Norman Mailer

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde abril de 2014). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Norman Mailer
Norman Mailer em 1948
Nascimento 31 de janeiro de 1923
Long Branch (Nova Jérsei)
Morte 10 de novembro de 2007 (84 anos)
Nova Iorque
Residência Provincetown, Massachusetts (1982 - 2007)
Nacionalidade Estados Unidos Estadunidense
Cônjuge Carol Stevens (1 filho); Norris Church (1 filho)
Ocupação Escritor e jornalista
Prêmios Prémio Pulitzer de Não Ficção Geral (1968)

National Book Award (1969)
Prémio Pulitzer de Ficção (1979)
Bad Sex in Fiction Award (2007)

Magnum opus Os Exércitos da Noite
Religião Judaísmo

Norman Kingsley Mailer (Long Branch, 31 de janeiro de 1923Nova Iorque, 10 de novembro de 2007) foi um escritor e jornalista estadunidense, premiado duas vezes com o Prêmio Pulitzer.

Mailer é considerado um dos pais da não-ficção criativa, também chamado de Novo Jornalismo, ao lado de escritores como Tom Wolfe e Truman Capote, vértice da literatura norte-americana.

Estudou engenharia aeronáutica na Universidade de Harvard, onde despertou interesse pela leitura e escrita através de artigos do jornal universitário.

Com fama e reconhecimento internacionais desde 1948, quando seu livro Os Nus e os Mortos (The Naked and the Dead), baseado em experiências vividas na Segunda Guerra Mundial, foi um best seller bastante elogiado pela crítica, Mailer foi duas vezes premiado com o Pulitzer: em 1968 com Os Exércitos da Noite (Armies of the Night) e em 1979 com A Canção do Carrasco (The Executioner's Song) sobre o condenado à morte Gary Gilmore.

Importante expoente da contracultura nos Estados Unidos dos anos 60, Mailer foi um dos fundadores do influente jornal alternativo The Village Voice e ativista contra a Guerra do Vietnam, o que lhe custou uma prisão. A biografia sobre Marilyn Monroe publicada em 1973 foi um de seus grandes sucessos de vendas e provocou enorme polêmica, com as afirmativas de que a morte da atriz teria sido causada pelo FBI e pela CIA, que condenavam seu suposto romance com o senador Robert Kennedy.

Morreu em 10 de novembro de 2007 no Hospital Monte Sinai, em Nova Iorque, aos 84 anos, vítima de problemas pulmonares.

Bibliografia selecionada[editar | editar código-fonte]

Ficção[editar | editar código-fonte]

Não-Ficção[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) escritor(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
Wikiquote
O Wikiquote possui citações de ou sobre: Norman Mailer