Shinjuku

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Shinjuku

新宿区 (Shinjuku-ku)

Panorama urbano de Shinjuku, com o Monte Fuji ao fundo, visto do Bunkyo Civic Center, no bairro vizinho Bunkyō.
Panorama urbano de Shinjuku, com o Monte Fuji ao fundo, visto do Bunkyo Civic Center, no bairro vizinho Bunkyō.
Bandeira de Shinjuku
Bandeira
Localização de Shinjuku
País  Japão
Prefeitura Tóquio
Área
 - Total 18 23 km²
População (1 de fevereiro de 2018)
 - Total 342 564
    • Densidade 18 791 hab./km²
Sítio city.shinjuku.lg.jp

Shinjuku (新宿区, Shinjuku-ku?, "Nova Pousada") é um dos 23 distritos especiais de Tóquio. É um importante centro comercial e administrativo, considerado o mais importante da província, e por analogia pode ser considerada a capital do Japão, já que Tóquio como cidade deixou de existir em 1947.

Shinjuku abriga a parte norte da estação de trem mais movimentada do mundo (Estação de Shinjuku) e o Edifício do Governo Metropolitano de Tóquio. Em 1 de fevereiro de 2018, Shinjuku tinha uma população de 342.564 pessoas e uma densidade populacional de 18.791 pessoas por km². A área total é de 18.23 km².[1]

História[editar | editar código-fonte]

Vista noturna de Shinjuku
Crepúsculo em Shinjuku

Em 1634, durante o Período Edo, assim que o fosso externo do Castelo de Edo foi construído, um grande número de templos e santuários se mudaram para a área de Yotsuya no extremo-oeste de Shinjuku. Em 1698, Naitō-Shinjuku se desenvolveu como uma nova estação (shuku ou juku) na Kōshū Kaidō, uma das maiores estradas daquela época. Naitō era o nome da família de um daimiô cuja mansão ficava naquela área; suas terras agora são um parque público, o Shinjuku Gyoen.[2]

Em 1920, a cidade de Naitō-Shinjuku, que correspondia a grandes partes da atual Shinjuku, partes de Nishi-Shinjuku e Kabukichō foram integradas à Cidade de Tóquio. Shinjuku começou a se desenvolver em sua forma atual após o Grande sismo de Kantō em 1923, uma vez que a área sismicamente estável escapou da devastação. Consequentemente, o oeste de Shinjuku é uma das poucas áreas de Tóquio com bastante arranha-céus.[2]

Os ataques aéreos em Tóquio entre maio e agosto de 1945 destruíram quase 90% dos edifícios na área e ao redor da Estação de Shinjuku.[3] A forma pré-guerra de Shinjuku, e do resto de Tóquio, foi mantida após a guerra porque as estradas e ferrovias, danificadas naquela época, permaneceram, e isto formou o coração da Shinjuku na construção pós-guerra. Apenas em Kabukichō foram feitos grandes planos de reconstrução.[4]

O atual bairro foi estabelecido em 15 de março de 1947 com a fusão dos antigos bairros de Yotsuya, Ushigome, e Yodobashi. Ele serviu como parte do curso da maratona de 50 km durante as Olimpíadas de 1964.[5]

Em 1991, o Governo Metropolitano de Tóquio se mudou do bairro Marunouchi de Chiyoda para o atual edifício em Shinjuku.[2]

Geografia[editar | editar código-fonte]

Kabukichō
Uma das vielas da Golden Gai a noite.
Shinjuku Gyoen

Shinjuku faz fronteira com Chiyoda ao leste; Bunkyo e Toshima ao norte; Nakano ao oeste, e Shibuya e Minato ao sul.[6]

A atual cidade de Shinjuku cresceu a partir de várias pequenas cidades e vilas separadas que permaneceram com algumas distinções apesar de terem crescido juntas como parte da metrópole de Tóquio.[2]

  • Shinjuku Leste: A área leste da Estação de Shinjuku, historicamente conhecida como Naito-Shinjuku,[2] abriga o prédio da prefeitura e a famosa loja de departamentos Isetan, bem como várias áreas de interesse:
    • Kabukichō: o distrito da luz vermelha mais conhecido de Tóquio, renomado por seus bares, restaurantes, casas noturnas e prostíbulos. É uma área com forte presença da Yakuza.[7]
    • Golden Gai: Uma área de minúsculos bares e clubes que destoam completamente do panorama moderno de Shinjuku. Músicos, artistas, jornalistas, atores e diretores se reúnem aqui. Alguns estabelecimentos só permitem a entrada de Japoneses ou falantes de Japonês.[8][9]
    • Shinjuku Gyoen: Um grande parque com 58.3 hectares e 3.5 km de circunferência, misturando jardins Japoneses, jardins Ingleses e jardins Franceses.[10]
    • Shinjuku Ni-chōme: o distrito gay mais conhecido de Tóquio.[11]
  • Nishi-Shinjuku: A área a oeste da Estação de Shinjuku, historicamente conhecida como Yodobashi, abriga a maior concentração de arranha-céus de Tóquio. Muitos dos maiores prédios de Tóquio estão localizados nesta área, incluindo o Prédio do Governo Metropolitano de Tóquio e a Shinjuku Park Tower.[12]

