Arquidiocese de Toulouse

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa


Arquidiocese de Toulouse ou Tolosa
Archidiœcesis Tolosanus (-Convenarum-Rivensis)
Catedral de Santo Estêvão de Toulouse
Localização
País França
Dioceses Sufragâneas Albi
Auch
Cahors
Montauban
Pamiers
Rodez
Tarbes et Lourdes
Estatísticas
População 1 200 000
Área 6 372 km²
Paróquias 630
Sacerdotes 305
Informação
Rito romano
Criação da Diocese Século III
Elevação a Arquidiocese 11 de julho de 1317
Padroeiro Santo Estêvão
Governo da Arquidiocese
Arcebispo Robert Le Gall, O.S.B.
Jurisdição Arquidiocese Metropolitana
Contatos
Endereço Archeveche, B.P. 7208, 24 rue Perchepinte, 31073 Toulouse
Página Oficial http://catholique-toulouse.cef.fr/
dados em catholic-hierarchy.org
Província eclesiástica de Toulouse

A Arquidiocese de Toulouse ou Tolosa (Archidiœcesis Tolosanus (-Convenarum-Rivensis)) é uma arquidiocese da Igreja Católica situada em Toulouse, na França. É fruto da elevação da Diocese de Toulouse, erigida no século III e, em 19 de janeiro de 1935, teve unificado os títulos da diocese de Rieux e da diocese de Saint-Bertrand-de-Comminges. Seu atual arcebispo metropolita é Robert Le Gall. Sua é a Catedral de Santo Estêvão de Toulouse.

Possui 630 paróquias assistidas por 305 párocos e cerca de 63,6% da sua população jurisdicionada é batizada[1] .

História[editar | editar código-fonte]

A diocese de Toulouse foi erigida em meados do século III por São Saturnino, que evangelizou a região. Era originalmente um sufragânea da Arquidiocese de Narbonne.

Entre os séculos XI e XIII era generalizado na diocese o catarismo.

Em 11 de julho de 1317, Toulouse foi elevada à categoria de arquidiocese metropolitana pela bula Salvator noster do Papa João XXII e, simultaneamente, cedeu outros pedaços de terra em favor da ereção de quatro dioceses: Montauban, Saint-Papoul, Lombez e Rieux. Em 26 de setembro do mesmo ano deu outros pedaços de terra em favor da ereção das Dioceses de Mirepoix e Lavaur[2] .

O protestantismo apareceu em Toulouse em 1532, trazido pelos alunos. Em 1550 o Cardeal Coligny, arcebispo da cidade, demitiu-se para abraçar a Reforma, quatorze anos mais tarde casou-se. Enquanto isso, em 1563, católicos haviam se reunido em uma liga para defender as prerrogativas do catolicismo, ganhando o controle da cidade entre 1586 e 1595. Henrique IV seria reconhecido apenas em 1596.

Após a Concordata com a bula Qui Christi Domini do Papa Pio VII de 29 de novembro de 1801, a arquidiocese mudou as suas fronteiras para acomodar os departamentos de Haute-Garonne e de Ariège, incluindo, assim, o território da diocese de Couserans, de Pamiers e Rieux, e parte do território da diocese de Comminges, Lectoure, de Lombez, Mirepoix, de Montauban e Saint-Papoul.

Em 6 de outubro de 1822 pela bula Paternae charitatis do Papa Pio VII, foram removidas todas as dioceses mencionadas, enquanto a diocese de Pamiers foi restabelecido para obtenção de terras pela Arquidiocese de Toulouse. Os arcebispos de Toulouse passaram a ter o privilégio de acrescentar ao seu título como arcebispos de Narbonne.

Em 19 de janeiro de 1935, os arcebispos de Toulouse ganharam o direito de acrescentar ao seu título os da diocese de Rieux e da diocese de Saint-Bertrand-de-Comminges, suprimidas.

Em 8 de dezembro de 2002, com a reorganização da províncias eclesiásticas da França, a província eclesiástica de Toulouse perdeu a diocese de Carcassonne, enquanto expandiu com a aquisição das antigas metropolitas de Albi e Auch, como suas sufragâneas.

EM 14 de junho de 2006 o título de Narbonne foi transferido para os bispos de Carcassonne, em cujo território se encontra a antiga sé metropolitana.

Prelados[editar | editar código-fonte]

Bispos[editar | editar código-fonte]

Arcebispos[editar | editar código-fonte]

Fontes[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Dados de 2006.
  2. Cfr. Louis Caillet, La papauté d'Avignon et l'Eglise de France, 1975, p. 112.
  3. Mencionado como bispo de Eauze segundo fontes medievais.
  4. Retirado antes de 360.
  5. Morreu em 14 de maio de 671 (ou 678). Cfr. Gams.
  6. Ordenado de Roma pelo Papa Bonifácio VIII, morre em Orvieto sem tomar posse da sua sé.
  7. Nomeado pelo rei francês em 15 de agosto 1687, é confirmado pela Santa Sé somente 7 anos mais tarde.


Small Mitre.svg Arquidioceses católicas da França Bandeira da França
Sés metropolitanas
Besançon | Bordeaux | Clermont | Dijon | Lille | Lyon | Marselha | Montpellier
Paris | Poitiers | Reims | Rennes | Rouen | Toulouse | Tours
Sés arquiepiscopais
Aix-Arles | Albi | Auch | Avignon | Bourges | Cambrai
Chambéry–Saint-Jean-de-Maurienne–Tarentaise | Sens | Strasbourg