Pandemia de COVID-19 no Quirguistão

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ver artigo principal: Pandemia de COVID-19 na Ásia
Pandemia de COVID-19 em 2020 no Quirguistão
Doença COVID-19
Vírus SARS-CoV-2
Origem Arábia Saudita
Local Quirguistão
Período 18 de março de 2020
(2 anos, 6 meses e 19 dias)
Estatísticas globais
Casos confirmados 41 373
Mortes 1 491
Casos que recuperaram 33 622

Este artigo documenta os impactos da pandemia de coronavírus de 2020 no Quirguistão e pode não incluir todas as principais respostas e medidas contemporâneas.

Linha do tempo[editar | editar código-fonte]

Em 18 de março, os três primeiros casos de COVID-19 no Quirguistão foram confirmados, após o retorno da Arábia Saudita por um cidadão do país. Antes do primeiro caso relatado, o país havia fechado as fronteiras para estrangeiros. Juntamente ao Tajiquistão, Cazaquistão e Uzbequistão, o país adotou medidas para limitar ou proibir grandes reuniões públicas, bem como proibir as orações públicas de sexta-feira em mesquitas.[1] O Ministério da Saúde local confirmou, também, que os três primeiros suspeitos estavam em quarentena.[2]

Ainda em 18 de março, o primeiro-ministro decidiu que máscaras médicas importadas e exportadas do país seriam isentas de impostos.[3] Em 20 de março, 3 novos casos foram confirmados no distrito de Nookat, no sul do país. Os infectados também haviam retornado recentemente de uma peregrinação religiosa na Arábia Saudita. Por conseguinte, o local entrou em estado de emergência.[4]

Em 22 de março, todo o transporte público parou de operar em Bishkek, como forma de conter a propagação do vírus na capital.[5]

Referências

  1. «Coronavirus reaches Kyrgyzstan, via Saudi Arabia». TheJakartaPost. 18 de março de 2020. Consultado em 18 de março de 2020 
  2. «Kyrgyzstan reports 1st coronavirus cases». www.aa.com.tr 
  3. «Imported face masks are exempt from value added tax in Kyrgyzstan». akipress.com 
  4. «COVID-19: Central Asia Employs Additional Measures; Armenia Suspends Exports Of Medical Items». RadioFreeEurope/RadioLiberty (em inglês). Consultado em 21 de março de 2020 
  5. «В Бишкеке приостанавливается работа автобусов, троллейбусов и маршруток». Новости Кыргызстана. 21 de março de 2020. Consultado em 22 de março de 2020 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre a pandemia de COVID-19 é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.