Oliver Wendell Holmes

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Disambig grey.svg Nota: Se procura o jurista (1841-1935), veja Oliver Wendell Holmes (filho).
Oliver Wendell Holmes
Nascimento 29 de agosto de 1809
Cambridge
Morte 7 de outubro de 1894 (85 anos)
Boston
Sepultamento Cemitério Mount Auburn
Cidadania Estados Unidos
Progenitores
  • Abiel Holmes
  • Sarah Wendell
Cônjuge Amelia Lee Jackson
Filho(s) Oliver Wendell Holmes, Edward Jackson Holmes, Sr.
Alma mater
Ocupação médico, poeta, médico escritor, professor universitário, romancista, escritor sobre medicina
Prêmios
  • Membro da Academia Americana de Artes e Ciências
Empregador Universidade Harvard
Obras destacadas The Autocrat of the Breakfast-Table, Ode for Washington’s Birthday, Angel of Peace, A Ballad of the Boston Tea Party, Lord of All Being, Old Ironsides, The Flower of Liberty, The Katydid, The Sweet Little Man

Oliver Wendell Holmes, Sr. (Cambridge, Massachusetts, 29 de agosto de 18098 de outubro de 1894) foi um médico, poeta e polímata norte-americano radicado em Boston. Agrupado entre os poetas da lareira, ele foi aclamado por seus pares como um dos melhores escritores da época. Suas obras em prosa mais famosas são a série "Mesa do café da manhã", que começou com O autocrata da mesa do café da manhã (1858). Ele também foi um importante reformador médico. Além de seu trabalho como autor e poeta, Holmes também atuou como médico, professor, conferencista e inventor e, embora nunca o tenha exercido, recebeu treinamento formal em direito.

Vida[editar | editar código-fonte]

Nascido em Cambridge, Massachusetts, Holmes foi educado na Phillips Academy e na Harvard College. Depois de se formar em Harvard em 1829, ele estudou direito por um breve período antes de se dedicar à profissão médica. Ele começou a escrever poesia bem cedo; uma de suas obras mais famosas, "Old Ironsides", foi publicada em 1830 e foi influente na eventual preservação da USS Constitution. Após treinamento nas prestigiosas escolas médicas de Paris, Holmes recebeu seu título de Doutor em Medicina pela Harvard Medical School em 1836. Ele lecionou na Dartmouth Medical School antes de voltar a lecionar em Harvard e, por um tempo, serviu como reitor lá. Durante sua longa carreira como professor, ele se tornou um defensor de várias reformas médicas e, notadamente, postulou a ideia controversa de que os médicos eram capazes de transportar a febre puerperal de paciente para paciente. Holmes aposentou-se de Harvard em 1882 e continuou a escrever poesia, romances e ensaios até sua morte em 1894.

Cercado pela elite literária de Boston - que incluía amigos como Ralph Waldo Emerson, Henry Wadsworth Longfellow e James Russell Lowell - Holmes deixou uma marca indelével no mundo literário do século XIX. Muitos de seus trabalhos foram publicados no The Atlantic Monthly, uma revista que ele batizou. Por suas realizações literárias e outras realizações, ele recebeu vários títulos honorários de universidades de todo o mundo. Os escritos de Holmes muitas vezes comemoravam sua área natal, Boston, e muitos deles tinham o objetivo de serem humorísticos ou coloquiais. Alguns de seus escritos médicos, especialmente seu ensaio de 1843 sobre a contagiosidade da febre puerperal, foram considerados inovadores para a época. Ele era freqüentemente chamado para publicar poesia ocasional, ou poemas escritos especificamente para um evento, incluindo muitas ocasiões em Harvard. Holmes também popularizou vários termos, incluindo Boston Brahmin e anesthesia. Ele era o pai do juiz Oliver Wendell Holmes Jr. da Suprema Corte dos Estados Unidos.[1][2][3][4][5][6]

Lista selecionada de trabalhos[editar | editar código-fonte]

Poesia
  • Poems (1836)
  • Songs in Many Keys (1862)
Estudos médicos e psicológicos
  • Puerperal Fever as a Private Pestilence (1855)
  • Mechanism in Thought and Morals (1871)
Livros de cabeceira
  • The Autocrat of the Breakfast-Table (1858)
  • The Professor at the Breakfast-Table (1860)
  • The Poet at the Breakfast-Table (1872)
  • Over the Teacups (1891)
Romances
  • Elsie Venner (1861)
  • The Guardian Angel (1867)
  • A Mortal Antipathy (1885)
Artigos
  • "The Stereoscope and the Stereograph", The Atlantic Monthly, volume 6 (1859)
  • "Sun-painting and sun-sculpture", The Atlantic Monthly, volume 8 (July 1861)
  • "Doings of the sun-beam", The Atlantic Monthly, volume 12 (July 1863)
Biografias e diário de viagem
  • John Lothrop Motley, A Memoir (1876)
  • Ralph Waldo Emerson (1884)
  • Our Hundred Days in Europe (1887)

Ver também[editar | editar código-fonte]

Wikiquote
O Wikiquote possui citações de ou sobre: Oliver Wendell Holmes

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. Broaddus, Dorothy C. Genteel Rhetoric: Writing High Culture in Nineteenth-Century Boston. Columbia, South Carolina: University of South Carolina, 1999. ISBN 1-57003-244-0
  2. Dowling, William C. Oliver Wendell Holmes in Paris: Medicine, Theology, and The Autocrat of the Breakfast Table. Hanover: University Press of New England, 2006. ISBN 1-58465-579-8
  3. Gibian, Peter. Oliver Wendell Holmes and the Culture of Conversation. Cambridge: Cambridge University Press, 2001. ISBN 0-511-01763-4
  4. Hoyt, Edwin Palmer. The Improper Bostonian: Dr. Oliver Wendell Holmes. New York: Morrow, 1979. ISBN 0-688-03429-2
  5. Knight, Denise D. "Oliver Wendell Holmes (1809–1894)", Writers of the American Renaissance: An A-to-Z Guide. Westport, Connecticut: Greenwood Publishing Group, 2003. ISBN 0-313-32140-X
  6. Novick, Sheldon M. Honorable Justice: The Life of Oliver Wendell Holmes. Boston: Little, Brown and Company, 1989. ISBN 0-316-61325-8
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço relacionado ao Projeto Biografias. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.