Bala de goma

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Balas de goma

A bala de goma, jujuba (português brasileiro) ou goma (português europeu) é um doce gelatinoso, comum em festas infantis. São muito conhecidas as em forma de ursinhos, minhocas, existindo em muitas outras variedades.

Em Portugal, a designação "goma" abrange também a variedade mais suave, correspondente aos "marshmallows" anglo-saxónicos.

Outras versões tradicionais incluem garrafas de coca-cola, minhoca, ,[1] hamburguers, cerejas, garrafas de soda, tubarão, hipopótamos, lagostas, melancias, polvo, maçã, pêssego, laranja e até Smurfs.

História[editar | editar código-fonte]

Gummies têm uma longa história como doce popular. O doce foi inventado pelo pai de Hans Riegel em 1922.[2]

Em 2008, a companhia R.M. Palmer Co assinou um acordo com a Ringling Bros e Barnum & Bailey Circus para se tornar um produtor autorizado a produzir gummies.[3] [4]

Existe também as variedades produzidas pela Lutti, que foi então comprado pela divisão francesa da Leaf Candy Company e é agora controlada por um grupo de investimento privado.

Em fevereiro de 2005, queixas da New Jersey Society for the Prevention of Cruelty to Animals (Sociedade para a Prevenção da Crueldade contra os Animais de Nova Jersey) contra a Kraft Foods fizeram com que a empresa interrompesem a produção de uma linha em forma de animais mortos por atropelamento. A sociedade queixou-se que os produtos, em forma de esquilos parcialmente atropelados, galinhas e cobras, daria às crianças uma mensagem errada sobre o tratamento adequado dos animais.[5]

Saúde[editar | editar código-fonte]

Diversas balas de goma

Junto com chocolate, frutos secos revestidos de chocolate e frutas, chiclete, pirulito s, caramelo confeitos, marshmallows, os doces de goma foram proibidos em algumas escolas canadenses.[6]

Os cientistas estudaram a adição de proteção de dente como substituto do açúcar xilitol para combater as cáries.[7] As balas também podem servir de veículo para suplementos dietético como guaraná, vitamina C, vitamina B e outros aditivos também estão no mercado.[8]

Referências