Pingo Doce

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Pingo Doce
Razão social Pingo Doce - Distribuição Alimentar, S.A.
Tipo Empresa de capital fechado
Slogan Sabe bem pagar tão pouco
Indústria Retalho
Género Sociedade Anónima
Fundação 1980
Fundador(es) Jerónimo Martins
Sede Rua Actor António Silva, Nº 7, Lisboa
Proprietário(s) Jerónimo Martins (51%)
Ahold Delhaize (49%)
Pessoas-chave Isabel Pinto (CEO)
Produtos Supermercados
Hipermercados
Website oficial Pingo Doce

Pingo Doce é a uma cadeia de supermercados e hipermercados portuguesa.[1]

Em Fevereiro de 2017 o Pingo Doce tem 415 lojas distribuídas por 293 localidades e conta com cerca de 700 mil visitas diárias.

É uma insígnia pertencente ao Grupo Jerónimo Martins, presente maioritariamente em zonas urbanas. O Pingo Doce veio a absorver a marca "Feira Nova", do mesmo Grupo, desde 2008 a 2010.

História[editar | editar código-fonte]

Em 1980 foi constiduido a Companhia Pingo Doce, e a definição de uma estratégia clara de exploração do segmento de supermercados. Jerónimo Martins assume-se como holding e estabelece uma parceria estratégica com o Delhaize Group "Le Lion" para o desenvolvimento do Pingo Doce. Em 1993, o Pingo Doce conquista a liderança na distribuição alimentar, no segmento de supermercados. Em 2010, o Pingo Doce lançou nos seus super e hipermercados o serviço de restauração e Take-away[2].

Em 2015, abriu a primeira loja Pingo Doce & Go, um novo conceito de loja de conveniência em parceria com os postos de abastecimento BP e que está aberta 24 horas por dia. Até Março de 2017, existiam 4 lojas: 3 em Lisboa e 1 em Corroios. O Pingo Doce procura agora espalhar e levar este novo conceito de lojas de conveniência por todas as regiões do país.

Em Março de 2017, o Pingo Doce abriu a sua loja 414 em Terrugem. Em Junho de 2017, o Pingo Doce abriu a sua primeira loja em Elvas, chegando assim às 415 lojas.

  1. Sic Notícias. «Pingo Doce abre loja número 400». Consultado em 28 de dezembro 2014 
  2. Historia da Jerónimo Martins. jeronimomartins.pt. recuperado em 4 de maio 2015

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]