Buckethead

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo. Por favor, adicione mais referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Buckethead
Buckethead num show em 2008.
Informação geral
Nome completo Brian Patrick Carroll
Também conhecido(a) como Death Cube K, Big B
Nascimento 1969
Gênero(s) Avant-garde, jazz fusion, hard rock, progressive metal, heavy metal, experimental rock, ambient, dark ambient , death metal , post-black metal
Instrumento(s) guitarra, baixo, bateria, banjo, bandolim, ukelele, piano, teclado, violoncelo
Modelos de instrumentos Gibson Buckethead Signature Les Paul
Período em atividade 1988 – atualmente
Outras ocupações músico, guitarrista, compositor
Gravadora(s) TDRS Music
Afiliação(ões) Colonel Claypool's Bucket of Bernie Brains
Guns N' Roses
Praxis
Deli Creeps
Science Faxtion
Cornbugs
El Stew
Arcana
Thanatopsis
Primus
Serj Tankian
Influência(s) Michael Jackson, Parliament-Funkadelic, Shawn pista, Michael Schenker, Uli Jon Roth, Paul Gilbert, Yngwie Malmsteen, Eddie Hazel, Randy Rhoads, Larry LaLonde, Mike Patton, James Cutri, Louis Johnson, Jimi Hendrix, Jennifer Batten, The Residents, Eddie Van Halen e Angus Young.
Página oficial www.Bucketheadland.com/

Brian Patrick Carroll (Cabeça de balde. Nascido em 13 de maio de 1969), mais conhecido pelo seu nome artístico Buckethead, é um americano guitarrista e multi-instrumentista que já trabalhou em muitos gêneros de música. Ele lançou 168 álbuns de estúdio, quatro lançamentos especiais e um EP. Ele também já se apresentou em mais de 50 outros álbuns por outros artistas. Sua música abrange áreas tão diversas como metal progressivo, o funk, blues, jazz, bluegrass, ambiente e música avant-garde. Multi-instrumentista completo, mais conhecido por sua pegada virtuosa na guitarra, Buckethead é reconhecido como um dos artistas contemporâneos mais inovadores de hoje, com seus licks rápidos e seu estilo quase robótico de tocar, que combina elementos de guitarristas como Yngwie Malmsteen, Adrian Belew, Slayer’s Kerry King, P-Funk’s Eddie Hazel e o improvisador John Zorn’s Scud-attack (que é saxofonista).

Buckethead é famoso por usar um KFC balde na cabeça, estampada com uma laranja adesivo leitura FUNERAL em maiúsculas letras de bloco preto e uma máscara branca lisa sem expressão que, de acordo com Buckethead, foi inspirado ao assistir o filme Halloween 4: O Retorno de Michael Myers . Em um ponto de sua carreira, ele mudou para um balde branco liso que já não tinha o logotipo da KFC, mas posteriormente revertido para sua marca KFC balde. Ele também incorpora nunchaku e dança do robô em suas performances de palco. 

Buckethead Já foi eleito como o melhor guitarrista do mundo por 6 vezes e é apontado atualmente como o 6º melhor de todos os tempos pelo Site Digital Dream Door.

A carreira solo de Buckethead é produtiva (ao longo da carreira, Buckethead já lançou mais de 30 discos solos e trabalhou em mais de 50), graças ao incentivo de Zorn e Bill Laswell, gravado na fase em que tocava no Praxis. Laswell também pruduziu vários dos albuns solo de Buckethead (incluindo Dreamtorium e Day of the Robot) e o incluiu em vários projetos com outros artistas como Hakim Bey, Bootsy Collins, Anton Fier, Jonas Hellborg, and Bernie Worrell. Em 1999, já sendo membro da nova formação do Guns N’ Roses, ele lançou "Monsters and Robots" e já no século 21, lançou o contemplativo "Eletric Tears", mantendo o estilo que o caracterizou até hoje. Buckethead abandonou o Guns N’ Roses em 2004, alegando falta de interesse de Axl Rose em lançar material novo (Na época, o álbum Chinese Democracy, que demorou mais de 10 anos para ser lançado mundialmente).

