 3779[1], padronizando o modo como o NIV (ou VIN) deveria ser utilizado, à nível mundial. O código passou a ser formado por 17 caracteres, entre letras e números, que compõe um código único, destinado à informar o país de produção do veículo, seu ano de modelo, características como motor, equipamentos de segurança e localidade(no país) onde foi produzido. Além disso, possui códigos particulares, para diferenciar aquela unidade de outra - eventualmente similar ou idêntica. No Brasil, o sistema foi adotado em 1986[1].

Regras e Sistema de Codificação[editar | editar código-fonte]

Apesar de possuir diversos caracteres e uma combinação quase infinita, decifrar o VIN não é tão complicado. Basta familiarizar-se com o significado das letras e números no código que o compõe.

Exemplo[1]: XX.XX.XXXXX.X.X.XXXXXX (Não há pontos no VIN. Eles apenas estão aqui para auxiliar na compreensão separada da sigla.)

Trecho do VIN Designação
XX.__._____._._.______ Os primeiros dois caracteres designam, respectivamente, a região geográfica e o país de produção.
__.XX._____._._.______ O segundo grupo designa o fabricante e o tipo de carroceria do veículo.
__.__.XXXXX._._.______ O terceiro grupo contém dados referentes ao motor do veículo, seus principais equipamentos de segurança, modelo de automóvel e um dígito verificador, para controle interno do fabricante
__.__._____.X._.______ O quarto grupo contém o ano de modelo do veículo.
__.__._____._.X.______ O quinto grupo contém um caractere para designar a localidade de fabricação do veículo.
__.__._____._._.XXXXXX O sexto e último grupo contém 6 números para designar, individualmente, o veículo fabricado nas configurações anteriores.

As letras I, O, Q não são utilizadas, por sua similaridade com os números 1, 0 (zero)

Códigos[editar | editar código-fonte]

Eis uma lista[1] com os códigos para cada região e países produtores de veículos:

A–H = África J–R = Ásia S–Z = Europa 1–5 = América do Norte 6–7 = Oceania 8–9 = América do Sul

AA-AH África do Sul
AJ-AN Costa do Marfim
AP-A0 ainda não designado
BA-BE  Angola
BF-BK  Quênia
BL-BR Tanzânia
BS-B0 ainda não designado
CA-CE  Benim
CF-CK  Madagáscar
CL-CR  Tunísia
CS-C0 ainda não designado
DA-DE  Egito
DF-DK  Marrocos
DL-DR  Zâmbia
DS-D0 ainda não designado
EA-EE  Etiópia
EF-EK  Moçambique
EL-E0 ainda não designado
FA-FE Gana
FF-FK Nigéria
FL-F0 ainda não designado
GA-G0 ainda não designado
HA-H0 ainda não designado

JA-J0  Japão
KA-KE Sri Lanka
KF-KK  Israel
KL-KR  Coreia do Sul
KS-K0 ainda não designado
LA-L0  China
MA-ME  Índia
MF-MK Indonésia
ML-MR  Tailândia
MS-M0 ainda não designado
NA-NE  Irão
NF-NK Paquistão
NL-NR  Turquia
NS-N0 ainda não designado
PA-PE Filipinas
PF-PK  Singapura
PL-PR  Malásia
PS-P0 ainda não designado
RA-RE  Emirados Árabes Unidos
RF-RK Taiwan
RL-RR  Vietnã
RS-R0 Arábia Saudita

SA-SM  Reino Unido
SN-ST  Alemanha
SU-SZ  Polónia
S1-S4  Letônia
S5-S0 ainda não designado
TA-TH Suíça
TJ-TP  República Checa
TR-TV  Hungria
TW-T1  Portugal
T2-T0 ainda não designado
UA-UG ainda não designado
UH-UM  Dinamarca
UN-UT  Irlanda
UU-UZ  Romênia
U1-U4 ainda não designado
U5-U7  Eslováquia
U8-U0 ainda não designado
VA-VE  Áustria
VF-VR  França
VS-VW Flag of Spain.svg Espanha
VX-V2  Sérvia
V3-V5  Croácia
V6-V0  Estónia
WA-W0  Alemanha
XA-XE  Bulgária
XF-XK  Grécia
XL-XR  Países Baixos
XS-XW  União Soviética
XX-X2  Luxemburgo
X3-X0  Rússia
YA-YE  Bélgica
YF-YK  Finlândia
YL-YR  Malta
YS-YW  Suécia
YX-Y2  Noruega
Y3-Y5  Bielorrússia
Y6-Y0  Ucrânia
ZA-ZR  Itália
ZS-ZW ainda não designado
ZX-Z2  Eslovênia
Z3-Z5  Lituânia
Z6-Z0 ainda não designado

