Cadeira

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde novembro de 2015). Por favor, adicione mais referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Uma cadeira é um tipo de assento. Essa peça de mobília é apoiada sobre três ou quatro pés, com um encosto que pode elevar-se às vezes acima da altura da cabeça.

Funções[editar | editar código-fonte]

De maneira histórica, a data de criação da cadeira pode datar tempos primordiais, onde o hominídeo utilizava-se de cadeiras simples feitas em pedra. Durante o período da Idade Média, as cadeiras passaram a ser artigos de luxo da nobreza e possuiam armações e construções diversas.

A cadeira chegou ao Brasil no século XVI com a vinda dos portugueses. Até então, por aqui, o mobiliário indispensável eram a rede e a esteira indígenas, ambas de fibras vegetais.

Existem diversos tipos de cadeiras com funções e estilos diversos, como a cadeira elétrica. A cadeira elétrica mata por meio da eletrocussão. O condenado é imobilizado nela e sofre uma série de tensões elétricas. Sua estrutura é feita de madeira. O chão em torno do assento é revestido de borracha para que as cargas não se espalhem de forma difusa. O equipamento foi criado por uma comissão estadual de Nova York encarregada de encontrar um método mais humano de execução do que o enforcamento.

Suas características e tipos são:[editar | editar código-fonte]

  • Os pés - em geral três ou quatro pés, que podem por vezes ser reforçadas por travessas
  • O assento - a parte onde a pessoa pode assentar-se;
  • O encosto.[1]
  • Uma sem braços
  • Uma com braços para apoiar ou descansar os antebraços[2] .

Recorde[editar | editar código-fonte]

Em 2008, o designer italiano de móveis Massimiliano Della Monaca, criou a mais leve cadeira do mundo, com o peso de apenas 617 gramas [3] , apresentada e pesada na cidade de Marina di Carrara, na Itália.

Galeria de imagens[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Cadeira

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • AUSSEL A., BARJONET C., Histoire de l'art - étude des styles du mobilier, Paris, Dunod (Coll. "Métiers"), 2009.
  • CHADENET S., Tous les styles du Louis XIII à l'Art déco, Paris, Élina & Sofédis, 2004.
  • DEFLASSIEUX F., Guide des meubles et des styles, Paris, éd. Solar, 2005.
  • GAUTHIER J. S., La connaissance des styles dans le mobilier, Paris, éd. Charles Moreau (Coll. Bibliothèque des arts de l'ameublement"), 1947.
  • JANNEAU G., Les sièges de l'Art Antique au style Régence, T. 1, Paris, Flammarion (Coll. "Les Arts Décoratifs"), 1928.
  • JANNEAU G., Les sièges du style Louis XV au style Restauration, T.2., Paris, Flammarion (Coll. "Les Arts Décoratifs"), 1928.
  • REYNIÈS N. de, Mobilier domestique - vocabulaire typologique, 2. vol., Paris, MOMUM - éditions du Patrimoine (Coll. "Principes d'analyse scientifique"), 2003.

Referências

  1. CHADENET, Sylvie (2004). Tous les styles du Louis XIII à l'Art déco Élina & Sofédis ed. [S.l.: s.n.] ISBN 2-9503698-1-2. 
  2. AUSSEL, André (2009). Histoire de l'art - étude des styles du mobilier Dunod ed. [S.l.: s.n.] p. 18, 40. ISBN 978-2100522231.  |nome2= sem |sobrenome2= em Authors list (Ajuda)
  3. Guiness book of records [ligação inativa]