Pandemia de COVID-19 em Essuatíni

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Ver artigo principal: Pandemia de COVID-19 na África
Pandemia de COVID-19 em 2020 em Essuatíni
Doença COVID-19
Vírus SARS-CoV-2
Local Essuatíni
Período 14 de março de 2020
(20 dias)
Estatísticas globais
Casos confirmados 1
Mortes 0
Casos que recuperaram 0

Este artigo documenta os impactos da pandemia de coronavírus de 2020 em Essuatíni e pode não incluir todas as principais respostas e medidas contemporâneas.

Linha do tempo[editar | editar código-fonte]

Em 14 de março, o primeiro caso de COVID-19 em Essuatíni foi confirmado, tratando-se de uma mulher de 33 anos de idade que havia voltado dos Estados Unidos no final de fevereiro e, então, viajou para Lesotho, antes de ir para Essuatíni.[1]

Antes de 13 de março, existiam três casos suspeitos em Essuatíni, consistindo em três mulheres com histórico de viagens internacionais: a primeira que havia ido para a Dinamarca e a outra para a Alemanha.[2]

Referências

  1. «Eswatini in Southern Africa reports first coronavirus case». The Jerusalem Post. Reuters. 14 de março de 2020. Consultado em 14 de março de 2020. Cópia arquivada em 14 de março de 2020 
  2. «Two suspected cases of the Coronavirus registered in eSwatini». Mpumalanga News. 12 de março de 2020. Consultado em 14 de março de 2020. Cópia arquivada em 21 de março de 2020 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre epidemias é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.