Economia[editar | editar código-fonte]

Muitas empresas tem sua sede em Shinjuku, incluindo a operadora regional de telefonia NTT East, a fabricante de câmeras e dispositivos médicos Olympus Corporation, a gigante dos eletrônicos Epson,[16] a desenvolvedora de jogos de video game Square Enix,[17] as redes de fast-food McDonald's Japão e Yoshinoya,[18]a agência de viagens H.I.S.,[19] a Fuji Heavy Industries (Subaru),[20] a operadora de ferrovias Odakyu Electric Railway, as construtoras Taisei Corporation[21] e Kumagai Gumi,[22] a fabricante de equipamentos médicos Nihon Kohden,[23] a Enoki Films,[24] a companhia de softwares de navegação e video games Jorudan,[25] a gigante do macarrão instantâneo Nissin Foods[26] e a companhia área regional Airtransse.[27] A área ao redor da estação também possui várias lojas varejistas como a Mitsukoshi, Isetan, Takashimaya, Marui, Bic Camera, Yodobashi Camera e Yamada Denki.

A parte nordeste de Shinjuku também tem uma indústria editorial ativa e é lar das editoras Shinchosha[28] e Futabasha.[29] A principal loja da rede de livrarias Books Kinokuniya também está localizada em Shinjuku.

Governo e política[editar | editar código-fonte]

Escritório da Cidade de Shinjuku

Como os outros distritos de Tóquio, Shinjuku tem status equivalente ao de uma cidade. O atual prefeito é Kenichi Yoshizumi, um político independente apoiado pelo Partido Liberal Democrata. A câmara municipal (区議会 kugikai) consiste de 38 membros eleitos; o Partido Liberal Democrata e o Partido Komeito possuem a maioria. O Partido Democrático do Japão, o Partido Comunista do Japão e o Partido Social Democrata também estão representados juntos com quatro membros independentes.[30] O escritório da cidade (区役所 kuyakusho) está localizado na parte sudeste de Kabukichō.[31]

Em Shinjuku também está a sede do governo metropolitano de Tóquio. O escritório do governador, a câmara metropolitana, e todos os escritórios administrativos estão localizados no Prédio do Governo Metropolitano de Tóquio. Tecnicamente, Shinjuku pode ser considerada a capital de Tóquio (prefeitura e metrópole).[32]

Transportes[editar | editar código-fonte]

A Estação de Shinjuku recebe cerca de 3.64 milhões de passageiros todos os dias, tornando-a a estação mais movimentada do mundo. Por ela passam três linhas de metrô e três linhas privadas, bem como várias linhas da JR.

Ferrovias[editar | editar código-fonte]

A lista de linhas férreas e estações dentro de Shinjuku inclui:

Plataforma da Linha Yamanote durante a hora do rush da manhã
Saída leste da Estação de Shijuku
Saída sul da Estação de Shinjuku
Linha Yamanote: Estações de Shinjuku, Takadanobaba e Shin-Ōkubo[33]
Linha Chūō (Rápido) e Linha Chūō-Sōbu: Estações de Yotsuya, Shinanomachi, Shinjuku e Ōkubo[33]
Linha Saikyō e Linha Shōnan-Shinjuku: Shinjuku[33]
Subway TokyoMarunouchi.png Linha Marunouchi: Estações de Yotsuya, Yotsuya-Sanchōme, Shinjuku-Gyoenmae, Shinjuku-Sanchōme, Shinjuku e Nishi-Shinjuku[34]
Subway TokyoYurakucho.png Linha Yūrakuchō: Estações de Ichigaya e Iidabashi
Subway TokyoTozai.png Linha Tōzai: Estações de Kagurazaka, Waseda, Takadanobaba e Ochiai
Subway TokyoFukutoshin.png Linha Fukutoshin: Estações de Nishi-Waseda, Higashi-Shinjuku e Shinjuku-Sanchōme[35]
Subway TokyoNamboku.png Linha Namboku: Estações de Iidabashi, Ichigaya e Yotsuya

Rodovias[editar | editar código-fonte]

  • Via Expressa Shuto[40]
    • No.4 Shinjuku Route (Miyakezaka JCT - Takaido)
    • No.5 Ikebukuro Route (Takebashi JCT - Bijogi JCT)

Educação[editar | editar código-fonte]

Faculdades e universidades[editar | editar código-fonte]

