Ri Se-gwang

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Ri Se-gwang
Informações pessoais
Modalidade Ginástica artística masculina
Especialidade Salto
Representante Coreia do Norte
Nascimento 21 de janeiro de 1985 (34 anos)
Hamgyong Sul, Coreia do Norte
Nacionalidade Coreia do Norte norte-coreana
Compleição Peso: 54 kg Altura: 1,54 m
Nível Sênior
Treinador Shin Myung-soo
Clube April 25 Sports Club
Período em atividade 2003 – atualidade
Medalhas
Jogos Olímpicos
Ouro Rio 2016 Salto
Campeonatos Mundiais
Ouro Nanning 2014 Salto
Ouro Glasgow 2015 Salto
Ouro Doha 2018 Salto
Bronze Stuttgart 2007 Salto
Jogos Asiáticos
Ouro Doha 2006 Salto
Universíada
Prata Belgrado 2009 Solo
Bronze Belgrado 2009 Argolas

Ri Se-gwang (Chosŏn'gŭl: 리세광; hancha: 李世光; MR: Ri Segwang ; Hamgyong Sul, 21 de janeiro de 1985) é um ginasta norte-coreano que compete em provas de ginástica artística.

Fez parte da equipe da Coreia do Norte que disputou os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, em 2016, conquistando a medalha de ouro no salto sobre a mesa. Nesse aparelho, que é sua especialidade, conquistou três títulos em Campeonatos Mundiais e um ouro nos Jogos Asiáticos de 2006.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Ri iniciou sua carreira na ginástica em 1992, aos 7 anos de idade, e em 2003 passou a competir na categoria sênior representando a Coreia do Norte nas competições internacionais.[1] Durante os Jogos Asiáticos de 2006, em Doha, conquistou a medalha de ouro na prova do salto sobre a mesa, tornando-se o primeiro norte-coreano a vencer esse evento na principal competição multiesportiva da Ásia.[2]

Em 2007 conquistou sua primeira medalha em Campeonatos Mundiais, um bronze no salto. Sua nota final de 16,387 só foi superada pelo polonês Leszek Blanik e pelo romeno Ilie Daniel Popescu.[3]

2009[editar | editar código-fonte]

Durante a temporada de 2009, Ri estreou um novo elemento extremamente difícil no salto, que consiste de um Tsukahara seguido de um duplo mortal lateral em posição carpada.[4] O salto foi nomeado "Ri" e avaliado com dificuldade de 7,2, o segundo maior valor até então atrás apenas dos 7,4 de dificuldade do sul-coreano Yang Hak-seon.[5]

Na Universíada de Belgrado, entretanto, ficou apenas em quarto lugar na final do salto, mas garantiu medalhas nas finais do solo (prata) e das argolas (bronze).[6] Competiu no Campeonato Mundial de Londres e se classificou em primeiro lugar no salto.[7] Terminou porém em sexto lugar na final após uma queda em sua primeira apresentação, com pontuação média de 15,650.[8]

2014–15[editar | editar código-fonte]

No Campeonato Mundial de 2014, realizado em Nanning, na China, Ri conquistou seu primeiro título mundial no salto e encerrou o reinado do então bicampeão mundial e olímpico da prova, Yang Hak-seon, que acabou inclusive fora do pódio com duas quedas.[9] Com a nota média de 15,416, ele superou na final o ucraniano Ihor Radivilov e o estadunidense Jacob Dalton mesmo após uma queda no segundo salto que lesionou o seu tornozelo.[10] No ano seguinte voltou para defender seu título mundial na prova, e conquistou sua segunda medalha de ouro ao finalizar com pontuação final de 15,450 a competição realizada em Glasgow, na Escócia. Sua nota foi apenas 0,05 ponto melhor que a do romeno Marian Drăgulescu.[11]

2016[editar | editar código-fonte]

