The Wings of the Dove (filme)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book.svg
Este artigo ou secção não cita fontes confiáveis e independentes (desde maio de 2010). Ajude a inserir referências.
O conteúdo não verificável pode ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Disambig grey.svg Nota: Se procura por série de televisão turca, veja Bana Sevmeyi Anlat.
The Wings of the Dove
As Asas do Amor (PRT)
Asas do Amor (BRA)
 Estados Unidos
1997 •  cor •  102 min 
Direção Iain Softley
Roteiro Hossein Amini
Elenco Helena Bonham Carter
Linus Roache
Alison Elliott
Elizabeth McGovern
Género drama
Idioma inglês

The Wings of the Dove (br: Asas do Amor / pt: As Asas do Amor) é um filme estadunidense de 1997, do gênero drama, dirigido por Iain Softley e baseado no romance homônimo de Henry James.

Produção[editar | editar código-fonte]

O filme é o terceiro longa-metragem de ficção do inglês Iain Softley, e até hoje (2005) seu maior sucesso junto à crítica, com quatro indicações para o Oscar de 1998. De acordo com os especialistas, isto se deve em grande parte à qualidade do elenco: além de excelentes atuações de Linus Roache e Alison Elliott nos papéis de Denton e Milly, o grande destaque do filme é o fenomenal trabalho de Helena Bonham Carter como Kate Croy. Em papéis secundários, integram ainda o naipe de atores Charlotte Rampling, Alex Jennings e Elizabeth McGovern.

Softley contou com uma equipe mista, onde profissionais experientes misturavam-se a outros relativamente jovens. Entre os novatos encontravam-se o compositor Ed Shearmur, que realizava então sua terceria trilha sonora para o cinema, e o roteirista Hossein Amini, que antes da adaptação do romance de Henry James trabalhara apenas com Michael Winterbottom em Jude (1996).

No extremo oposto, destacavam-se o diretor de fotografia português Eduardo Serra, dono de uma sólida carreia internacional desde o início da década de 1980, e a figurinista Sandy Powell, que já fora indicada para o Oscar por Orlando em 1992 e venceria o prêmio duas vezes nos anos seguintes. O editor Tariq Anwar também já tinha sete filmes no currículo, entre eles The Madness of King George.

Asas do amor foi filmado nas cidades de Londres, Stevenage e Bedford, na Inglaterra, e em Veneza, Itália. Entre as locações utilizadas encontram-se mansões e casas históricas inglesas e pontos turísticos tais como a Piazza San Marco e a Basilica di San Marco.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Após o falecimento da mãe, Kate Croy vai morar sob a proteção de sua tia Maud, que pretende utilizar suas conexões na sociedade inglesa para arranjar um bom casamento para a sobrinha. Para isto, entretanto, ela deve abrir mão de quaisquer relações com o pai, um viciado em ópio, e com Merton Densher, jornalista por quem a jovem está apaixonada.

Kate submete-se aos planos de Maud em um primeiro momento, e torna-se companheira de Milly Theale, rica órfã americana em viagem pela Europa. Ela percebe que a Milly parece interessar-se por Densher e, ao descobrir que a amiga sofre de uma doença terminal, vê sua grande chance de obter sua liberdade.

As amigas viajam para Veneza. A convite de Milly, Densher junta-se ao grupo e procura seduzí-la. O plano de Kate consiste em esperar que a americana deixe parte de sua herança para o jornalista ao falecer.

Kate retorna a Londres para deixar livre o caminho para Densher. Sentindo-se insegura, entretanto, ela deixa entender a Lord Mark - outro interessado na fortuna de Milly - o que está ocorrendo na Itália. Após receber a notícia, Mark viaja imediatamente para Veneza e revela a Milly o plano dos jovens amantes.

Milly perdoa os dois, mas termina falecendo. Como previra a amiga, ela deixa parte de sua herança para Densher. Os planos de Kate fracassam, entretanto: o jornalista decide abrir mão do dinheiro pois terminou apaixonando-se pela memória da americana.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Premiações[editar | editar código-fonte]

Applications-multimedia.svg A Wikipédia tem o

Asas do amor foi indicado para quatro Oscar, mas não ganhou nenhum:

  • Melhor atriz (Helena Bonham Carter)
  • Melhor fotografia (Eduardo Serra)
  • Melhor figurino (Sandy Powell)
  • Melhor roteiro adaptado (Hossein Amini)

Concorreu nas mesmas categorias ao BAFTA, e o único vencedor foi o diretor de fotografia Eduardo Serra.

Bonham Carter foi indicada em mais uma dezena de ocasiões, entre as quais o Globo de Ouro e os prêmios da Screen Actors Guild e das associações de críticos de Los Angeles, Toronto e Boston.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Portal A Wikipédia tem o portal:

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre um filme é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.