Tokyo Fuji University

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Shinjuku

Referências

  1. Cidade de Shinjuku. «População de Shinjuku». Consultado em 16 de fevereiro de 2018 
  2. a b c d e Cidade de Shinjuku. «Cronologia de Shinjuku». Consultado em 16 de fevereiro de 2018 
  3. História de Shinjuku (em Inglês) Arquivado em 2006-03-26 no Wayback Machine.
  4. Ichikawa, 2003
  5. 1964 Summer Olympics official report. Volume 2. Part 1. p. 74.
  6. Tokyo Special Wards Map
  7. Kelly Kajiwara. «Kabukicho em Shinjuku: o distrito da luz vermelha no Japão». Coisas do Japão. Consultado em 17 de fevereiro de 2018 
  8. UnmissableTOKYO. «Golden Gai, a noite alternativa no coração de Tóquio (são mais de 200 bares!)». Consultado em 17 de fevereiro de 2018 
  9. Filipe Morato Gomes. «Golden Gai». Alma de Viajante. Consultado em 17 de fevereiro de 2018 
  10. Japan Guide. «Shinjuku Gyoen». Consultado em 17 de fevereiro de 2018 
  11. Alex Rickert. «A Night Out in Ni-chome, Tokyo's Gay District (em Inglês)». GaijinPot. Consultado em 17 de fevereiro de 2018 
  12. Live Japan. «Three Skyscrapers to visit in Nishi-Shinjuku (em Inglês)». Consultado em 17 de fevereiro de 2018 
  13. a b Universidade de Waseda. «Acesso (em Inglês)». Consultado em 18 de fevereiro de 2018 
  14. Shinjuku Convention & Visitors Bureau. «Parque de Toyama (em Inglês)». Consultado em 18 de fevereiro de 2018 
  15. japanvisitor.com
  16. "Head Office & Japanese Facilities." Seiko Epson. Acessado em 18 de fevereiro de 2018.
  17. «We tour Square Enix's awesome HQ since you probably never will (em Inglês)». vulturebeat.com. Consultado em 18 de fevereiro de 2018 
  18. "会社概要." Yoshinoya. Acessado em 18 de fevereiro de 2018.
  19. "Company Info." H.I.S. Acessado em 18 de fevereiro de 2018.
  20. "[1]." Fuji Heavy Industries e Subaru.
  21. "Corporate Data." Taisei Corporation. Acessado em 18 de fevereiro de 2018. "Head Office 1-25-1, Nishi-Shinjuku, Shinjuku-ku, Tokyo 163-0606"
  22. "Corporate Profile." Kumagai Gumi. Acessado em 18 de fevereiro de 2018. "Headquarters 2-1, Tsukudo-cho, Shinjuku-ku, Tokyo 162-8557"
  23. "Key Facts." Nihon Kohden. Acessado em 18 de fevereiro de 2018.
  24. "Home." Enoki Films. Acessado em 18 de fevereiro de 2018. "Enoki Bldg., No. 2, 1-30-10 Shinjuku, Shinjuku-ku, Tokyo 160-0022 Japan"
  25. "Headquarter." Jorduan. Acessado em 18 de fevereiro de 2018. "ZIP 160-0022 2-1-9 Shinjuku, Shinjuku-ku, Tokyo, Japan" (map)
  26. "Company Profile." Nissin Foods. Acessado em 18 de fevereiro de 2018.
  27. "会社概要." Airtransse. Acessado em 18 de fevereiro de 2018.
  28. "会社情報." Shinchosha. Acessado em 18 de fevereiro de 2018. "〒162-8711 東京都新宿区矢来町71"
  29. "会社概要." Futabasha. Acessado em 18 de fevereiro de 2018. "所在地 〒162-8540 東京都新宿区東五軒町3-28" (GIF map of location)(PDF da localização)
  30. Cidade de Shinjuku. «Lista de parlamentares (em Japonês)». Consultado em 18 de fevereiro de 2018 
  31. Cidade de Shinjuku. «Página principal (em Japonês)». Consultado em 18 de fevereiro de 2018 
  32. Tokyo Metropolitan Government, governor's office: About Tokyo's prefectural capital Arquivado em 2014-04-19 no Wayback Machine. (em japonês)
  33. a b c d JR East. «Estação de Shibuya (em Inglês)». Consultado em 18 de fevereiro de 2018 
  34. Metrô de Tóquio. «Estação de Shinjuku (em Inglês)». Consultado em 18 de fevereiro de 2018 
  35. Metrô de Tóquio. «Estação de Nishi-Waseda (em Inglês)». Consultado em 18 de fevereiro de 2018 
  36. «Departamento de Transporte Metropolitano de Tóquio - Informações de administração (em Japonês)». Consultado em 18 de fevereiro de 2018 
  37. Odakyū Electric Railway. «Mapa das Linhas e Rotas (em Inglês)». Consultado em 18 de fevereiro de 2018 
  38. Keio Corporation. «Mapas e Rotas (em Inglês)». Consultado em 18 de fevereiro de 2018 
  39. Seibu Railway. «Mapa das ferrovias/informações das estações (em Inglês)». Consultado em 18 de fevereiro de 2018 
  40. Shuto Kōsoku Dōro. «Mapa (em Japonês)». Consultado em 15 de fevereiro de 2018 
  41. Ministério da Terra, Infraestrutura e Transporte. «Administração de Rodovias no Japão (em Inglês)» (PDF). Consultado em 18 de fevereiro de 2018 
  42. Lakeland University Japan. «Página principal (em Inglês)». Consultado em 18 de fevereiro de 2018 
  43. Tokyo Fuji University. «Página principal (em Japonês)». Consultado em 18 de fevereiro de 2018