Sky Airline

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Sky Airline
IATA H2
ICAO SKU
Indicativo de chamada AEROSKY
Fundada em 2001
Frota 17
Destinos 19
Sede Santiago, Chile
Sítio oficial www.skyairline.cl/

Sky Airline é uma companhia aérea chilena que presta serviço de transporte aéreo de passageiros e carga desde o ano de 2002. Transporta mais de 140.000 passageiros mensalmente, dominando 23% do mercado aéreo doméstico chileno, atrás somente da gigante LATAM Airlines (78%), e 5% do mercado internacional chileno, também perdendo apenas para a LATAM Airlines (60%). Em 2011, transportou quase 1.500.000 passageiros, sendo a segunda maior linha aérea chilena.

Seu principal acionista é o Senhor Jurgen Paulmann.

O centro de operações da empresa fica em Santiago do Chile.

Atualmente opera uma frota composta 100% por Airbus A320neo. Todos os Airbus A319s e A320s operados pela SKY foram desativados entre 2018 e 2020. Atualmente, é a companhia aérea com a frota mais nova e moderna da América.

Frota[editar | editar código-fonte]

Airbus A319 da Sky Airline.
Frota Sky Airlines
Aeronave Total Ordens Passageiros Notas Registros
Airbus A320neo 17 8 186 Desde 2018 CC-AZC, CC-AZD, CC-AZE, CC-AZF, CC-AZG, CC-AZH, CC-AZI, CC-AZJ, CC-AZK, CC-AZL, CC-AZM, CC-AZN, CC-AZO, CC-AZP, CC-AZQ, CC-AZR, CC-AZS.
Airbus A321neo 0 7 237 Desde 2020
Airbus A321 XLR 0 10 TBA Desde 2023

Wet-leasing[editar | editar código-fonte]

  • Através de um acordo de wet-leasing a Sky Airline em alta temporada na América do Sul efetua o aluguel de um, Airbus A320 de uma companhia do país de Malta a Air Malta.

Retomada das operações no Brasil[editar | editar código-fonte]

  • Devido a mudança de foco da companhia, que quer ser uma low cost/low fare a mesma anunciou o fim de suas operações para o Aeroporto Internacional de São Paulo-Guarulhos a partir do dia 29 de Fevereiro de 2016.
  • Retomada da ligação com o Brasil através do Aeroporto Internacional do Rio de Janeiro - RIOGaleão a partir de 14 de dezembro de 2017.
  • Em 2018, foi anunciado a retomada das operações em São Paulo.
  • Foram anunciados em 2019 vôos sazonais para Florianópolis/SC (novembro) e Salvador/BA (dezembro).

Ligações externas[editar | editar código-fonte]