Paratypothorax

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Como ler uma caixa taxonómicaParatypothorax
Ocorrência: Triássico Superior
Paratypothorax

Paratypothorax
Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: reptilia
Ordem: Aetosauria
Família: Stagonolepididae
Subfamília: Aetosaurinae
Tribo: Typothoracisinae, Paratypothoracisini
Género: Paratypothorax
Long and Ballew, 1985
Espécies

Paratypothorax é um género extinto de aetossauro. Foi nomeado em 1985 a partir de amostras coletadas em Stubensandstein na Alemanha e também foi notado sua presença no Grupo Chinle do sudoeste dos Estados Unidos na Formação Dockum e Formação Chinle, que são os mais recentes e datam do Carniano e Rhaetiano.[1][2] O género foi descrito a partir osteodermas que foram inicialmente definido com phytossauro Belodon kappfi.[3] Material de Paratypothorax também tem sido relatado na Formação Fleming Fjord do Noriano, na Groenlândia.[4]

Paratypothorax possui escamas paramediana que são largas, e têm sulcos e buracos formando padrões radial. Como no Typothorax, as escamas laterais suportam chifres.[5] A parte traseira de cada escama é sobreposta por um proeminente botão.[6]

Notas e referências

  1. Long, R. A.; and Ballew, K. L. (1985). «Aetosaur dermal armor from the Late Triassic of southwestern North America, with special reference to material from the Chinle Formation of Petrified Forest National Park»: 45–68 
  2. Hunt, A. P.; and Lucas, S. G. (1992). «The first occurrence of the aetosaur Paratypothorax andressi (Reptilia:Aetosauria) in the western United States and its biochronological significance»: 147–157 
  3. Parrish, J. M. (1994). «Cranial osteology of Longosuchus meadei and the phylogeny and distribution of the Aetosauria»: 196–209. doi:10.1080/02724634.1994.10011552 
  4. Jenkins, F. A. Jr.; Shubin, N. H.; Amaral, W. W.; Gatesy, S. M.; Schaff, C. R.; Clemmensen, L. B.; Downs, W. R.; Davidson, A. R.; Bonde, N.; and Osbaeck, F. (1994). «Late Triassic continental vertebrates and depositional environments of the Fleming Fjord Formation, Jameson Land, East Greenland»: 1–25 
  5. Murry, P. A. (1986). «Vertebrate paleontology of the Dockum Group». In: K. Padian (ed.). The Beginning of the Age of Dinosaurs. Cambridge: Cambridge University Press. pp. 109–138 
  6. Heckert, A. B.; and Lucas, S. G. (1999). «A new aetosaur (Reptilia: Archosauria) from the Upper Triassic of Texas and the phylogeny of aetosaurs»: 50–68. doi:10.1080/02724634.1999.10011122