Lista de jogos eletrônicos banidos

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Este artigo não cita fontes confiáveis e independentes. (desde fevereiro de 2013). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Essa é uma lista com jogos eletrônicos que foram banidos. Alguns jogos foram relançados ou modificados para serem lançados nos territórios.

Alemanha[editar | editar código-fonte]

Arábia Saudita[editar | editar código-fonte]

Austrália[editar | editar código-fonte]

Brasil[editar | editar código-fonte]

  1. Blood (Banido por impacto de muita violência)
  2. Carmageddon (Banido por impacto de muita violência)
  3. Doom (Banido por impacto de muita violência)
  4. Duke Nukem 3D (Banido por impacto de muita violência)
  5. EverQuest (Banido por moralidade corrompedora de menores)
  6. Mortal Kombat (Banido por impacto de muita violência)
  7. Requiem: Avenging Angel (Banido por impacto de muita violência)
  8. Postal (Banido por impacto de muita violência)
  9. Bully Scholarship Edition (Banido por impacto de muita violência) (Banimento continua em vigor)
  10. Grand Theft Auto:Episodes From Liberty City.(Banido por direitos autorais)

China[editar | editar código-fonte]

Coréia do Sul[editar | editar código-fonte]

Estados Unidos[editar | editar código-fonte]

  • The Guy Game (Banido por acusação de pornografia infantil)

Irlanda[editar | editar código-fonte]

Japão[editar | editar código-fonte]

México[editar | editar código-fonte]

Nova Zelândia[editar | editar código-fonte]

Singapura[editar | editar código-fonte]

  • Mass Effect (Banido por causa do encontro lésbico entre uma humana e uma extraterrestre, o banimento foi depois revogado)
  • The Darkness (Banido por violência excessiva)