Ole Beich

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Searchtool.svg
Esta página foi marcada para revisão, devido a inconsistências e/ou dados de confiabilidade duvidosa (desde fevereiro de 2010). Se tem algum conhecimento sobre o tema, por favor, verifique e melhore a consistência e o rigor deste artigo.
Ole Beich
Informação geral
Nascimento 1955
Origem Esbjerg
País  Dinamarca
Data de morte 16 de outubro de 1991 (36 anos)
Gênero(s) Hard rock
Glam metal
Instrumento(s) Baixo
Guitarra
Período em atividade 1975 - 1991
Afiliação(ões) Guns N' Roses
LA Guns
Hollywood Rose

Ole Beich (Esbjerg, 1955 - 1991) foi um guitarrista e baixista dinamarquês mais conhecido como baixista original do L.A. Guns e dos Guns N' Roses.

Vida e obra[editar | editar código-fonte]

Nasceu na Dinamarca, tocava guitarra e contrabaixo. Quando era novo foi um ícone local do rock, suas bandas favoritas são os Rolling Stones, Ten Years After, Cactus, Led Zeppelin e Link Wray. Foi guitarrista e baixista de várias bandas dinamarquesas antes de ir para Los Angeles.

Tornou-se baixista do L.A. Guns e Guns N' Roses. Os vocalistas Axl Rose e Michael Jagosz fizeram turnês com L.A. Guns que durou algum tempo.

Logo em seguida o L.A Guns e o Hollywood Rose se juntaram formando o então Guns N' Roses, onde ele tocou por pouco tempo, como não gostou da nova formação acabou decidindo sair da banda.

Ole Beich morreu em 1991 ao se afogar no lago Sct Jorgens no centro de Copenhague, sob circunstâncias incertas. Gravou somente um LP com o L.A. Guns que é "Collector's Edition No.1"

Participou do clipe Don't Cry - Guns N'Roses

Carreira[editar | editar código-fonte]

L.A. Guns (1983-1985)[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: L.A. Guns

L.A. Guns foi formado em 1983[1] com o guitarrista Tracii Guns.[1][2] A primeira formação incluía o cantor William Bailey (que depois foi chamado de Axl Rose[1] (who would later change his name to Axl Rose[3][4]), Beich e o baterista Rob Gardner. Bailey saiu para entrar no Rapidfire antes de ele formar o Hollywood Rose com Izzy Stradlin e Chris Weber.[5][6] O cantor Michael Jagosz foi colocado no lugar de Rose com o grupo que gravou apenas um único material da formação original do L.A. Guns. O material foi lançado como bônus de disco, intitulado Collector's Edition No. 1, com a coletânea Hollywood Raw em 2004.

Guns N' Roses (1985)[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Guns N' Roses

Depois da decisão de Tracii Guns de sair para se reunir com o Hollywood Rose (que havia se desmembrado no ano de 1984), substituindo Weber,[5][6][7] Hollywood Rose eventualmente mudou seu nome para Guns N' Roses (combinando os nomes de L.A. Guns e Hollywood Rose) com a formação composta por Axl Rose, Tracii Guns, Izzy Stradlin, Ole Beich[8] e Rob Gardner.[9][10]

Beich tocou apenas um show no começo de 1985 antes de sair do grupo e eventualmente ser substítuido por Duff McKagan,[11][12] e Guns saiu do grupo sendo subtítuido por Slash.[11] McKagan arrumou alguns shows entre Sacramento e Seatle, que foi chamada de "The Hell Tour". Durante este tempo, Gardner saí do grupo e foi substítuido por Steven Adler[6] com a formação que ficou conhecida como "formação clássica" do Guns N' Roses.[6][13][14]

Morte[editar | editar código-fonte]

Beich morreu em 16 de outubro de 1991 afogado no Lago Sankt Jørgens no centro de Copenhaga.[15] Menos de um mês depois, em 19 de agosto, Guns N' Roses tinha tocado na cidade. Sua família acreditava que ele se tornou depressivo depois de deixar o Guns N' Roses em 1985 e abusou das drogas antes de retornar a Dinarmarca em 1988. Heroína e alto nível de álcool são fatores que contribuiram ao afogamento, mas sua família ainda acredita que foi suícidio.

Ole Beich foi enterrado na Christchurch (Igreja de Cristo) perto do seu pai, que morreu em 1995.

Discografia[editar | editar código-fonte]

com o L.A. Guns[editar | editar código-fonte]

com o Nalle & The Flames[editar | editar código-fonte]

  • Rock 'N'alle Roll (1979)

Referências

  1. a b c Stephen Thomas Erlewine; Andrew Leahey. «L.A. Guns Biography». Allmusic. Consultado em 20 de setembro de 2010 
  2. Thore, Kim (17 de junho de 2010). «Tracii Guns Interview». Uberrock.co.uk 
  3. Prato, Greg. «Axl Rose Biography». Allmusic. Consultado em 16 de setembro de 2004 
  4. Danny Sugerman (1991). Appetite for Destruction: The Days of Guns N' Roses. [S.l.]: St. Martin's Press. ISBN 0-312-07634-7 
  5. a b Créditos do álbum {{{título}}}.
  6. a b c d Rivadavia, Eduardo. «Hollywood Rose Biography». Allmusic. Consultado em 16 de setembro de 2004 
  7. «Ex-HOLLYWOOD ROSE Guitarist: AXL ROSE Was 'Very Ego Motivated'». Blabbermouth.net. 19 de novembro de 2004 
  8. Wall, Mick (20 de janeiro de 2009). W.A.R.: The Unauthorized Biography of William Axl Rose. [S.l.]: Macmillan. p. 65. ISBN 978-0-312-54148-4. Consultado em 16 de setembro de 2004 
  9. Slash; Anthony Bozza (2007). Slash. [S.l.]: HarperCollins. 97 páginas. ISBN 978-0-00-725775-1 
  10. Berelian (2005). The Rough Guides to Heavy Metal. [S.l.]: Rough Guides. p. 143. ISBN 1-84353-415-0 
  11. a b Slash; Anthony Bozza (2007). Slash. [S.l.]: HarperCollins. 98 páginas. ISBN 978-0-00-725775-1 
  12. Torreano, Bradley. «Duff McKagan Biography». Allmusic. Consultado em 16 de setembro de 2004 
  13. Stephen Thomas Erlewine; Greg Prato. «Guns N' Roses Biography». Allmusic. Consultado em 16 de setembro de 2010 
  14. Slash; Anthony Bozza (2007). Slash. [S.l.]: HarperCollins. 105 páginas. ISBN 978-0-00-725775-1 
  15. Erro de citação: Código <ref> inválido; não foi fornecido texto para as refs de nome Ole_Beich_Politiken