Robert Vaughn

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Robert Vaughn
Robert Vaughn em março de 2009
Nascimento 22 de novembro de 1932
Nova York, Nova York
Nacionalidade Povo dos Estados Unidos norte-americano
Morte 11 de novembro de 2016 (83 anos)
Ocupação Ator
Atividade 1956–2012
Cônjuge Linda Staab (desde 1974)
Emmys
Emmy Award (1978)
IMDb: (inglês)

Robert Francis Vaughn (Nova Iorque, 22 de novembro de 1932 - 11 de novembro de 2016) foi um ator de cinema, teatro e televisão estadunidense. Interpretou vários personagens marcantes, como o espião Napoleon Solo, na série dos anos 60 The Man from U.N.C.L.E.; o detetive Harry Rule, na série dos anos 70 The Protectors; o pistoleiro Lee em The Magnificent Seven; major Paul Krueger em The Bridge at Remagen; o conhecido general Hunt Stockwell, na quinta temporada da série dos anos 80 The A-Team; Ross Webster em Superman III e o veterano de guerra, Chester A. Gwynn, em The Young Philadelphians, que lhe rendeu uma indicação ao Oscar da Academia por melhor ator coadjuvante. Recebeu o Emmy Awards como ator coadjuvante em Washington: Behind Closed Doors.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Robert Vaughn nasceu na cidade de New York, filho de dois atores: Marcella Gaudel, atriz de teatro e Gerald Walter Vaughn, ator de rádio novelas.[1] Sua ascendência inclui irlandeses, franceses e alemães. [2]. Depois do divórcio dos pais, Robert foi morar em Minneapolis, com seus avós, enquanto a mãe viajava para atuar.[1][3][4]

Estudou na North High School e depois ingressou na Universidade de Minnesota para cursar jornalismo. Ele largou o curso um ano depois e se mudou para Los Angeles com a mãe[1]. Entrou então no Los Angeles City College, transferindo-se depois para a Los Angeles State College of Applied Arts and Sciences, onde recebeu o mestrado no curso do teatro[1]. Continuou se aperfeiçoando na pós-graduação durante sua carreira de ator, onde obteve do título de Doutor em Comunicações pela University of Southern California, em 1970. Em 1972, publicou sua tese em livro, intitulado Only Victims: A Study of Show Business Blacklisting.

Carreira[editar | editar código-fonte]

O ator como Napoleon Solo, um dos agentes secretos protagonistas da série de TV The Man from U.N.C.L.E., e um de seus personagens mais conhecidos

Robert Vaughn fez sua estreia na televisão em 21 de novembro de 1955, no episódio "Black Friday", da série de TV norte-americana Medic. A primeira aparição no cinema foi como um extra, sem créditos, em Os Dez Mandamentos (1956). O primeiro filme com créditos foi Hell's Crossroads (1957), onde ele interpreta do pistoleiro, Bob Ford, que matou o fora-da-lei Jesse James. Burt Lancaster o viu atuando na peça "End as a Man" e o contratou para atuar em Sweet Smell of Success, porém Robert foi convocado pelo Exército antes de poder começar a gravar. Robert chegou à patente de sargento[5].

Seu papel mais notável foi em The Young Philadelphians (1959), pelo qual foi nomeado pela Academia de Artes e Ciências Cinematográficas como Melhor Ator Coadjuvante.

Política[editar | editar código-fonte]

Vaughn como Napoleon Solo

Robert foi o primeiro ator popular nos Estados Unidos a se pronunciar publicamente sobre a Guerra do Vietnã e era ativista de grupos pacifistas, como o "Another Mother for Peace".[6] Com Dick Van Dyke e Carl Reiner, ele fundou o movimento "Dissenting Democrats".[7] Na eleições presidenciais de 1968, ele apoiou o senador de Minnesota, Eugene McCarthy, que concorria como uma alternativa ao cargo de vice-presidente, pois o candidato Hubert Humphrey apoiou os esforços de guerra no Vietnã do presidente Lyndon Johnson[7].

Vida pessoal e morte[editar | editar código-fonte]

Robert se casou com a atriz Linda Staab, em 1974. O casal adotou duas crianças, uma em 1976 e outra em 1981. A família mora em Ridgefield, Connecticut.[8] Vaughn morreu em 11 de novembro de 2016, apenas 11 dias antes de seu aniversário de 84 anos, depois de lutar contra uma grave leucemia.[9]

Filmes[editar | editar código-fonte]

Televisão[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b c d Holston, Noel (1999-10-18). «The man from M.P.L.S. - Robert Vaughn comes home to refresh childhood memories as he prepares for his autobiography». Minneapolis Star Tribune [S.l.: s.n.] p. 1E. 
  2. Pasania
  3. «Robert Vaughn». TV.com. CBS Interactive. Consultado em July 1, 2015. 
  4. «Stage». Chicago Sun-Times [S.l.: s.n.] Arquivado desde o original em September 30, 2007. Consultado em 2010-06-17. 
  5. «Hikari Takano Interviews». www.HikariTakano.com. Consultado em 2010-06-17. 
  6. Zucker, George (2006-05-13). «Mother of All Peace Protests». New Partisan. Consultado em 2008-11-15. 
  7. a b Davies, Lawrence E. (1968-05-05). «Sinatra Supports Slate Competing With Kennedy's». The New York Times [S.l.: s.n.] p. 42. 
  8. Ofgang, Erik (April 12, 2011). «Robert Vaughn expected for 'Bullitt' screening». ctpost.com. Consultado em May 17, 2012. 
  9. Notice of death of Robert Vaughn, deadline.com, November 11, 2016.
  10. Robert Vaughn (em inglês) no Internet Movie Database
  11. «Personal Injury Lawyer Massachusetts». Law Offices of Mark E. Salomone. Consultado em July 1, 2015. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Robert Vaughn



Ícone de esboço Este artigo sobre um ator é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.