The Running Man (1987)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Se procura o livro de Stephen King, veja O Concorrente.
The Running Man
O Gladiador (PT)
O Sobrevivente (BR)
Estados Unidos
1987 •  Cor •  101 min 
Direção Paul Michael Glaser
Produção Tim Zinnemann
George Linder
Roteiro Steven E. de Souza
Baseado em The Running Man de Richard Bachman
Elenco Arnold Schwarzenegger
Richard Dawson
Maria Conchita Alonso
Género Ficção científica
Música Harold Faltermeyer
Direção de fotografia Thomas Del Ruth
Figurino Robert Blackman
Edição Mark Roy Warner
Edward A. Warschilka
John Wright
Distribuição TriStar Pictures
Lançamento 13 de novembro de 1987
Idioma inglês
Página no IMDb (em inglês)

The Running Man (O Sobrevivente (título no Brasil) ou O Gladiador (título em Portugal)) é um filme estadunidense de 1987 do gênero ficção científica, com roteiro de Steven E. de Souza, vagamente baseado no livro de contos intitulado no Brasil de “ O Concorrente ” (The Running Man), de Stephen King, escrito sob pseudônimo de Richard Bachman em 1982. Dirigido por Paul Michael Glaser. Traz algumas cenas que lembram um filme francês com tema similar: Le Prix du Danger.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Em 2017, a economia estadunidense está em colapso e a sociedade encontra-se subjugada por um estado policial totalitário (e com toda a atividade cultural sob censura). O governo mantém a população alienada patrocinando a transmissão de inúmeros programas de TV, nos quais criminosos sentenciados lutam por suas vidas (e também pela própria liberdade) em reality shows ao vivo. O mais popular (e o mais sádico) desses reality shows é o THE RUNNING MAN, apresentado por Damon Killian.

Tudo começa quando Ben Richards, um ex–piloto de um helicóptero militar, se rebela contra seus superiores ao recusar a obedecer à ordem de atirar em manifestantes civis desarmados na Califórnia. Outros militares não hesitam em cumprir o ordenado, e o resultado é um massacre. Richards se torna o bode expiatório da propaganda oficial, e acaba condenado criminalmente como o autor dos disparos. Imagens remontadas e fictícias aparecem na TV, colocando a culpa em Richards.

Passados 18 meses após o mesmo episódio, Richards está numa prisão de trabalhos forçados, quando tenta escapar com 2 prisioneiros: William Laughlin e Harold Weiss. Richards é denunciado por Amber Mendez, uma compositora de vinhetas para a TV, quando tentava fugir para o Havaí. É recapturado quando estava no aeroporto de Los Angeles. A ação de Richards chama a atenção dos produtores do programa, que entram em contato com o governo para forçá-lo a competir junto com seus companheiros (que também haviam sido presos).

No show, Richards e os amigos lutarão ao estilo de gladiadores futuristas, em um local da cidade que foi devastado por um terremoto em 1997. Enquanto eles lutam para sobreviver, Mendez descobre sobre a inocência de Richards e tenta se redimir do erro de tê-lo entregue às autoridades. Por sua vez, Richards fará de tudo não só para limpar o seu nome, como também para mostrar a todos a verdade oculta por trás dos programas de televisão (e provar que nem sempre o fugitivo é o perdedor).

Elenco[editar | editar código-fonte]

Rogerio Bunpass

Ator / Atriz Personagem Dubladores
Arnold Schwarzenegger Ben Richards Garcia Jr.
Richard Dawson Damon Killian Francisco José
María Conchita Alonso Amber Mendez Mônica Rossi
Yaphet Kotto William Laughlin André Luíz Chapéu
Gus Rethwisch Buzzsaw ("Motosserra") José Santa Cruz
Professor Toru Tanaka Subzero
Jim Brown Fireball Orlando Drummond
Jesse Ventura Capitão Liberdade (fisiculturista da TV)
Erland Van Lidth Dynamo Luíz Brandão
Marvin J. McIntyre Harold Weiss
Mick Fleetwood Mic
Sven Ole Thorsen Sven
Kurt Fuller Tony Júlio César Barreiros
Karen Leigh Hopkins Brenda
Dey Young Amy
Rodger Bumpass Phil
Ken Lerner Agente Carlos Marques
Donna Hardle Sra. MacArdle Selma Lopes
Phil Hilton, locutor do show José Santanna
Jon Cutler Técnico Manolo Rey
  • Estúdio:[[Herbert Richers S.A.]
  • Mídia:Televisão/TV Paga

Ligações externas[editar | editar código-fonte]