Arhat

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Portal A Wikipédia possui o
Portal do Budismo
Estátuas de quinhentos arhats no templo Longhua, em Xangai, na República Popular da China
Commons
O Commons possui multimídias sobre Arhat

Arhat é um termo sânscrito usado em religiões orientais e escolas de esoterismo do ocidente para designar um ser de elevada estatura espiritual. A palavra tem, como variantes, as formas arahat, arahant, araham, rahat e lohan (na China)1 . Significa, literalmente, "o digno,2 aquele que merece louvores divinos".

Foi, primeiro, empregada para nomear os santos do jainismo. Posteriormente, o termo foi adotado pelo budismo e pela teosofia com a mesma finalidade de designação de um grande sábio.

Existem algumas ligeiras variações de significado entre as várias escolas que usam a palavra, mas, em suma, concordam que o arhat, se não atingiu a meta final da evolução humana, dela está muito próximo, e que, tendo cumprido o caminho que leva às iniciações mais elevadas, penetra nos primeiros estágios do nirvana e já não está obrigado ao renascimento.

O budismo considera o próprio Buda um arhat, embora designe com a mesma palavra os seus seguidores mais importantes, demonstrando que existe um diferencial para com a condição de Buda, mesmo ambas coincidindo em outros pontos - o que diz da elevada qualidade do arhat. No jainismo, é o mesmo que jina, um ser que obteve a iluminação e que ensina aos outros como obtê-la. Para a teosofia, arhat é, ainda, um termo técnico que indica aquele que atravessou com sucesso a 4ª Iniciação, estando imediatamente abaixo do nível de Mestre de Sabedoria ou Adepto.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Buddhist studies: deities and boddhisattvas. Disponível em http://www.buddhanet.net/e-learning/history/lohan_h.htm. Acesso em 13 de setembro de 2013.
  2. Darmapada: a doutrina budista em versos. Tradução de Fernando Cacciatore de Garcia. Porto Alegre, RS. L&PM Editores. 2010. p. 15.

BLAVATSKY, H. P. Glossário Teosófico. São Paulo: Ground, sem data.