Age of Wonders

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Age of Wonders
Produtora Epic Mega Games
Triumph
Editora(s) Gathering of Developers (EUA)
Take Two Interactive (Europa)
Plataforma(s) Windows
Data(s) de lançamento Estados Unidos 1999
Gênero(s) Estratégia, Fantasia
Modos de jogo Single Player, Multi Player
Número de jogadores 6
Média 1 CD

Age of Wonders é um videogame de fantasia e estratégia para computador, baseado em turnos. Muito semelhante a Master of Magic, do qual incorporou vários elementos, chegou a ser considerado por alguns críticos o seu sucessor, à época do lançamento, em 1999[1] .

O jogo ganhou duas continuações, Age of Wonders II: The Wizard's Throne, lançado em 2002, e Age of Wonders: Shadow Magic, de 2003.

Elementos do jogo[editar | editar código-fonte]

Cada jogador comanda uma das raças do jogo: orcs, humanos, anões, elfos, halflings, mortos-vivos, azracs, homens altos (highmen), homens-lagartos, frostlings, elfos das trevas e goblins. Em cada mapa ou cenário estão disponíveis no mínimo duas e no máximo 12 destas raças[2] .

Cada raça dispõe de unidades diferentes, com capacidades semelhantes, porém características diferentes, e uma determinada unidade só pode ser criada numa cidade habitada pela raça correspondente.

Equipamentos como máquinas de guerra e navios são produzidos em instalações especiais (oficinas e estaleiros, respectivamente), que também podem ser conquistadas pelo jogador.

Jogando contra outra(s) pessoa(s) ou contra uma inteligência artificial, o jogador deve mover suas unidades por um mapa em três níveis (um na superfície e dois subterrâneos) para conquistar cidades, minas de ouro e outras fontes de recursos. O controle de riquezas e magia permite criar novas unidades ou aperfeiçoar as existentes, até que o jogador consiga dominar o mapa, vencendo assim o jogo.

Cada ação do jogador que afete outras raças, seja de forma benéfica (desenvolver cidades, promover migrações, atacar os inimigos) ou maléfica (atacar, destruir ou pilhar cidades) afeta o seu relacionamento diplomático. Assim, é possível criar e romper alianças estratégicas para facilitar a conquista de territórios e recursos.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Age of Wonders - Análise de Outer Space
  2. Review de Age of Wonders para PC de Outer Space. Gamevicio.com, 20 de junho de 2009