Lista de presidentes da Argentina

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Presidente da Argentina
Presidente de la Nacion Argentina
Standard of the President of Argentina Afloat.svg
Residência Casa Rosada
Duração 4 anos, com direito a reeleição
Criado em 5 de março de 1854

Esta é a lista dos presidentes da Argentina (Oficialmente: Presidente da Nação Argentina) que é o chefe de estado e chefe de governo da República Argentina. Além de comandante em chefe das forças armadas da Argentina.[1] O atual presidente é Alberto Fernández, do partido Frente de Todos, que tomou posse a 10 de dezembro de 2019, logo após ganhar as eleições presidenciais de 2019.[2]

O cargo presidencial na Argentina foi utilizado pela primeira vez em 1826, quando Bernardino Rivadavia foi eleito pelo congresso como presidente das Províncias Unidas do Rio da Prata, um estado antecessor do moderno país. Renunciou pouco mais de um ano depois, seguido de um governo interino de Vicente López y Planes e que por sua vez foi seguido pela extinção do cargo com a fundação de um governo descentralizado no país, a Confederação Argentina. [3] Não houve presidentes de um país unificado, sendo o país governado por governadores de suas respectivas províncias que deviam lealdade ao Estado de Buenos Aires.[4] Permaneceu assim até 1853, quando o governador de Justo José de Urquiza restaurou o cargo, ainda mantendo um governo descentralizado, porém menos federativo até 1861, com a instauração da República Argentina, que se mantém até hoje.

Entre presidentes, ditadores e governos provisórios, a Argentina teve desde 1827 um total de 51 chefes de estado que utilizaram o título de Presidente da Nação Argentina. O que mais passou tempo no cargo foi Julio Argentino Roca que utilizou o título por 12 anos de forma não consecutiva, entre 1880 a 1886 e de 1898 a 1904. Entretanto o que mais tempo obteve o cargo foi Carlos Meném, que governou por 10 anos entre 1989 e 1999. Em contrapartida, o presidente oficial que menos governou foi Adolfo Rodríguez de Saá durante 7 dias em 2003. Porém o general Arturo Rawson, que liderou o golpe de 1943 governou interinamente por 3 dias, não sendo considerado um presidente de fato.

Desde 1983 o presidente é eleito por voto direto e universal, sendo Rául Alfonsin o primeiro desde o fim da ditadura (1976 - 1983). O chefe de estado e de governo detém poderes executivos e cerimoniais, sendo ademais do principal representante do país no exterior é o maior símbolo da unidade e da democracia no país. Ainda que em alguns momentos da história argentina não tenha sido assim.

Segue-se a lista de presidentes oficiais e não-oficiais da Argentina, contando além do nome, um retrato do incumbente, o período na qual governou, seu partido e seu(s) vice-presidente(s).

Presidentes (1826-presente)[editar | editar código-fonte]

