Impactos da pandemia de COVID-19 na indústria musical

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

A pandemia de coronavírus 2019-2020 impactou de forma significativa a indústria musical, causando efeitos em diferentes segmentos artísticos. Vários eventos, como festivais de música, shows de turnês e premiações foram adiados ou cancelados. A pausa nas atividades industriais impactou de forma que artistas tivessem tempo maior para criar novos trabalhos.[1] Além disso, os lançamentos de álbuns também foram adiados.[2][3][4] Em diferentes países, artistas e bandas promoveram também shows virtuais.[5]

Referências

  1. Cooper, Nathanael (5 de abril de 2020). «For musicians, collapse of touring industry opens door to creativity». The Sydney Morning Herald. Consultado em 5 de abril de 2020 
  2. «'I'm trying to keep the panic down' – the coronavirus impact on music». The Guardian. 20 de março de 2020. Consultado em 2 de abril de 2020 
  3. «Sony Outlines Coronavirus Impact on Music, Film and Game Divisions». Billboard. 27 de março de 2020. Consultado em 2 de abril de 2020 
  4. «How Coronavirus Is Wreaking Havoc on Music». Rolling Stone. 2 de abril de 2020. Consultado em 2 de abril de 2020 
  5. «Jorge e Mateus fazem live com mais de 4 horas de duração; foto com aglomeração nos bastidores chama a atenção». G1. Consultado em 8 de abril de 2020