Sessão da Tarde

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Este artigo é sobre o programa de televisão. Se procura o álbum de Léo Jaime, veja Sessão da Tarde (álbum).
Sessão da Tarde
Logotipo atual do programa usado desde 2013
Informação geral
Formato Programa de variedades
Gênero Sessão de Filmes
Duração Variável (depende do filme)
País de origem  Brasil
Idioma original Português
Produção
Tema de abertura
  • Instrumental (1974-2013)
  • Coral (2013-presente)
Exibição
Emissora de televisão original Rede Globo
Formato de exibição
Transmissão original 11 de março de 1974 (42 anos) - presente
N.º de temporadas 42
N.º de episódios vários
Cronologia
Programas relacionados

Sessão da Tarde é um programa de televisão brasileiro, uma sessão de filmes exibida pela Rede Globo de segunda a sexta-feira. É exibido nas tardes da emissora desde o dia 11 de março de 1974, sendo uma das sessões de filmes mais duradouras e conhecidas da televisão brasileira, sucedendo a extinta Sessão das Duas.

Filmes[editar | editar código-fonte]

Em geral, os filmes apresentados são de comédia, aventura e em alguns casos ação ou drama. Antigamente a Sessão apresentava todo tipo de filme, mas com o surgimento das classificações indicativas a Sessão perdeu boa parte do seu acervo já que não pode exibi-los no horário. Por causa do horário, a Globo nunca exibiu filmes com cenas não recomendadas para menores de 12, 14, 16 e/ou 18 anos na Sessão da Tarde.

Audiência e repercussão[editar | editar código-fonte]

Atualmente, em todo o Brasil, a sessão de filmes possui 15 pontos de média e 47% de participação, sendo líder absoluta em seu horário de exibição. Seu público, na maioria, é composto por pessoas entre 25 e 49 anos (37%), pela classe C (53%) contra 24% das classes A e B, e 23% das classes D e E. A maioria é de mulheres acima de 18 anos, que compõem 49% de seu público.[1]

Controvérsia em 2013[editar | editar código-fonte]

No dia 29 de janeiro de 2013, a emissora trocou o filme "O Cachorro Bombeiro" por "Ninguém Segura Esses Fantasmas", apesar das chamadas e do próprio site. O motivo foi evitar qualquer alusão ao incêndio na Boate Kiss, que matou 242 pessoas e feriu mais de 600 jovens, ocorrido dois dias antes.[2]

Troca de horários[editar | editar código-fonte]

A Rede Globo modificou a sua programação, desde o dia 17 de fevereiro de 2014, em relação à grade do período da tarde, quando a Sessão da Tarde passou a ser exibida depois do Vídeo Show e antes do Vale a Pena Ver de Novo, invertendo uma ordem mantida por muitos anos.[3]

Queda de Audiência e Rumores de Fim[editar | editar código-fonte]

Entre 2006 e 2013, a audiência da faixa de filmes caiu de 34,1 para 19,8 pontos.[4]

Por conta disso, começaram a vir os rumores de que a Sessão seria extinta.[5] Surgiram boatos de que, no lugar, viria um segundo horário de reprise de novelas no Vale a Pena Ver de Novo, a volta da Sessão Aventura, ou um programa ao vivo. Mas nada disso foi confirmado.

Em 7 de outubro de 2013, a Sessão ganhou uma vinheta nova, e também incrementou as chamadas. Em Goiás, Distrito Federal e Espírito Santo,[6] onde a audiência era mais crítica, a emissora fez uma experiência e inverteu os horários. A Sessão da Tarde começou a entrar entre o Vídeo Show e o Vale a Pena Ver de Novo. Em 17 de fevereiro de 2014 essa "inversão" passou a ser oficial em todo o país.[7]

Curiosidades[editar | editar código-fonte]