Presidente
Retrato
Periodo
Mandato
(Duração de mandato)
Partido
Eleição
Vice-presidente(s)
Notas
Províncias Unidas do Rio da Prata (1810-1831)
1 Bernardino Rivadavia 2.jpg
1826–1831
8 de fevereiro de 1826
até
27 de junho de 1827
(1 ano e 139 dias)
1826
Cargo inexistente
Vicente López y Planes, presidente argentina.jpg
7 de julho de 1827
até
18 de agosto de 1827
(42 dias)
-
Confederação Argentina (1831-1861)
Cargo extinto (1826-1854) [nota 3]
Urquiza.jpg
1854–1860
5 de março de 1854
até
5 de março de 1860
(6 anos)
1854
Salvador María del Carril
2 Santiago Derqui, président de l'Argentine.jpg
1860–1866
5 de março de 1860
até
5 de novembro de 1861
(1 ano e 245 dias)
1860
3 JEPedernera.jpg
5 de novembro de 1861
até
12 de dezembro de 1861
(37 dias)
-
Bartolomé Mitre.jpg
1861–1862
12 de dezembro de 1861
até
12 de outubro de 1862
(363 dias)
Nenhum
-
-
República Argentina (1861 - Atualidade)
4 Bartolomé Mitre.jpg
1862–1868
12 de outubro de 1862
até
12 de outubro de 1868
(6 anos)
Partido Nacionalista
1862
Marco Paz
[nota 8]
5 Domingo F Sarmiento con banda.jpg
1868–1874
12 de outubro de 1868
até
12 de outubro de 1874
(6 anos)
Nenhum
1868
Adolfo Alsina
6 NRAvellaneda.jpg
1874–1880
12 de outubro de 1874
até
12 de outubro de 1880
(6 anos)
1874
Mariano Acosta
7 Julio A. Roca (Pérez, s.f.).jpg
1880–1886
12 de outubro de 1880
até
12 de outubro de 1886
(6 anos)
1880
8 M Juárez Celman.JPG
1886–1892
12 de outubro de 1886
até
6 de agosto de 1890
(3 anos e 298 dias)
1886
9 Retrato de Carlos Pellegrini.jpg
6 de agosto de 1890
até
12 de outubro de 1892
(2 anos e 67 dias)
-
10 LSaenzpeña.jpg
1892–1898
12 de outubro de 1892
até
23 de janeiro de 1895
(2 anos e 103 dias)
1892
11 JEUriburu.jpg
23 de janeiro de 1895
até
12 de outubro de 1898
(3 anos e 262 dias)
-
12 General Don Julio Argentino Roca.jpg
1898–1904
12 de outubro de 1898
até
12 de outubro de 1904
(6 anos)
1898
Norbeto Quirno Costa
13 Manuel Quintana con banda.jpg
1904–1910
12 de outubro de 1904
até
12 de março de 1906
(1 ano e 151 dias)
1904
14 José Figueroa Alcorta con banda.jpg
12 de março de 1906
até
12 de outubro de 1910
(4 anos e 214 dias)
-
15 Roque Saenz Peña (obituario 1914).jpg
1910–1916
12 de outubro de 1910
até
9 de agosto de 1914
(3 anos e 240 dias)
1910
16 Victorino de la Plaza.JPG
9 de agosto de 1914
até
12 de outubro de 1916
(2 anos e 64 dias)
-
17 Retrato Yrigoyen Museo Bicentenario.jpg
1916–1922
12 de outubro de 1916
até
12 de outubro de 1922
(6 anos)
1916
Pelagio Luna
[nota 17]
18 Marcelo Torcuato de Alvear presidente.JPG
1922–1928
12 de outubro de 1922
até
12 de outubro de 1928
(6 anos)
1922
Elpidio González
19 Retrato Yrigoyen Museo Bicentenario.jpg
1928–1934
12 de outubro de 1928
até
6 de setembro de 1930
(1 ano e 329 dias)
1928
Enrique Martínez
20 José Félix Uriburu con banda.jpg
1930–1932
6 de setembro de 1930
até
20 de fevereiro de 1932
(1 ano e 167 dias)
Nenhum
Enrique Santamarina
[nota 18]
21 Presidente Agustín Pedro Justo.png
1932–1938
20 de fevereiro de 1932
até
20 de fevereiro de 1938
(6 anos)
UCRA
(Concordância)
1931
Julio Argentino Pascual Roca
22 Roberto Ortiz.jpg
1938–1944
20 de fevereiro de 1938
até
27 de junho de 1942
(4 anos e 127 dias)
UCRA
(Condordância)
1937
23 Ramoncastillo.jpg
