Saurópodes

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Saurópode)
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Como ler uma infocaixa de taxonomiaSauropoda
Família Macronaria
Família Macronaria
Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Clado: Dinosauria
Ordem: Saurischia
Subordem: Sauropodomorpha
Infraordem: Sauropoda
Famílias
Brachiosauridae
Camarasauridae
Cetiosauridae
Diplodocidae
Euhelopodidae
Nemegtosauridae
Titanosauridae
Vulcanodontidae
Commons
O Commons possui imagens e outras mídias sobre Saurópodes
Wikispecies
O Wikispecies tem informações sobre: Saurópodes

Os saurópodes (do latim científico Sauropoda) foram um dos dois grandes grupos de dinossauros saurísquios ou dinossauros com bacia de réptil. Os seus corpos eram enormes, com um pescoço muito comprido que terminava em uma cabeça muito pequena. A cauda, também muito comprida, junto com uma grande unha que a maioria dos saurópodes possuíam na pata dianteira, eram suas únicas armas de defesa, além de seu tamanho. Eram quadrúpedes, com patas altas, retas como colunas, terminadas em pés dotados de dedos curtos e bastante parecidas com as dos elefantes. A sua dieta alimentar era vegetariana. Muitos deles não dispunham de mandíbulas e dentes apropriados para mastigar, de modo que engoliam grandes quantidades de matéria vegetal que, em seguida, eram "trituradas" no estômago por pedras ingeridas para facilitar a fermentação e a digestão do alimento. Um dos mais conhecidos actualmente entre a família dos Saurópodes está o Braquiossauro.

Os Saurópodes apareceram pela primeira vez no Período Triássico tardio [1], onde eles pareciam um pouco o grupo estreitamente relacionado (e possivelmente ancestral) "Prosauropoda". Pelo Jurássico tardio (175 milhões de anos atrás), os saurópodes se tornaram espalhados pelo globo terrestre (especialmente os diplodocídeos e braquiosaurídeos). Pelo Cretáceo Superior, esses grupos foram substituídos principalmente pelos titanossaurídeos, que tinham uma distribuição quase global. No entanto, como ocorreu todos os outros dinossauros não-aviários vivos na época, os titanossauros foram extintos no evento de extinção do Cretáceo-Paleogeno.

Em Portugal, os saurópodes incluem o Lusotitan atalaiensis, Supersaurus lourinhanensis[2], Turiasaurus, e Lourinhasaurus alenquerensis[3] do Jurássico Superior.

Taxonomia[editar | editar código-fonte]

Esta taxonomia segue Wilson & Sereno 1998, Yates 2003, Galton 2001,[1] e Wilson 2002,[4][5]

Veja também[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. Lallensack, JN, Klein H, Milàn J, Wings O, Mateus O, Clemmensen LB. 2017. Sauropodomorph dinosaur trackways from the Fleming Fjord Formation of East Greenland: Evidence for Late Triassic sauropods. Acta Palaeontologica Polonica. 62(4):833-843.
  2. Tschopp, E., Mateus O., & Benson R. B. J. (2015).  A specimen-level phylogenetic analysis and taxonomic revision of Diplodocidae (Dinosauria, Sauropoda). PeerJ. 3, e857., 4 
  3. Osteology of the Late Jurassic Portuguese sauropod dinosaur Lusotitan atalaiensis (Macronaria) and the evolutionary history of basal titanosauriforms. PD Mannion, P Upchurch, RN Barnes, O Mateus. Zoological Journal of the Linnean Society 168 (1), 98-206
  4. with ranks after Benton, 2004.
  5. Benton, M.J. (2004). Vertebrate Palaeontology, Third Edition. Blackwell Publishing, 472 pp.
Ícone de esboço Este artigo sobre dinossauros é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.