Braquiossauro

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde setembro de 2012). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Como ler uma infocaixa de taxonomiaBraquiossauro
Esqueleto reconstruído no Museu Field de História Natural, Chicago,  Estados Unidos

Esqueleto reconstruído no Museu Field de História Natural, Chicago, Estados Unidos
Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Clado: Dinosauria
Ordem: Saurischia
Subordem: Sauropodomorpha
Clado: Sauropoda
Clado: Titanosauriformes
Família: Brachiosauridae
Género: Brachiosaurus
Riggs, 1903
Espécie-tipo
Brachiosaurus altithorax
Riggs, 1903
Concepção artística de braquiossauro.

O Braquiossauro cujo nome significa "lagarto braço", dado os seus membros anteriores ("braços") serem maiores que os posteriores, era um género de dinossauros saurópode que viveu durante o fim do período Jurássico. Este animal tinha entre 18 e 20 metros de altura e cerca de 25 metros de comprimento. Estima-se que o peso do animal girava em torno de 50 toneladas.[1]

O primeiro braquiossauro foi descoberto em 1900 no Colorado, Estados Unidos, mas também viveu na área onde se localiza hoje a Argélia e a Tunísia, há aproximadamente 144 milhões de anos, durante o período Jurássico. Esse animal provavelmente não poderia erguer-se nas patas traseiras como mostra o filme "Jurassic Park", pois elas eram mais curtas que as dianteiras. Mesmo assim sua altura lhe permitia, sem esforço, comer as copas das árvores, sua atividade principal.

O braquiossauro passava a maior parte do dia comendo folhas de suas árvores prediletas como as coníferas (um tipo de pinheiro), cicadáceas e ginkgo. Algumas estimativas, baseadas em modelos reconstruídos com ossos e musculatura calculada, situavam o seu peso entre 32 toneladas a 37 toneladas. Durante muito tempo julgou-se ser este o maior dinossauro a ter existido.

Porém sabe-se agora que vários saurópodes (o argentinossauro, por exemplo) eram maiores que o braquiossauro. Recentemente foram descobertos outros dinossauros da mesma família que eram também maiores que o braquiossauro: Supersaurus, o Ultrassaurus e o Sauroposeidon.

Calcula-se que, para abastecer seu corpanzil, comia mais ou menos 2 toneladas de plantas por dia. Apesar do grande peso, podia desenvolver uma velocidade de aproximadamente 20 km/h.

Como as narinas desse enorme saurópode ficavam no alto da cabeça, muitos cientistas acreditavam que ele vivia na água, comendo plantas aquáticas no fundo de lagos e rios. Nesse caso seu corpo ficaria debaixo da água e de vez em quando aparecia a pequena cabeça com as narinas através das quais ele respirava. Mas essa teoria foi superada, pois sabe-se que seus pulmões não teriam suportado a pressão da água.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Museu de História Natural de Berlim (6 de novembro de 2013). «Brachiosaurus». Museum für Naturkunde. Consultado em 9 de dezembro de 2014 
Ícone de esboço Este artigo sobre dinossauros é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.