1A-10  Estados Unidos
2A-20  Canadá
3A-37  México
38-30 Ilhas Cayman
4A-40  Estados Unidos
5A-50  Estados Unidos

6A-6W  Austrália
6X-60 ainda não designado
7A-7E  Nova Zelândia
7F-70 ainda não designado

8A-8E  Argentina
8F-8K  Chile
8L-8R Equador
8S-8W  Peru
8X-82  Venezuela
83-80 ainda não designado
9A-9E  Brasil
9F-9K  Colômbia
9L-9R  Paraguai
9S-9W Uruguai
9X-92 Trinidad e Tobago
93–99  Brasil
90 ainda não designado


Tabela[1] com códigos para o ano de modelo:

Código Ano Código Ano Código Ano Código Ano Código Ano Código Ano
A = 1980 L = 1990 Y = 2000 A = 2010 L = 2020 Y = 2030
B = 1981 M = 1991 1 = 2001 B = 2011 M = 2021 1 = 2031
C = 1982 N = 1992 2 = 2002 C = 2012 N = 2022 2 = 2032
D = 1983 P = 1993 3 = 2003 D = 2013 P = 2023 3 = 2033
E = 1984 R = 1994 4 = 2004 E = 2014 R = 2024 4 = 2034
F = 1985 S = 1995 5 = 2005 F = 2015 S = 2025 5 = 2035
G = 1986 T = 1996 6 = 2006 G = 2016 T = 2026 6 = 2036
H = 1987 V = 1997 7 = 2007 H = 2017 V = 2027 7 = 2037
J = 1988 W = 1998 8 = 2008 J = 2018 W = 2028 8 = 2038
K = 1989 X = 1999 9 = 2009 K = 2019 X = 2029 9 = 2039


Exemplo de VIN[editar | editar código-fonte]

Com o conhecimento dos códigos, é possível saber diversos dados do veículo, apenas com seu VIN.

Exemplo: 9BGRD08X04G117974 [1]

Neste exemplo[1] prático, é possível constatar que o veículo em questão é:


Dados Significado
9B  Brasil
G General Motors
R Celta
D versão LT
08 carroceria hatchback
X motor 1.4L
0 número verificador interno do fabricante
4 ano do modelo do veículo (2004)
G local de fabricação (Gravataí-RS)
117974 número de série individual do veículo

Remarcação do VIN[editar | editar código-fonte]

Trata-se de um procedimento que, no caso do Brasil, é coordenado pelo Detran. O serviço consiste na remarcação do Número de Identificação do Veículo(VIN) em caso de furto, roubo ou quando danificado por ferrugem ou acidente. Requer o preenchimento de formulários, comparecimento numa unidade oficial do orgão e apresentação de documentos específicos, como laudos técnicos ou boletim de ocorrência policial[1].

Ao ter o número do VIN remarcado, o veículo ganha uma anotação no campo Observações no seu documento de registro. Remarcar o VIN por outro motivo que não os descritos pelo Detran é ilegal. A Effa Motors efetuou a remarcação do número do chassi de alguns automóveis novos à serem vendidos no Brasil, com a finalidade de alterar o ano de fabricação dos mesmos; para não obter prejuízo com automóveis de ano anterior ao corrente, ainda em estoque[1].


Referências

  1. a b c d e f g h i j «NHTSA: VINs» (em inglês). NHTSA. Consultado em 23 de Julho de 2013.  Erro de citação: Invalid <ref> tag; name "" defined multiple times with different content Erro de citação: Invalid <ref> tag; name "" defined multiple times with different content Erro de citação: Invalid <ref> tag; name "" defined multiple times with different content Erro de citação: Invalid <ref> tag; name "" defined multiple times with different content Erro de citação: Invalid <ref> tag; name "" defined multiple times with different content Erro de citação: Invalid <ref> tag; name "" defined multiple times with different content Erro de citação: Invalid <ref> tag; name "" defined multiple times with different content Erro de citação: Invalid <ref> tag; name "" defined multiple times with different content Erro de citação: Invalid <ref> tag; name "" defined multiple times with different content

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]