Som Imaginário

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa


Som Imaginário foi uma banda brasileira formada no princípio da década de 1970. Criada primeiramente para acompanhar o cantor Milton Nascimento no show "Milton Nascimento, ah, e o Som Imaginário". Contou com a participação do músico Wagner Tiso antes de sua carreira solo. O músico Frederyko (ou Fredera), também pintor, escultor e jornalista, era o guitarrista. Tavito (violão), Robertinho Silva (bateria) e Zé Rodrix (vocais e piano) foram outros músicos que mais tarde ganharam notoriedade que também passaram pela banda.

O grupo passou por várias mudanças de formação e lançou no total três discos. Matança do Porco, provavelmente o mais progressivo, contou com os vocais de Milton Nascimento. Além deste artista, o Som Imaginário acompanhou em gravações MPB-4, Taiguara, Marcos Valle, Gal Costa, Odair José, Carlinhos Vergueiro, Sueli Costa e Simone, dentre outros.

Em 2012, depois de quase 40 anos depois da última apresentação do grupo, a reunião de Wagner Tiso , Luiz Alves, Robertinho Silva , Tavito e Nivaldo Ornelas no projeto “Wagner Tiso e o Som Imaginário" , tornou-se um momento histórico para a MPB e para a memória das raízes da nossa música instrumental. Com apoio do Sesc, o grupo fez 3 apresentações na unidade do Belenzinho e depois não parou mais.

Cidades como São Paulo, Brasília, Sorocaba e Araraquara lotaram seus teatros e aplaudiram a volta do grupo ao circuito musical.

Em Belo Horizonte, o show levou mais de 5 mil pessoas à Praça do Papa.

No início de 2013, o maestro Wagner Tiso, preocupado em buscar uma sonoridade ainda mais autêntica e “progressiva”, como era nos anos 70, convidou o guitarrista Victor Biglione para ser o sexto integrante do grupo.

Em sexteto, o show do “Som Imaginário” fechou a Virada Cultural de São Paulo com um show memorável no Theatro Municipal e também estreou no Rio de Janeiro, na casa de shows “Circo Voador”, onde consagrou-se definitivamente como um dos mais importantes grupos musicais do Brasil e está em atividade até hoje.

Vejam : somimaginario-oficial.blogspot.com.br

Formação[editar | editar código-fonte]

a Formação atual :

Wagner Tiso - piano Nivaldo Ornelas - sax / flautas Robertinho Silva - bateria Luiz Alves - baixo Tavito - violão Victor Biglione - guitarra

Outras formações

Outros integrantes[editar | editar código-fonte]

Discografia[editar | editar código-fonte]

  • Som Imaginário (1970)
  • Som Imaginário (Nova Estrela) (1971)
  • Matança do Porco (1973)
  • Acompanhando Milton Nascimento em Milagre dos Peixes ao Vivo (1974)

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Flag of Brazil.svgGuitarra masc.png Este artigo sobre uma banda ou grupo musical do Brasil, é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.