Tô Ryca

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Tô Ryca
Pôster oficial do filme.
 Brasil
2016 •  cor •  110 min 
Direção Pedro Antonio
Produção Paulo Boccato
Coprodução Telecine Productions
Paramount Pictures
RioFilme
Produção executiva Adriana Konig
Roteiro Fil Braz
Elenco Samantha Schmütz
Katiuscia Canoro
Marcus Majella
Fabiana Karla
Mauro Mendonça
Marcelo Adnet
Marília Pêra
Fiorella Matheis
Género comédia
Cinematografia Julio Costantini
Edição Maria Rezende
Distribuição Paris Filmes
Downtown Filmes
Lançamento 22 de setembro de 2016
Idioma português
Orçamento R$ 4 milhões[1]
Receita R$ 17 milhões[2]
Cronologia
Tô Ryca 2
(2020)

Tô Ryca (estilizado como Tô Ryca!) é um filme brasileiro de 2016, sendo uma comédia dirigida por Pedro Antonio. Foi recebido como "bom" pela crítica,[3][4] o filme levou 1,119,716 de pessoas aos cinemas.[5]

A produção foi o último filme da atriz Marília Pêra, que faleceu durante a pós-produção do filme, em 5 de dezembro de 2015.[6][7]

Conforme lembrado pela revista Veja, o enredo de "Tô Ryca!" é idêntico à comédia americana Chuva de Milhões, de 1985[8].

Sinopse[editar | editar código-fonte]

O filme conta a história de Selminha Oléria Silva, conhecida como SOS, uma frentista que tem a chance de deixar seus dias de pobreza para trás ao descobrir uma herança de família. Mas para conseguir colocar a mão nessa grana, ela terá que cumprir o desafio lançado por seu tio: precisa gastar R$ 30 milhões em 30 dias, sem acumular nada e nem contar para ninguém. Mas, nessa louca maratona, ela vai acabar descobrindo que tem coisas que o dinheiro não compra.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Referências

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]