27 de junho de 1942
até
4 de junho de 1943
(342 dias)
Partido Nacional Democrático
(Condordância)
-
24 PRamirez.jpg
1943–1946
7 de junho de 1943
até
25 de fevereiro de 1944
(266 dias)
Nenhum
25 Farrel.jpg
25 de fevereiro de 1944
até
4 de junho de 1946
(2 anos e 99 dias)
Nenhum
26 Juan Perón (cropped).jpg
1946–1952
1952–1958
4 de junho de 1946
até
21 de setembro de 1955
(9 anos e 109 dias)
1946
1951
Juan Hortencio Quijano
[nota 26]
Alberto Tessaire
[nota 27]
27 GralEduardoLonardi (cropped).jpg
1955–1958
23 de setembro de 1955
até
13 de novembro de 1955
(51 dias)
Nenhum
Isaac Francisco Rojas
28 PEAramburu.jpg
13 de novembro de 1955
até
1 de maio de 1958
(2 anos e 169 dias)
Nenhum
29 Arturo Frondizi BP.jpg
1958–1964
1 de maio de 1958
até
29 de março de 1962
(3 anos e 332 dias)
1958
Alejandro Gómez
[nota 29]
30 José María Guido 2.jpg
29 de março de 1962
até
12 de outubro de 1963
(1 ano e 197 dias)
-
-
31 Arturo Umberto Illia 1965.jpg
1963–1969
12 de outubro de 1963
até
28 de junho de 1966
(2 anos e 259 dias)
1963
Carlos H. Perrete
32 Juan Carlos Onganía.JPG
1966–1973
28 de junho de 1966
até
8 de junho de 1970
(3 anos e 345 dias)
Nenhum
Cargo extinto
33 Levingston.jpg
8 de junho de 1970
até
22 de março de 1971
(287 dias)
Nenhum
34 Alejandro Agustín Lanusse.jpg
28 de março de 1971
até
25 de maio de 1973
(2 anos e 58 dias)
Nenhum
35 Héctor José Cámpora.jpg
1973–1977
25 de maio de 1973
até
13 de julho de 1973
(49 dias)
Março de 1973
36 RaulLastiri.jpg
13 de julho de 1973
até
12 de outubro de 1973
(91 dias)
-
-
37 Juan Perón (cropped).jpg
12 de outubro de 1973
até
1 de julho de 1974
(262 dias)
Setembro de 1973
38 Isabel Martinez de Peron.jpg
1 de julho de 1974
até
24 de março de 1976
(1 ano e 267 dias)
-
39 Jorge Rafael Videla 1976.PNG
1976–1983
29 de março de 1976
até
29 de março de 1981
(5 anos)
Nenhum
Cargo extinto
40 Roberto Viola con banda presidencial.jpg
29 de março de 1981
até
11 de dezembro de 1981
(257 dias)
Nenhum
41 Galtieri.jpg
22 de dezembro de 1981
até
18 de junho de 1982
(189 dias)
Nenhum
42 Reynaldo Bignone-2.jpg
1 de julho de 1982
até
10 de dezembro de 1983
(1 ano e 162 dias)
Nenhum
43 Raul Alfonsín Oficial Picture.jpg
1983–1989
10 de dezembro de 1983
até
8 de julho de 1989
(5 anos e 210 dias)
1983
Víctor Martínez
44 Menem con banda presidencial.jpg
1989-1995
1995-1999
8 de julho de 1989
até
10 de dezembro de 1999
(10 anos e 155 dias)
1989
1995
45 Fernando de la Rúa con bastón y banda de presidente (recortada).jpg
1999–2003
10 de dezembro de 1999
até
21 de dezembro de 2001
(2 anos e 11 dias)
1999
46 Adolfo Rodríguez Saá - Senado.gov.ar.jpg
23 de dezembro de 2001
até
30 de dezembro de 2001
(7 dias)
-
47 Duhalde23012007.jpg
2 de janeiro de 2002
até
25 de maio de 2003
(1 ano e 143 dias)
-
48 Kirchner - Galería de Presidentes de casarosada.gob.ar.jpg
2003–2007
25 de maio de 2003
até
10 de dezembro de 2007
(4 anos e 199 dias)
2003
49 Cristinakirchnermensaje2010.jpg
2007–2011
2011–2015
10 de dezembro de 2007
até
10 de dezembro de 2015
(8 anos)
50 Retrato oficial del Presidente Mauricio Macri.jpg
2015–2019
10 de dezembro de 2015
até
10 de dezembro de 2019
(4 anos)
51 Alberto Fernández 2019 (cropped).jpg
2019–2023
10 de dezembro de 2019
(2 anos e 293 dias)