Broom icon.svg
Se(c)ções de curiosidades são desencorajadas pelas políticas da Wikipédia.
Ajude a melhorar este artigo, integrando ao corpo do texto os itens relevantes e removendo os supérfluos ou impróprios.
  • Durante os anos 80 e parte da década de 90 era muito comum a exibição de filmes dirigidos por Jerry Lewis, tendo feito inclusive até "festivais" com filmes do diretor.
  • Nos primeiros 15 anos, a Sessão da Tarde era mais focada em clássicos dos anos 50 e 60, só por volta dos anos 90 é que seu foco mudou para filmes mais cômicos e infantis.
  • A então minissérie com duração de uma semana cada capítulo cada, "Jesus de Nazaré" foi transformada em um filme de 6 horas na sessão, na Sexta-feira da Paixão de 1979 (no dia 13 de abril) com qual tornou-se uma tradição na emissora, exibindo em feriados religiosos, na maioria católicos. O filme foi transmitido ininterruptamente todos os anos até meados do Natal de 1998, quando no ano de 1999, o filme fora exibido pela Rede Record, emissora onde até hoje o transmite. Assim o filme é o recordista de mais tempo em exibição no Brasil, e o filme de mais exibição na televisão.
  • A primeira vez que "A Lagoa Azul" passou na Sessão da Tarde foi em 2 de janeiro de 1990.
  • Também já foi muito comum a Sessão exibir filmes de Xuxa Meneghel e dos Trapalhões.
  • Atualmente, o filme nacional de maior sucesso é "O Menino da Porteira", que conquistou dois dígitos de audiência nas duas vezes em que passou, em 2012 e 2013.
  • No dia 6 de novembro de 2013, depois de um jejum de quase 3 anos, a sessão voltou a exibir o clássico "A Lagoa Azul". A exibição do filme causou bastante repercussão nas redes sociais e continua causando quando é exibida.
  • Entre 1977 e 2000, havia uma interrupção, para a exibição do Festival de Férias nos meses de janeiro e julho, depois foi criada a Sessão da Tarde de Férias.
  • A Sessão já teve uma fase interativa. Em uma semana de julho de 2008, o telespectador pode votar na internet o filme que passaria no dia seguinte. Da mesma maneira que ocorria no extinto Intercine.
  • É muito comum associar a Sessão da Tarde às suas famosas chamadas. Durante a década de 2000, eram usadas frases com jargões repetitivos e bregas como "uma galera da pesada apronta altas confusões""em clima de azaração""fazem coisas que até Deus duvida", entre muitos outros, com o objetivo de estimular o telespectador a assistir aos filmes[8]. Atualmente há um cuidado para evitar essas repetições.
  • Filmes como "Jesus de Nazaré", "K-9 - Um Policial Bom Pra Cachorro", "E.T. - O Extraterrestre" e "Babe - O Porquinho Atrapalhado" não podem mais ser exibidos na sessão pois estão com a Rede Record.
  • Já os outros filmes que não podem ser exibidos por conta da classificação indicativa são exibidos no Corujão.
  • Até 1991 os três filmes mais exibidos na Sessão da Tarde eram 'Jesus de Nazaré', 'O Seresteiro de Acapulco' e 'Sortilégio de Amor'.
  • Eventualmente a Sessão deixa de ser exibida para transmitir algum evento esportivo ou outro evento similar.
  • Entre 27 de julho e 7 de agosto de 2015, a Sessão não foi exibida, para dar lugar a novela Caminho das Índias, que foi exibida juntamente no Vale a Pena Ver de Novo com os últimos capítulos de O Rei do Gado.[9]
  • A Sessão novamente teve uma versão interativa. Em agosto de 2015, o telespectador pode votar na internet o filme que passaria no dia seguinte.[10] Isso se repetiu em 12 de outubro, a atração teve uma versão interativa especial do dia das crianças.
  • No Acre, a Sessão da Tarde não exibe filmes, e sim a série estadunidense Jovens Bruxas, para que o programa tenha uma duração menor. Isso deve-se pelo fato do estado adotar duas horas a menos em relação ao horário de Brasília (chegando a três no Horário de Verão) e a necessidade de realizar ajustes na programação da TV Acre e TV Cruzeiro do Sul - responsáveis pela retransmissão da Rede Globo no estado - para que seja transmitido ao vivo o Jornal Nacional às 18h30 (20h30 em Brasília). (veja Rede Fuso)
  • A Sessão da Tarde exibe filmes com o gosto da galera. Atualmente é exibido em toda rede, (menos para os estados do CE, BA, PB, GO, PR e PE).

