Tom Clancy's Ghost Recon 2

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Tom Clancy's Ghost Recon 2
Desenvolvedora(s) Red Storm Entertainment
Distribuidora(s) Ubisoft
Designer(s) Christian Allen
Compositor(es) Bill Brown e Tom Salta
Motor Havok Physics 2 levemente modificado (Xbox) [1][2]
Unreal Engine 2 (PS2 e GameCube) [1][3][4]
Plataforma(s) Xbox
PlayStation 2
GameCube
Microsoft Windows(cancelado)[5]
Série Tom Clancy's Ghost Recon
Data(s) de lançamento Xbox[3]
  • AN 16 de novembro de 2004
  • EU 26 de novembro de 2004

PlayStation 2 [6]
  • EU 26 de novembro de 2004
  • AN 30 de novembro 2004
  • JP 18 de agosto de 2005

Nintendo GameCube [7]
  • EU 15 de março de 2004
  • AN 24 de março de 2005
Gênero(s) Tiro tático
Modos de jogo Um jogador, multijogador [8][9]
Tom Clancy's Ghost Recon

Tom Clancy's Ghost Recon 2 é um jogo eletrônico do gênero Tiro em primeira pessoa tático baseado na série Ghost Recon, sendo sequência de Tom Clancy's Ghost Recon. O jogo foi lançado na América do Norte para o console Xbox em 16 de novembro de 2004.[10] O lançamento na Europa ocorreu em em 26 de novembro de 2004, mesma data do laçamento norte americano para PlayStation 2,[6] e atingiu o console GameCube em 15 de março de 2005 [7] A vesão para Microsoft Windows foi cancelada em abril de 2005, em favor da publicação de Ghost Recon Advanced Warfighter.[5]

O modo campanha de PS2 e Nintendo GameCube ocorre em 2007, enquanto a campanha de Xbox, em 2011. Ghost Recon 2 foi atualizado com um Motor de jogo Havok,[2] com a adição de novas opções para multiplayer [9] e a capacidade de comando do voz através do microfone. Os lançamentos de PlayStation 2 e GameCube, que possuem um enredo totalmente diferente da versão para Xbox,[3] foram recebidos com diversas críticas ruins, diferentemente da versão de Xbox que teve uma recepção muito melhor. O jogo se ambienta na Península da Coreia, fato que tem sido criticado pelo governo norte-coreano.[11] Ghost Recon é perifericamente ligado à trama de Splinter Cell: Chaos Theory.

Uma expansão foi lançada em 2 de agosto de 2005 sendo disponível exclusivemente para Xbox, intitulada Ghost Recon 2: Summit Strike, incluiu 11 novas missões no modo single-player, bem como novas armas (como a FN SCAR e a Steyr AUG) e uma expansão do modo multiplayer.[12]

Referências

  1. a b Qualls, Eric. «Xbox and PS2 Ghost Recon 2's to be Different». About.com Xbox Games (em inglês). Consultado em 27 de dezembro de 2012. Arquivado do original em 16 de janeiro de 2013 
  2. a b Casamassina, Matt (6 de maio de 2005). «Tom Clancy's Ghost Recon 2 (avaliação)». IGN (em inglês). Consultado em 24 de junho de 2019. Cópia arquivada em 24 de junho de 2019 
  3. a b c Smith, David (31 de agosto de 2004). «PS2 Ghost Recon 2 Details». 1UP.com (em inglês). Consultado em 27 de dezembro de 2012. Arquivado do original em 21 de julho de 2012 
  4. Ubisoft. «GHOST RECON® 2» (em inglês). Consultado em 27 de dezembro de 2012 
  5. a b Thorsen, Thor (12 de abril de 2005). «PC Ghost Recon 2 canceled». Gamespot (em inglês). Consultado em 15 de agosto de 2009. Cópia arquivada em 24 de junho de 2019 
  6. a b «Informações de Lançamento de Tom Clancy's Ghost Recon 2 para PlayStation 2». GameFAQs. Consultado em 15 de agosto de 2009 
  7. a b «Informações de Lançamento de Tom Clancy's Ghost Recon 2 para GameCube». GameFAQs. Consultado em 15 de agosto de 2009 
  8. Whiteknight (9 de setembro de 2005). «Ghost Recon 3 : Advanced Warfighter GRIN Interview». Ghostrecon.net (em inglês). Consultado em 27 de dezembro de 2012 
  9. a b Adams, David (27 de outubro de 2004). «IGN: Ghost Recon 2 Multiplayer Details». IGN (em inglês). Consultado em 15 de agosto de 2009 
  10. «Informações de Lançamento de Tom Clancy's Ghost Recon 2 para Xbox». GameFAQs. Consultado em 15 de agosto de 2009 
  11. Golze, Benjamin (26 de junho de 2004). «Ghost Recon 2 plotline irks North Korea». Gamespot (em inglês). Consultado em 15 de agosto de 2009 
  12. «Informações de Lançamento de Tom Clancy's Ghost Recon 2 Summit Strike para Xbox». GameFAQs. Consultado em 15 de agosto de 2009