Roberto Eduardo Viola

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Roberto Eduardo Viola
Roberto Viola em 1981
40Presidente da Argentina
Período 29 de março
a 11 de dezembro de 1981
Antecessor(a) Jorge Rafael Videla
de facto
Sucessor(a) Carlos Alberto Lacoste
de facto
Comandante em Chefe do Exército Argentino
Período 31 de julho de 1978
a 28 de dezembro de 1979
Antecessor(a) Jorge Rafael Videla
Sucessor(a) Leopoldo Galtieri
Dados pessoais
Nascimento 13 de outubro de 1924
Buenos Aires, Argentina
Morte 30 de setembro de 1994 (69 anos)
Buenos Aires, Argentina
Profissão militar

Roberto Eduardo Viola (Buenos Aires, 13 de outubro de 192430 de setembro de 1994) foi um militar argentino que exerceu a presidência do seu país interinamente durante o ano de 1981, durante o Processo de Reorganização Nacional (1976-1983).[1]

Referências

  1. «Roberto Viola, 69, Who Headed Argentine Military Dictatorship». The New York Times (em inglês). 2 de outubro de 1994. ISSN 0362-4331. Consultado em 10 de julho de 2021 

Precedido por
Jorge Rafael Videla
de facto
Presidente da Argentina
1981
Sucedido por
Carlos Alberto Lacoste
de facto
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço relacionado ao Projeto Biografias. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.