Vassoura

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Disambig grey.svg Nota: Para outros significados, veja Vassoura (desambiguação).
Vassoura
Broom (PSF).jpg
Tipo
escova
ferramenta de limpeza (d)
Características
Material
cerda de Genista (d)Visualizar e editar dados no Wikidata
Utilização
Uso
varrer

Vassoura é um utensílio doméstico de limpeza utilizado para varrer, esfregar ou escovar superfícies. É constituído de cabo reto (de madeira ou metal) com cerdas de piaçava, plástico, feixes de pelo animal, folhas de palmeiras ou outros materiais sintéticos presas em sua ponta inferior.[1][2][3]

Vassoura pequena[editar | editar código-fonte]

Vassoura pequena ou também Mini vassoura é uma vassoura comum só que com cabo reduzido, para que crianças ou anões consigam usar com facilidade.

História[editar | editar código-fonte]

Bastante comum há vários séculos por toda a Europa, as vassouras eram feitas tradicionalmente com cerdas de ericáceas, bétula ou Genista.[4] Mas mais de 100 espécies de plantas já foram documentadas como a origem das cerdas de vassouras produzidas tradicionalmente na Europa.[5]

Cultura popular[editar | editar código-fonte]

Magia[editar | editar código-fonte]

Los Caprichos de Francisco Goya: ¡Linda maestra! - bruxas indo para um Sabbat em uma vassoura

No folclore, as vassouras comumente são associada à feitiçaria como objetos capazes de voar. No fim da Idade Média, foram citadas em depoimentos obtidos por tortura em julgamentos contra pessoas suspeitas de pertencer à seita valdense. A primeira referência conhecida a bruxas voando em vassouras data de 1453, confessada pelo bruxo Guillaume Edelin. Em seu julgamento, confessou que rapidamente se transportava para o recinto onde ocorria o consistório da seita com sua vassoura voadora.[6][7]

Tradições[editar | editar código-fonte]

  • O povo Métis do Canadá tem uma tradição de dança de vassoura. Há exposições onde as pessoas mostram suas habilidades de dança de vassoura. A vigorosa dança da vassoura envolve movimentos rápidos de pés e saltos.[8]
  • "Pular a vassoura" é uma tradição de casamento afro-americana que se originou em casamentos de escravos nos Estados Unidos no século 19. Sua popularidade revivida entre os afro-americanos se deve ao romance de 1976 Roots: The Saga of an American Family.[9] "Pular a vassoura" era uma tradição de casamento na Grã-Bretanha pré-cristã e possivelmente em áreas mais amplas da Europa, como a Escandinávia e as tribos germânicas do Báltico.[carece de fontes?]

Galeria[editar | editar código-fonte]

{{{caption}}}
 
{{{caption}}}
 
{{{caption}}}
 
{{{caption}}}
 

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Houaiss, verbete "vassoura"
  2. «Vassoura». Michaelis On-Line. Consultado em 23 de fevereiro de 2022 
  3. «Vassoura». Infopédia 
  4. «Broom making, besoms, British and European birch and heath brooms». www.oldandinteresting.com. Consultado em 18 de fevereiro de 2022 
  5. Nedelcheva, Anely M.; Dogan, Yunus; Guarrera, Paolo Maria (2 de maio de 2007). «Plants traditionally used to make brooms in several European countries». Journal of Ethnobiology and Ethnomedicine (1). 20 páginas. ISSN 1746-4269. PMC 1884134Acessível livremente. PMID 17475017. doi:10.1186/1746-4269-3-20. Consultado em 18 de fevereiro de 2022 
  6. Monstrelet, Enguerrand de. Chroniques d'Enguerran de Monstrelet, gentil-homme jadis demeurant a Cambray en Cambresis. Paris: Marc Orry. p. f. 151-152 
  7. Ostorero, Martine (2003). «Un prédicateur au cachot : Guillaume Adeline et le sabbat». Dans Médiévales. 1 (44): 73-96 
  8. «Broom Dance». Metisfest. 2001. Consultado em 18 de maio de 2007 
  9. Dundes, Alan (1996). «"Jumping the Broom": On the Origin and Meaning of an African American Wedding Custom». The Journal of American Folklore (433): 324–329. ISSN 0021-8715. doi:10.2307/541535. Consultado em 23 de fevereiro de 2022 
O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Vassoura