Universidade de Lund

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Universidade de Lund
Lunds universitet
Latim:Universitas Regia Lundensis
Lema Ad Utrumque Paratus[1]
Fundação 1666
Tipo de instituição Universidade pública estatal
Localização Lund, Escânia, Suécia
Funcionários técnico-administrativos 7 600
Total de estudantes 40 000 (2019)
Campus Lund, Helsingborg e Malmo
Página oficial www.lu.se

A Universidade de Lund (em sueco: Lunds universitet; Nuvola apps arts.svg ouça a pronúncia) ou Lunda (em latim: Universitas Regia Lundensis) é uma universidade pública sueca com sede em Lund, e instalações em Helsingborg e Malmo. É frequentada por cerca de 40 000 alunos, e conta com 7 600 professores, investigadores, doutorandos e funcionários. Foi fundada em 1666, sendo a segunda mais antiga universidade sueca (após a Universidade de Uppsala). Hoje em dia (2020), é uma das mais prestigiadas universidades da Europa e está, de acordo com diversos rankings, entre as 101-150 melhores universidades do mundo.[2][3][4][5][6]

História[editar | editar código-fonte]

A Universidade foi criada em 1666 como parte do processo de suequização das antigas províncias dinamarquesas da Escânia, Halland e Blekinge, recentemente conquistadas pela Suécia. Abriu as suas portas em 1668, com a missão de formar funcionários suecos de confiança.[7][8][9]

Biblioteca[editar | editar código-fonte]

A Biblioteca da Universidade de Lund foi fundada juntamente com a universidade, em 1668, sendo uma das maiores e mais antigas bibliotecas da Suécia. Desde 1698, ela recebe cópias de depósito legal de tudo que é publicado no país. Atualmente, seis bibliotecas suecas recebem depósito legal, mas apenas a de Lund e a Biblioteca Real em Estocolmo são obrigadas a manter tudo para a posteridade.[10]

As publicações suecas representam metade das obras do local, as quais somam mais 170 mil metros de estantes. A biblioteca empresta cerca de 620 mil livros por ano, sua equipe de funcionários é de 200 trabalhadores integrais, e suas 33 filiais abrigam 2.600 mesas de leitura[11].

O atual prédio principal, em Helgonabacken, foi inaugurado em 1907. Antes dele, o posto era ocupado pelo prédio Liberiet, situado às proximidades da catedral da cidade. O Liberiet foi construído como uma biblioteca no século XV, mas atualmente funciona como uma cafeteria.[12]

Estudantes e professores notáveis[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. LU 2019c.
  2. Magnusson 2004, p. 213.
  3. LU 2019.
  4. LU 2019a.
  5. LU 2019b.
  6. «Academic Ranking of World Universities 2019 - Sweden». Consultado em 29 de julho de 2020 
  7. Schmidt 2019.
  8. Hadenius 1996, p. 164.
  9. Miranda 2007, p. 589.
  10. «Lunds universitetsbibliotek» (em sueco). Lunds universitet. Consultado em 9 de dezembro de 2014 
  11. «Lunds universitets bibliotek - LUB i siffror 2006». web.archive.org. 29 de março de 2008. Consultado em 17 de outubro de 2019 
  12. «Historia» (em sueco). Universitetsbiblioteket. Consultado em 21 de agosto de 2020 
  13. https://web.archive.org/web/20130724112926/http://www.regeringen.se/sb/d/15192/a/177313

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Hadenius, Stig; Nilsson, Torbjörn; Åselius, Gunnar (1996). «Lunds universitet». Sveriges historia - Vad varje svensk bör veta (História da Suécia – O que todos os suecos devem saber) (em sueco). Estocolmo: Bonnier Alba. 447 páginas. ISBN 91-34-51784-7 
  • Magnusson, Thomas; Sjögren, Peter A. (2004). «Lund». Vad varje svensk bör veta (em sueco). Estocolmo: Albert Bonniers Förlag e Publisher Produktion AB. 654 páginas. ISBN 91-0-010680-1 
  • Schmidt, Frans af; Stjernquist, Nils (2019). «Lunds universitet». Enciclopédia Nacional Sueca (em sueco). Gotemburgo: Universidade de Gotemburgo 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Commons
O Commons possui imagens e outros ficheiros sobre Universidade de Lund