Permissões de sistema de arquivos

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Permissões de sistema de arquivos em ciências da computação trata-se das permissões de sistemas de arquivos do sistema operacional SO, conhecidas como:[1]

r : read : Leitura

w : write : Gravação

e : execute : Execução

-- : blocked : Sem permissão

Estas são as permissões dadas a cada arquivo do sistema operacional, um arquivo somente leitura não poderá ser alterado pelo usuário por exemplo.

Em ambiente linux, encontramos o conceito de chmod para redefinir as permissões sobre os diretórios e arquivos onde expressamos as permissões em números com 3 casas, sendo a primeira casa a permissão para o dono, o segundo algarismo para o grupo e o terceiro para outros usuários.

Os números utilizados para cada casa correspondem a:

0: sem permissão

1: execução

2: gravação

3: gravação e execução

4: leitura

5: leitura e execução

6: leitura e gravação

7: leitura, gravação e execução

exemplo:

chmod 777 dará permissão rwe-rwe-rwe para o dono, grupo e outros respectivamente, enquanto o comando 744 dará permissões rwe-r--- para seu dono, para o grupo e outros respectivamente.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre ciência da computação é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
  1. «Entendendo as permissões de arquivos no Linux [Dica]». www.vivaolinux.com.br. Consultado em 15 de novembro de 2016