Nursultan Nazarbaev

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Nursultan A’bis’uly Nazarbaev
Nursultan A’bis’uly Nazarbaev
Presidente do Cazaquistão
Período 24 de abril de 1990
até 20 de março de 2019
Antecessor Cargo criado
Sucessor Kassym-Jomart Tokayev
Dados pessoais
Nascimento 6 de julho de 1940 (80 anos)
Chemolgan, Cazaquistão
União Soviética
Cônjuge Sara Nazarbayeva (c. 1962)
Filhos Dariga, Dinara e Aliya
Partido Partido Comunista da União Soviética (1962-1991)
Nur-Otan (1991-presente)
Profissão Engenheiro e político

Nursultan A'bis'uly Nazarbaev[1] (Chelmogan, 6 de julho de 1940) foi o presidente do Cazaquistão por quase trinta anos, estando no poder de abril de 1990, após a dissolução da União Soviética, até renunciar o cargo em março de 2019.[2][3]

Nazarbaev tem formação em engenharia metalúrgica e tem um doutoramento em economia. Durante cerca de 16 anos trabalhou como engenheiro no Complexo Metalúrgico Karaganda. De 1984 a 1989 foi o primeiro-ministro da República Socialista Soviética Cazaque, uma parte da extinta União Soviética). Em dezembro de 1991 foi eleito presidente do Cazaquistão independente e reeleito em janeiro de 1999.

Tem três filhas: Dariga, Dinara e Aliya. A primeira é casada com o filho do ex-ministro da saúde Rakhat Aliyev. A segunda é casada com Timur Kulibayev que é ex-ministro da construção. A última é uma mulher de negócios e está divorciada.[4]

Nursultan Nazarbaev foi um homem que se distinguiu pelo seu trabalho e desenvolvimento económico que trouxe ao Cazaquistão, mas é também conhecido pelas perseguições a membros da oposição. Além da caça a dissidentes, o governo de Nazarbaev também foi crivado de corrupção.[5]

Foi reeleito presidente em 2015, com 98% dos votos em uma eleição não considerada legítima pela comunidade internacional.[6] Em março de 2019, em meio a grandes protestos em várias cidades do país, Nazarbaev anunciou que renunciaria ao cargo de presidente.[7]

Presidência[editar | editar código-fonte]

Nazarbayev, quando se tornou o primeiro presidente de seu país, tomou uma decisão histórica, em 1991, de renunciar ao quarto maior arsenal nuclear do mundo, permitindo que o Cazaquistão e toda a região da Ásia Central ficassem livres de armas nucleares.

A diplomacia proativa de seu governo tornou-se uma das principais ferramentas para garantir a soberania e segurança do Cazaquistão. Com base nos princípios da cooperação e pragmatismo multipolar, Nazarbayev estabeleceu relações construtivas com os vizinhos mais próximos - China, Rússia, países da Ásia Central e o resto do mundo.

Com os seus colegas europeus, estabeleceu as bases do marco do Acordo de Parceria e Cooperação Reforçada UE-Cazaquistão (EPCA).[8] Ele iniciou numerosos processos de integração e diálogo internacional, incluindo as Palestras de Paz de Astana na Síria,[9] a resolução da Assembleia Geral da ONU que pede um Dia Internacional Contra Testes Nucleares,[10][11] a Conferência sobre Medidas de Interação e Construção de Confiança na Ásia (CICA), a Organização de Cooperação de Xangai (SCO) e Conselho de Cooperação dos Estados de Língua Turca (Conselho Turco).

A presidência do Cazaquistão na Organização para a Segurança e Cooperação na Europa (OSCE) em 2010 e o Conselho de Segurança da ONU em janeiro de 2018 (que formam a agenda de questões de segurança para todo o mundo) demonstraram o sucesso e a viabilidade do caminho escolhido por Presidente Nazarbayev na arena internacional.[12]

Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
Wikinotícias Categoria no Wikinotícias

Referências

  1. Em cazaque, o nome dele é escrito Нұрсұлтан Әбішұлы Назарбаев no alfabeto cirílico, Nursultan A'bis'uly Nazarbaev no alfabeto latino e نۇرسۇلتان ٵبٸشۇلى نازاربايەۆ no alfabeto árabe e pronuncia-se nʊrsʊlˈtɑn æbəʃʊˈlə nɑzɑrˈbɑjɪf. Em russo, o nome dele é Нурсултан Абишевич Назарбаев, Nursultan Abiševič Nazarbaev
  2. Nazarbayev, Nursultan (1998), Nursultan Nazarbayev: My Life, My Times and My Future..., ISBN 1899044191, Pilkington Press 
  3. «Presidente do Cazaquistão renuncia após 30 anos no poder». G1. Consultado em 19 de março de 2019 
  4. «BBC News | Asia-Pacific | Central Asia's 'perfect couple' wed». news.bbc.co.uk. Consultado em 14 de julho de 2020 
  5. Martha Brill Olcott (1 de setembro de 2010). Kazakhstan: Unfulfilled Promise. [S.l.]: Carnegie Endowment. pp. 27–28. ISBN 978-0-87003-299-8 
  6. Kazakh leader gains crushing election victory BBC News, 27 de abril de 2015
  7. «Veteran Kazakh leader Nazarbayev resigns after three decades in power». Reuters. Consultado em 19 de março de 2019 
  8. «Textos aprovados - Acordo de Parceria e Cooperação Reforçadas UE-Cazaquistão(Resolução) - Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017». www.europarl.europa.eu. Consultado em 14 de julho de 2020 
  9. Negociações de paz para a Síria começam no Cazaquistão, 23 de janeiro de 2017, consultado em 14 de julho de 2020 
  10. «Mundo celebra hoje o Dia Internacional contra Testes Nucleares». Agência Brasil. 29 de agosto de 2017. Consultado em 14 de julho de 2020 
  11. «Dia Internacional contra Testes Nucleares». ONU News. Consultado em 14 de julho de 2020 
  12. Waller, Nicholas (4 de julho de 2020). «The First President of Kazakhstan Nursultan Nazarbayev's 80th birthday and his role in international relations». New Europe (em inglês). Consultado em 14 de julho de 2020 

Precedido por
-
Presidente do Cazaquistão
1991 - 2019
Sucedido por
Kassym-Jomart Tokayev
Ícone de esboço Este artigo sobre um político é um esboço relacionado ao Projeto Biografias de Políticos. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.