Apesar de competir a alguns anos nas competições internacionais de ginástica, Ri veio a participar da sua primeira Olimpíada na edição de 2016, no Rio de Janeiro. Qualificou-se para a final do salto com a primeira nota (15,433) e na final conseguiu melhorar sua performance ao finalizar com uma média de 15,691,[12] tornando-se o primeiro norte-coreano campeão olímpico no salto e o segundo a conquistar uma medalha na ginástica, após o ouro de Pae Gil-su no cavalo com alças nos Jogos Olímpicos de 1992, em Barcelona.[13]

2018[editar | editar código-fonte]

Após ausentar-se do Campeonato Mundial de 2017, em Montreal,[14] retornou para a edição de 2018, em Doha. Com a melhor média tanto nas qualificatórias quanto na final, Ri conquistou seu terceiro título mundial no salto ao superar Artur Dalaloyan, da Rússia, e o então campeão mundial da prova, o japonês Kenzō Shirai.[15]

Referências

  1. «RI Se Gwang (PRK)» (em inglês). FIG. Consultado em 16 de novembro de 2018 
  2. «DPR Korean wins men's vault gold at Asiad gymnastics» (em inglês). People's Daily Online. 7 de dezembro de 2006. Consultado em 16 de novembro de 2018 
  3. «40th World Championships Artistic Gymnastics Men – Men's Vault Final» (em inglês). gymnasticsresults.com. Consultado em 16 de novembro de 2018 
  4. «Marian Dragulescu: Rules Must Be Respected» (em inglês). International Gymnast Magazine. 8 de setembro de 2010. Consultado em 16 de novembro de 2018 
  5. «Yang vaults to first gymnastics Olympic gold for Korea» (em inglês). korea.net. 7 de agosto de 2012. Consultado em 16 de novembro de 2018 
  6. «25th Universiade Belgrade 2009 Artistic Gymnastics Men» (em inglês). gymnasticsresults.com. Consultado em 16 de novembro de 2018 
  7. «41st Artistic Gymnastics World Championships 2009 Artistic Gymnastics Men – Vault Qualification MAG, Rank 001 - 040» (em inglês). gymnasticsresults.com. 13 de outubro de 2009. Consultado em 16 de novembro de 2018 
  8. «41st ARTISTIC GYMNASTICS WORLD CHAMPIONSHIPS – RESULTS MEN'S VAULT FINAL» (PDF) (em inglês). gymnasticsresults.com. 18 de outubro de 2009. Consultado em 16 de novembro de 2018 
  9. «Gymnastics: N. Korea veteran Ri triumphs in world c'ships vault» (em inglês). The Straits Times. 12 de outubro de 2014. Consultado em 16 de novembro de 2018 
  10. «Em final cheia de quedas, Sasaki fecha Mundial de pé e em quinto no salto». GloboEsporte.com. 12 de outubro de 2014. Consultado em 16 de novembro de 2018 
  11. «World Gymnastics Championships: Marian Dragulescu takes silver medal» (em inglês). The Romania Journal. 1 de novembro de 2015. Consultado em 16 de novembro de 2018 
  12. «Se Gwang Ri, da Coreia do Norte, conquista o ouro na final masculina do salto sobre o cavalo na ginástica artística na Rio 2016». Sportv. 15 de agosto de 2016. Consultado em 16 de novembro de 2018 
  13. «Rio 2016 Olympics: North Korea's Ri Se-gwang wins men's vault title» (em inglês). Eurosport. 16 de agosto de 2016. Consultado em 16 de novembro de 2018 
  14. «Worlds Preview: Event Finals, Day 2» (em inglês). International Gymnast Magazine. 8 de outubro de 2017. Consultado em 16 de novembro de 2018 
  15. «Ri Se Gwang wins vault gold; Shirai takes bronze» (em inglês). worldgymdoha18.com. 3 de novembro de 2018. Consultado em 16 de novembro de 2018 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]