Saltar para o conteúdo

Sidney Santiago

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Sidney Santiago Kwanza
Nascimento 3 de agosto de 1985 (38 anos)
Guarujá, SP
Nacionalidade brasileiro
Ocupação ator, pesquisador, militante e diretor de teatro
Atividade 2004–presente

Sidney Santiago Kwanza (Guarujá, 3 de agosto de 1985)[1] é um ator, pesquisador, militante e diretor de teatro brasileiro.

Formado em atuação pela Escola de Arte Dramática da Universidade de São Paulo, é membro e um dos fundadores do grupo teatral Os Crespos. Também é formado em Sociologia e Política pela FESP.[1]

Nascido na Ilha de Santo Amaro, em Guarujá, São Paulo, teve desde muito cedo contato com a arte. Dançou por nove anos antes de se interessar por poesia e teatro. É filho da união de uma mulher negra baiana migrante de origem Malê, com um mestiço de ascendência turca nascido na cidade de Santos. Atua no teatro, na televisão, no cinema e na área de editoração com temática negra. É idealizador da Revista Legítima Defasa, uma publicação sobre o teatro negro brasileiro, e um dos colaboradores da célebre Revista O Menelick 2º Ato.

No teatro junto a Cia Os Crespos de Teatro e Intervenção urbana desde 2005, construiu em parceria um projeto que envolve arte, teoria e política. Tornou-se uma voz combativa na luta contra os estereótipos raciais e a ausência de espaço para artistas negros na cena brasileira.

Desenvolve uma pesquisa sobre a memória negra nas artes do palco, e faz parte do Fórum da Performance Negra. Ainda no teatro realizou trabalhos com grandes nomes da cena contemporânea nacional e internacional, dentre eles: Cibele Forjaz, Zé Henrique de Paula, José Fernando de Azevedo, Celso Fratesch, Frank Cartorf (diretor do Teatro Volksbühne, da Alemanha) e Adelino Caracol, do grupo Horizonte Njinga Mbande, da Angola.

Na televisão teve sua estreia no seriado Turma do Gueto, de 2002, produzido pela Casablanca e exibido na Rede Record. Escrito por Netinho de Paula e Laura Malin, a iniciativa teve como foco mostrar a dura realidade da vida de jovens negros nas periferias dos grandes centros.

Na sequência protagonizou a série Carandiru, Outras Histórias, exibida pela Rede Globo entre 10 de junho e 12 de agosto de 2005, nas noites de sexta-feira, em 10 capítulos.

Com roteiro de Héctor BabencoFernando Bonassi, Victor Navas, Drauzio Varella e Jefferson Peixoto, e a direção de Walter Carvalho, Roberto Gervitz, Héctor Babenco e Márcia Faria. As histórias foram inspiradas nos personagens do filme Carandiru, baseado no livro Estação Carandiru, de Drauzio Varella.

Na Rede Globo, também participou em 2008 da minissérie Queridos Amigos, obra de Maria Adelaide Amaral com direção de Denise Saraceni, onde interpretou o jovem michê Jurandir. No ano de 2009, compôs o elenco da novela ganhadora do Emmy Caminho das Índias, onde interpretou o esquizofrênico Ademir, personagem que lhe rendeu diversas indicações a prêmios na televisão brasileira.

Ano Título Personagem Notas
2004 Metamorphoses Xarope
Turma do Gueto
2005 Carandiru, Outras Histórias Kennedy
2008 Queridos Amigos Jurandir
2009 Caminho das Índias Ademir Silva
Tudo o Que É Sólido Pode Derreter Anjo Episódio: "Auto da Barca do Inferno"
2013 Pedro & Bianca Luizão Episódio: "Nossas raízes, levamos com a gente"
2016-17 Escrava Mãe Sapião[2]
2017-19 A Vida Secreta dos Casais Ezê
2019-21 Segunda Chamada Gerisson da Silva (Gero)
2022 Não Foi Minha Culpa Valmir
2022-presente Rensga Hits! Theo
Ano Título Personagem Notas
2022 O Pai da Rita Vadinho[3]
2021 O Novelo Cacau
Doutor Gama José
Era Uma Vez Após a Cura Lulucifer Curta-metragem
2018 Lima Barreto, ao Terceiro Dia Lima Barreto jovem
Sequestro Relâmpago Matheus
2016 Diamante, o Bailarina Diamante Curta-metragem
Mundo Deserto de Almas Negras Oscar
2015 O Diabo Mora Aqui Bento
Mundo Deserto de Almas Negras Oscar Peixoto
2014 A Grande Vitória Leandro
Um Salve Doutor Rasta
2013 O Jogo Garçom Curta-metragem
2011 Estamos Juntos Nadinho
2010 Os Inquilinos Cleber
Reflexões de um Liquidificador Rapaz da Vitamina
2008 Graffiti Al
2007 O Signo da Cidade Josi
2006 Os 12 Trabalhos Héracles

