Trine Dyrholm

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Trine Dyrholm
Nascimento 15 de abril de 1972 (50 anos)
Odense
Cidadania Reino da Dinamarca
Alma mater
  • Danish National School of Performing Arts
Ocupação atriz, cantora, autor-compositorvoz
Prêmios
  • Bodil Award for Best Actress in a Leading Role (2006)
  • Bodil Award for Best Actress in a Leading Role (En Soap, 2007)
  • Bodil Award for Best Actress in a Leading Role (Hævnen, 2011)
  • Urso de Prata de melhor atriz (The Commune, 2016)
  • Bodil Award for Best Actress in a Leading Role (The Commune, 2017)
  • Bodil Award for Best Actress in a Leading Role (1991)
  • Prêmio Bodil

Trine Dyrholm (Odense, 15 de abril de 1972) é uma atriz, cantora e compositora dinamarquesa. Ela ganhou o Urso de Prata no Festival de Cinema de Berlim por seu papel em Kollektivet de Thomas Vinterberg.[1]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Trine Dyrholm nasceu em Odense na ilha de Fiónia na Dinamarca. Em 1987, aos 14 anos, participou do festival de música Dansk Melodi Grand Prix. Em 2003, foi indicada ao Robert prisen de melhor atriz pelo filme P.O.V. - Point of View, lançado originalmente em 2001, do diretor Tómas Gislason. Foi novamente indicada em 2006 por Flies on the Wall (2005), em 2007 com Offscreen (2006) e em 2008 com Daisy Diamond de Simon Staho.[2] Ela ganhou o prêmio de melhor atriz coadjuvante em 2005 por Em Suas Mãos e voltou a vencê-lo em 2007 com Além do Desejo.[3]

Em 2009, ganhou o prêmio de melhor atriz na Semana Internacional de Cine de Valladolid por seu papel em Pequeno soldado de Annette K. Olesen e pelo qual foi novamente indicada ao Robert prisen.

Em 2010, protagonizou ao lado de Mikael Persbrandt, ​o filme Em um Mundo Melhor de Susanne Bier.

Em 2016, ela ganhou o Urso de Prata de melhor atriz no Festival Internacional de Cinema de Berlim por sua atuação em The Commune, de Thomas Vinterberg.

Discografia[editar | editar código-fonte]

  • 1987: Danse i Måneskin, Eldorado Records
  • 1988: Blå & Hvide Striber, (com Rock-Nalle), Banzai Records
  • 1988: Et Frossent Ojeblik, It's Magic
  • 2004: Mr. Nice Guy
  • 2005: Den Store Day

Referências

  1. Mariane Morisawa (20 de fevereiro de 2016). «Sem favoritos, competição em Berlim aposta em temas políticos». Veja.com. Consultado em 18 de janeiro de 2022 
  2. «Daisy Diamond». Rotten Tomatoes (em inglês). Consultado em 18 de janeiro de 2022 
  3. Sergio Rizzo (22 de junho de 2007). «Crítica/"Além do Desejo"». Folha de S. Paulo. Consultado em 18 de janeiro de 2022 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Trine Dyrholm