Sassá

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Wélissa de Souza Gonzaga)
Ir para: navegação, pesquisa
Sassá
campeã olímpica
Sassá em 2014, atuando na Polônia.
Voleibol
Nome completo Wélissa de Souza Gonzaga
Apelido Sassá
Modalidade Voleibol indoor
Nascimento 9 de setembro de 1982 (34 anos)
Barbacena, MG
Nacionalidade  brasileira
Compleição Peso: 76 kg Altura: 1,79 m
Clube Brasil Fluminense FC
Medalhas
Competidora do Bandeira do Brasil Brasil
Jogos Olímpicos
Ouro Pequim 2008 Equipe
Campeonatos Mundiais
Prata Japão 2006 Equipe
Prata Japão 2010 Equipe
Copa do Mundo
Prata Japão 2003 Equipe
Prata Japão 2007 Equipe
Grand Prix
Ouro Reggio Calabria 2004 Equipe
Ouro Sendai 2005 Equipe
Ouro Reggio Calabria 2006 Equipe
Ouro Yokohama 2008 Equipe
Ouro Tóquio 2009 Equipe
Prata Ningbo 2010 Equipe
Prata Macau 2011 Equipe
Bronze Omaha 2015 Equipe
Copa dos Campeões
Ouro Japão 2005 Equipe
Prata Japão 2009 Equipe
Jogos Pan-Americanos
Prata Rio de Janeiro 2007 Equipe
Competidora de Osasco
Campeonatos Mundiais
Prata Doha 2010 Equipe
Salonpas Cup
Ouro São Paulo 2008 Equipe
Campeonato Sul-Americano
Ouro Lima 2009 Equipe
Ouro Lima 2010 Equipe
Competidora do Sesi-SP
Torneio Top Volley
Prata Basileia 2012 Equipe

Wélissa de Souza Gonzaga, mais conhecida como Sassá (Barbacena, 9 de setembro de 1982), é uma jogadora de voleibol brasileira da seleção feminina e da equipe Brasília Vôlei. Em 2008, ela sagrou-se campeã olímpica nas Olimpíadas de Pequim. Depois de jogar a maior parte da carreira como ponteira, em 2015 mudou de posição para se tornar líbero.

Sassá começou a jogar no Olympic, de Barbacena, sua cidade natal. Acabou indicada para o Vasco da Gama, do Rio, onde fez sua estreia na Superliga. Em seguida defendeu o Rio de Janeiro por sete temporadas e o Osasco por três, conquistando a Superliga quatro vezes. Vestiu a camisa do polonês Gornicza por um ano, assim como a do Praia Clube Uberlândia, de Uberlândia, quando entrou em quadra pela última vez como ponteira.[1] Percebendo que tinha uma desvantagem de altura na posição, resolveu se tornar líbero, atendendo um convite do técnico da seleção José Roberto Guimarães.[2] Sassá estreou como líbero no Grand Prix de Voleibol de 2015, onde ganhou medalha de bronze,[3] e em seguida virou a líbero do Brasília.[1]

Clubes[editar | editar código-fonte]

Clube País De Até
Vasco da Gama  Brasil 2000 2001
Rexona-Ades  Brasil 2001 2008
Osasco  Brasil 2008 2011
SESI-SP  Brasil 2011 2013
MKS Dąbrowa Górnicza  Polónia 2013 2014
Praia Clube Uberlândia  Brasil 2014 2015
Brasília Vôlei  Brasil 2015 2016
Fluminense FC[4]  Brasil 2016

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Olympic pictogram Volleyball.png Este artigo sobre um(a) voleibolista, integrado ao Projeto Desporto, é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.