Aconcágua

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Aconcágua
O monte Aconcágua em 2010.
Aconcágua está localizado em: Argentina
Aconcágua
Localização do Aconcágua, Argentina
Coordenadas 32° 39' 11" S 70° 0' 43" O
Altitude 6962 m (22841 pés)
Proeminência 6962 m
Listas Sete cumes
Ponto mais alto de um país
Ultra
Localização Mendoza,  Argentina
Cordilheira Andes
Primeira ascensão 1897 por Matthias Zurbriggen
Rota mais fácil Rota Noroeste

O monte Aconcágua (Sentinela de Pedra) com 6.960,8[1] [2] metros de altitude, é simultaneamente o ponto mais alto das Américas, de todo o Hemisfério Sul e seria a montanha mais alta do mundo se não houvesse a cordilheira do Himalaia. Fica localizado nos Andes argentinos, a cerca de 11.223 km da cidade de Mendoza. Está localizado no Parque Provincial Aconcágua, cuja entrada fica próxima ao povoado de Puente del Inca.

Possui três vias de acesso: a normal, o Glaciar dos Polacos e a Parede Sul. A mais frequentada é a rota normal ou noroeste, que apresenta menos obstáculos técnicos - mesmo assim, não é recomendada para aventureiros não aclimatados ou não experientes. As outras duas requerem escalada em gelo e rocha. A sua silhueta árida, os cumes gelados, o deserto de um lado e o oceano do outro mostram a magnitude e a magia da natureza.

Por ser a montanha mais alta das Américas[3] desafia todos os anos montanhistas de todo mundo a escalá-la. Existem alguns locais para acampamentos para quem deseja realizar a subida da montanha: Confluência a 3368 m de altitude, Plaza de Mulas 4370 m – que é o acampamento base –, Nido de Condores a 5560 m e Berlim a 5926 m.

Apesar de sua altitude, o Aconcágua não é uma montanha difícil de ser escalada do ponto de vista técnico, pois para atingir o seu cume pela rota normal não é necessário que o montanhista realize escaladas técnicas. Porem a subida pela face sul do Aconcágua é considerada uma das mais perigosas do mundo. Para superar blocos de gelo do tamanho de edifícios são necessários bom conhecimento técnico e enorme capacidade física.

O desafio que a montanha apresenta é um teste de resistência física pois o montanhista tem que superar o frio e a falta de oxigênio comum às grandes altitudes.

O Aconcagua foi escalado pela primeira vez pelo suíço Mathias Zürbriggen em 1897[4] .

Em 2002, Rodrigo Raineri e Vitor Negrete formaram a única dupla brasileira a escalar a Face Sul do Aconcágua, bem como a Rota Noroeste em pleno inverno, em 2004.

Em 24 de dezembro de 2013, Tyler Armstrong, um menino norte-americano de nove anos, alcançou o monte Aconcágua[5] .

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Commons
O Commons possui imagens e outros ficheiros sobre Aconcágua

Referências

  1. Maximo Kausch (10/02/2011). As 110 montanhas de 6000 nos Andes. AltaMontanha.com.
  2. Monte Aconcágua tem nova altura oficial Paraná-Online
  3. Maximo Kausch (10/02/2011). As 110 montanhas de 6000 nos Andes. AltaMontanha.com. Página visitada em 09/06/2014.
  4. Mathias Zürbriggen, o conquistador do Aconcagua. AltaMontanha.com (13/04/2011). Página visitada em 09/06/2014.
  5. Menino de nove anos "conquista" pico na Argentina.