Prêmios e indicações

[editar | editar código-fonte]
Ano Premiação Categoria Indicação Resultado
2006 Festival do Rio[4] Melhor Ator Os 12 Trabalhos Venceu
2007 Cine PE[5] Melhor Ator de Longa Venceu
2008 Prêmio Guarani de Cinema Brasileiro[6] Revelação Indicado
2009 Prêmio Arte Qualidade Brasil[7] Melhor Ator Revelação Caminho das Índias Indicado
Troféu Raça Negra[8] Melhor Ator do Ano Indicado
2017 Festival de Cinema de Vitória[9] Melhor Interpretação de Curta-metragem Diamante, O Bailarina Venceu
Encontro Nacional de Cinema e Vídeo dos Sertões[10] Melhor Ator de Curta-metragem Ficção Venceu
2018 FESTICINI - Festival Internacional de Cinema Independente[11] Melhor Ator Indicado
Prêmio Cenym de Teatro[12] Melhor Ator Coadjuvante O Leão no Inverno Indicado
2019 Prêmio Bibi Ferreira[13] Melhor Ator Coadjuvante em Peça Indicado
2020 Prêmio Arcanjo de Cultura[14] Especial 15 anos da Cia Os Crespos Venceu
Prêmio Aplauso Brasil de Teatro[15] Destaque Terça Crespa Indicado
2022 Los Angeles Brazilian Film Festival[16] Melhor Ator O Novelo Venceu
2023 Festival Sesc Melhores Filmes[17] Melhor Ator Nacional Lima Barreto, ao Terceiro Dia Pendente

Ligações externas

[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b «Sidney Santiago». Papo de Cinema. Consultado em 21 de dezembro de 2020 
  2. «Sidney Santiago, de Caminho das Índias, volta às novelas em Escrava Mãe». Geledés. 20 de outubro de 2015. Consultado em 21 de dezembro de 2020 
  3. «O Pai da Rita». Globo Filmes. Consultado em 16 de fevereiro de 2022 
  4. «Cao Hamburger e Karim Aïnouz são premiados no Festival do Rio». Cinema Uol. 6 de outubro de 2006. Consultado em 1 de fevereiro de 2023 
  5. «"Os 12 Trabalhos" e "Cão Sem Dono" brilham em festival pernambucano». Planeta Tela. 30 de abril de 2007. Consultado em 1 de fevereiro de 2023 
  6. «13º Prêmio Guarani :: Premiados de 2007». Papo de Cinema. Consultado em 2 de fevereiro de 2023 
  7. "Você escolheu e Aqui estão os ganhadores do PRÊMIO ARTE QUALIDADE BRASIL 2009". Prêmio Arte Qualidade Brasil. 2009. Consultado em 14 de dezembro de 2022.
  8. «Spike Lee representará Michael Jackson no Troféu Raça Negra». Portal Geledés. 4 de novembro de 2009. Consultado em 11 de fevereiro de 2023 
  9. «24º Festival de Cinema de Vitória revela vencedores e entrega prêmios no sábado (16)». ES Brasil. 19 de setembro de 2017. Consultado em 1 de fevereiro de 2023 
  10. «Confira os ganhadores do 12° Encontro Nacional de Cinema e Vídeo dos Sertões». Cinema dos Sertões. 13 de novembro de 2017. Consultado em 1 de fevereiro de 2023 
  11. «Os Indicados - FESTICINI - Festival Internacional de Cinema Independente». Mundo dos Musicais. 30 de outubro de 2018. Consultado em 1 de fevereiro de 2023 
  12. «Os Indicados Cenym: 18º Anual Prêmio Cenym de Teatro Nacional». Cenyms. 20 de setembro de 2018. Consultado em 3 de março de 2023 
  13. «Conheça os vencedores do Prêmio Bibi Ferreira 2019». Mundo dos Musicais. 24 de novembro de 2019. Consultado em 1 de fevereiro de 2023 
  14. «Elza Soares, Thelma, 'Tina' e Porchat: Confira os ganhadores do Prêmio Arcanjo de Cultura 2020». Cultura Uol. 28 de abril de 2020. Consultado em 1 de fevereiro de 2023 
  15. «Adaap, Ivam Cabral e Guilherme Bonfanti são indicados ao Prêmio Aplauso Brasil». SP Escola de Teatro. 28 de abril de 2020. Consultado em 1 de fevereiro de 2023 
  16. «LABRFF 2022: conheça os vencedores do Los Angeles Brazilian Film Festival». Cine Vitor. 9 de novembro de 2022. Consultado em 1 de fevereiro de 2023 
  17. «49° Festival Sesc Melhores Filmes: Melhor Ator Nacional». Melhores Filmes.Sesc SP. 1 de fevereiro de 2023. Consultado em 1 de fevereiro de 2023