Aberturas[editar | editar código-fonte]

  • 11 de março de 1974 - 29 de dezembro de 1989: Esta primeira vinheta tinha um fundo rosa, logo em seguida aparecia o logotipo da "Sessão da Tarde" tremendo em cima e em baixo, continuava assim até o final formando o logotipo.

Essa segunda vinheta tinha, muitas fotos de artistas do cinema e, no final, as letras voam para fora da tela, formando o logotipo. O instrumental foi outro, antes da próxima vinheta. De 1989 a 1990, o bloco foi temporariamente substituído pelo Festival de Férias. Retornou em 1990.

  • 1º de janeiro de 1990 - 2 de setembro de 1999: Nesta abertura há um arco-íris no céu sob os nomes que formam o logotipo (cor dourada) e, no final, a íris e o céu são transferidos para o fundo escuro, os quais formam o logotipo.
  • 3 de setembro de 1999 - 9 de abril de 2004: A abertura foi modernizada na época: O arco-íris foi substituído por algumas cores aparentemente translúcidas. As nuvens foram refeitas e a animação do logo também. A primeira versão foi ao ar de 1999 a 2000, a segunda versão, que surgiu de 2000 a 2004, o logotipo apareceu tinha o logotipo da Globo em vidro (como em todas as vinhetas dos programas da emissora em 2000. Era o Globo de vidro, em comemoração aos 35 anos da Rede Globo).
  • 12 de abril de 2004 - 4 de outubro de 2013: A fonte tornou-se tão translúcido azul, letras logo girava em torno de um arco-íris no céu. Ao formar o logotipo, o arco-íris é juntamente com a primeira palavra.
  • 7 de outubro de 2013 - atualmente: A abertura mudou de identidade e arranjo. As linhas de tamanhos diferentes, são dispersos e mudar de cor de fundo, no fim, as bandas de formar o novo logotipo. A música, que era instrumental desde 1974, passou a ser cantada em coral, sendo que essa abertura raramente é exibida.

Referências

  1. Dados de Mídia da Sessão da Tarde Rede Globo
  2. Rede Globo muda o filme da Sessão da Tarde por causa de tragédia em Santa Maria Notícias br
  3. Globo inverte novela e Sessão da Tarde Meio & Mensagem
  4. JIMENEZ, Keila (27 de outubro de 2013). «No ar desde 1974, 'Sessão da Tarde' está ameaçada de extinção». Folha de S.Paulo. Consultado em 20 de agosto de 2015. 
  5. ALOÍSIO JÚNIOR (29 de julho de 2015). «Pensando no fim da “Sessão da Tarde”, Globo pode abrir segundo horário de reprises». TV Foco. Consultado em 20 de agosto de 2015. 
  6. PACHECO, Paulo (28 de janeiro de 2014). «Globo inverte Sessão da Tarde e Caras & Bocas em todo o Brasil». Notícias da TV. Consultado em 20 de agosto de 2015. 
  7. «Globo inverte 'Vale a Pena Ver de Novo' e 'Sessão da Tarde'». Veja. 28 de janeiro de 2014. Consultado em 20 de agosto de 2015. 
  8. MARAFON, Renato (10 de março de 2014). «Os 10 filmes mais exibidos e lembrados da "Sessão da Tarde"». Cine Pop. Consultado em 31 de março de 2016. 
  9. «Sessão da Tarde dá lugar a Caminho das Índias e a O Rei do Gado; saiba». Rede Globo. 24 de julho de 2015. Consultado em 20 de agosto de 2015. 
  10. FORATO, Thiago (13 de agosto de 2015). «Globo prolonga "Sessão da Tarde" interativa por mais uma semana». Na Telinha. Consultado em 20 de agosto de 2015. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]