Veículo movido a hidrogênio

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Tanque de combustível para hidrógeno líquido da Linde AG, em um museu de Altlußheim

Um veículo movido a hidrogênio é um veículo de combustível alternativo que utiliza hidrogênio molecular como fonte primária de energía para locomoção.

Estes veículos utilizam geralmente o hidrogênio em um de dois métodos: combustão ou conversão da célula de combustível. Na combustão, o hidrogênio se queima como no esquema de um motor de combustão interna, da mesma forma que a gasolina, ou outro combustível. Já através da conversão da célula de combustível, o hidrogênio se converte em electricidade através de células de combustível que movem motores elétricos — nesse esquema a célula de combustível funciona como uma espécie de bateria elétrica.

Veículos movidos com célula de combustível são considerados veículos com emissão zero de poluentes porque o único subproduto do hidrogênio consumido é a água, que também pode mover uma micro-turbina como as encontradas num carro a vapor.

Um veículo movido com bateria de hidrogênio da GM.

Em janeiro de 2010, a Honda foi a única empresa que conseguiu a homologação necessária para comercializar veículos com essa tecnologia. Trata-se do FCX Clarity, distribuído no Japão e Estados Unidos. No momento, a companhia não tem planos para comercializá-los na Europa e em outros países.

Fabricantes de automóveis de hidrogênio[editar | editar código-fonte]

Componentes e sistemas de hidrogênio veicular[editar | editar código-fonte]

  • Há sistema de hidrogênio que produzem gás HHO em baixa demanda, adaptáveis a qualquer tipo de veículo e classe. Não há dispositivos de compressão e armazenamento.[2] A quantidade vai de 10 até 50% de combustível, reduzem cerca de 80% das emissões de CO2 e aumenta a potência sem danificar o motor[3].

Custos[editar | editar código-fonte]

Existem sistemas de hidrogênio que podem ser financiados por apenas 60 euros (€60,00) por mês[3].

Aeronaves[editar | editar código-fonte]

Empresas como a Boeing, Lange Aviación e o Centro Aeroespacial Alemão usam o hidrogênio como combustível para os aviões. Em fevereiro de 2008, a Boeing realizou um voo tripulado em um pequeno avião com propulsão a célula de combustível. Foram testados também aviões não tripulados de oxigênio.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Commons
O Commons possui imagens e outros ficheiros sobre Veículos de hidrogênio