Ver também[editar | editar código-fonte]

Notas

  1. Eleito pelo congresso nacional em 6 de fevereiro de 1826 durante a Guerra da Cisplatina. Sua eleição para o cargo de Presidente das Províncias Unidas do Rio da Prata se fez necessária devido à necessidade de formar um governo centralizado durante a guerra contra o Império do Brasil.
  2. Assumiu interinamente, após a renúncia de Rivadavia.
    Renunciou depois que Manuel Dorrego assumiu o governo da Província de Buenos Aires.[5]
  3. Manuel Dorrego (1827—1828)
    Juan Lavalle (1828—1829)
    Juan Manuel de Rosas (1829—1832) (1835—1852)
    Juan Ramón Balcarce (1832—1835)
    Não são incluídos na Galeria de presidentes (em castelhano) Entre 1852 e 1853 não existiu um governo central. O cargo de Presidente das Províncias Unidas do Rio da Prata é extinto após a proclamação da Confederação Argentina com um governo descentralizado e com cada província tendo sua autonomia.
  4. Logo após a queda de Juan Manuel de Rosas, Urquiza assumiu como Diretor da Confederação Argentina e convocou uma assembleia que promulgou a constituição de 1853, onde foi criado o cargo de Presidente da Confederação Argentina. Urquiza é eleito pouco depois e assume a presidência.
  5. Renunciou
  6. Em 17 de setembro de 1861 acontece a Batalha de Pavón na província de Santa Fé. O confronto entre as forças militares de Buenos Aires, comandadas por Bartolomé Mitre e o Exército Nacional, comandado por Justo José de Urquiza, vencido por Mitre, levou à extinção da Confederação Argentina, com a incorporação da província de Buenos Aires e à reunificação nacional definitiva. Dois meses depois Derqui renunciaria e no mês seguinte Mitre se tornaria presidente da Argentina.[6]
  7. Abolição do governo central. Logo depois da derrota do governo da Confederação diante do governo de Buenos Aires sob o comando de Mitre, um governo provisório é estabelecido em 1862, promulga uma nova constituição e declara novas eleições, nas quais Mitre é eleito
  8. Até 5 de janeiro de 1868
  9. Renunciou, não concluindo o mandato.
  10. Assume por sucessão presidencial após a renuncia de Celman
  11. Renunciou
  12. Assume por sucessão presidencial após a renuncia de Sáenz Peña
  13. Morreu no cargo
  14. Assume por sucessão presidencial após a morte de Quintana
  15. Morreu no cargo
  16. Assume por sucessão presidencial após a morte de Sáenz Peña
  17. Morreu no cargo
  18. Até 20 de outubro de 1930
  19. Uriburu assumiu o poder liderando o Golpe de 1930 em 6 de setembro, que depõe Hipólito Yrigoyen. A lista oficial de presidentes atribui a data de 8 de setembro como sendo o início do seu governo quando jura, desde um dos balcões da Casa Rosada, junto a Enrique Santamarina, seu vice-presidente. A Corte Suprema da Nação, em acordo extraordinário, reconhece o novo governo.
  20. Renunciou
  21. Assume diante da renuncia de Marcelino Ortiz, na condição de vice-presidente
  22. Deposto na Revolução de 43, liderada por Arturo Rawson que depôs Ramón Castillo em 4 de junho de 1943, assumindo provisoriamente o governo por três dias.
  23. Até 15 de outubro de 1943
  24. Presidente de facto com a Revolução de 43
  25. Até 10 de outubro de 1945
  26. Até 3 de abril de 1952
  27. A partir de 7 de maio de 1954
  28. Presidente de facto após a Revolução Libertadora
  29. Até 18 de novembro de 1958
  30. Deposto por golpe de Estado
  31. Nomeado pelo Congresso Argentino na condição de presidente do Senado
  32. Deposto por um golpe de Estado
  33. Nomeado pelo Congresso Nacional e apoiado pelo Exército Argentino
  34. Deposto
  35. Dirigente do golpe militar denominado Revolução Argentina e assumindo como presidente de facto
  36. Renunciou
  37. Presidente da Câmara dos Deputados assumindo provisoriamente após a renuncia do presidente, vice-presidente e presidente do Senado
  38. Instaura nova eleições em setembro de 1973
  39. Morreu no cargo
  40. Assume a presidência por sucessão após a morte de Perón
  41. Deposto por um golpe de Estado
  42. Renunciou
  43. Renunciou
  44. Diante da crise ecònomica e política, Alfonsin adiantou as eleições 5 meses antes do fim do mandato previsto na constituição
  45. Até 10 de dezembro de 1991
  46. A partir de 8 de julho de 1995
  47. Renunciou
  48. Com a renuncia de De la Rúa, o presidente do Senado, Ramón Puerta, convocou uma assembleia legislativa que elegeu o então governador de San Luis como presidente com 169 votos a favor e 138 contra
  49. Renunciou
  50. Com a renuncia de Saá e de Puerta, o presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Camaño convocou uma assembleia legislativa que elegeu o senador de Buenos Aires, Eduardo Duhalde, como novo presidente com 262 votos a favor, 21 negativos e 18 abstenções
  51. Convocou novas eleições, onde Néstor Kirchner foi eleito
  52. Entre 10 de dezembro de 2007 e 10 de dezembro de 2011
  53. Entre 10 de dezembro de 2011 e 10 de dezembro de 2015

Referências

  1. «Constitución Nacional». web.archive.org. 11 de fevereiro de 2010. Consultado em 4 de agosto de 2020 
  2. Destape, El. «Elecciones 2019: encuesta da como ganador a Alberto Fernández en un posible balotaje». www.eldestapeweb.com (em espanhol). Consultado em 4 de agosto de 2020 
  3. devteam, educ ar. «Ley de presidencia de 1826». www.educ.ar (em espanhol). Consultado em 4 de agosto de 2020 
  4. de 2015, Por Juan Thames 9 de diciembre. «Historia del Bastón de Mando Presidencial». Infobae (em espanhol). Consultado em 4 de agosto de 2020 
  5. Vicente López y Planes (em castelhano)
  6. Bartolomeu Mitre