Como instrumentista, Buckethead tem recebido elogios da crítica por sua guitarra elétrica, e é considerado um dos guitarristas mais inovadoras de hoje. Ele foi eleito o número 8 em uma lista em GuitarOne revista do "Top 10 Fastest Guitar Shredders of All Time", bem como ser incluído no  Guitar World's  na listas dos "lists of the "25 all-time weirdest guitarists"  e os "50 guitarristas mais rápidos de todos os tempos”. Ele realiza trabalhos principalmente como um artista solo, embora ele tem colaborado bastante com uma grande variedade de artistas de alto perfil, como Bill Laswell , Bootsy Collins, Bernie Worrell, Iggy Pop, Les Claypool, Serj Tankian, Bill Moseley, Mike Patton, Viggo Mortensen, Que 1 Guy, Bassnectar, Steve Vai, e foi um membro do Guns N 'Roses no período de 2000 a 2004. Buckethead também escreveu e interpretou música para grandes filmes, incluindo: Saw II (Jogos Mortais 2), Fantasmas de MarteBeverly Hills NinjaMortal Kombat , Mortal Kombat: Annihilation , Last Action Hero (O último grande herói), Street Fighter e contribuiu guitarra para a faixa "Firebird" destaque nas Mighty Morphin Power Rangers: O Filme (trilha sonora).

Buckethead foi aluno de Paul Gilbert, hoje muitos o consideram melhor que seu professor. Por muito tempo imaginou-se que os dois seriam a mesma pessoa, hoje em dia essa hipótese já foi descartada e existem provas de que não são a mesma pessoa, como por exemplo datas de apresentação de Paul Gilbert e Buckethead coincidirem num mesmo dia e hora em locais diferentes ou muito distantes.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Início da vida

 Brian Carroll nasceu em 13 de maio de 1969. Brian é filho de Tom e Nancy Carroll e é um dos cinco irmãos, juntamente com Lynn, Lisa, Lori, e João. Ele cresceu em um subúrbio do sul da Califórnia não muito longe da Disneyland. Em sua juventude, ele era um garoto tímido e passou a maior parte de seu tempo em seu quarto, que estava cheio de histórias em quadrinhos, jogos de vídeo, de artes marciais filmes, e brinquedos. Ele também passou muito tempo na Disneylândia. 

Brian começou a tocar guitarra com 12 anos de idade. Seus primeiros professores incluído Max McGuire, Johnny Fortune, Mark Hammond, Pebber Brown e Paul Gilbert. Buckethead desempenhou um tributo a todos os seus primeiros professores. Ele começou a fazer gravações demo de ambas suas formas de tocar, que foram lançados em 2007-2008.

O personagem “Buckethead” nasceu quando Carroll viu o filme de 1988 de terror Halloween 4 e foi inspirado pelo filme. Ele foi para a rua depois de ver e comprou uma máscara branca Michael Myers. A ideia do balde veio mais tarde naquela noite, enquanto comia um balde de frangos do Kentucky Fried Chicken (KFC):

Eu estava comendo, e eu coloquei a máscara e, em seguida, o balde na minha cabeça. Eu fui para o espelho. Eu apenas disse, 'Buckethead. Isso é Buckethead. Depois disso, eu queria ser aquela coisa o tempo todo.

- Buckethead, 1996 Guitarra Player Magazine 

1988-1994: carreira solo precoce e Praxis [editar | editar código-fonte]

Em 1988, depois de deixar a banda Class-X, Carroll entrou em uma canção chamada "Brazos" em um Guitar Playerconcurso de revista. Foi um runner-up, com editores delirante:

Um guitarrista surpreendentemente qualificados e baixista, ele demonstra pós- Paul Gilbert velocidade e precisão filtrada através de sensibilidades harmônicas muito excêntricas. Sua psychotronic, borda demoníaca é muito, muito longe dos clichês de metais clássica e rock. Um verdadeiro talento para assistir, também conhecido como "Buckethead.”

Equipamentos[editar | editar código-fonte]

Guitarras[editar | editar código-fonte]

Efeitos[editar | editar código-fonte]

Amplificadores[editar | editar código-fonte]

  • Mesa Boogie Triple Rectifier head
  • Mesa Stiletto Trident head
  • ENGL Powerball head
  • Marshall JVM410H head
  • Bogner Uberschall head
  • Peavey 5150 head
  • Matt Wells 17½-watt head wired through a Harry Kolbe 4x12 cab

Discografia[editar | editar código-fonte]

Bandas[editar | editar código-fonte]

Nota: Além de ser um artista solo desde 1992, Buckethead também lança álbuns como Death Cube K. Ele usa esse nome desde 1994 (sendo usado mais frequentemente em 2009).

Atuais[editar | editar código-fonte]

Anteriores[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Site Oficial

Veja também[editar | editar código-fonte]

Referências