Bart the General

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
"Bart the General"
Episódio de The Simpsons
Bart the General2.jpg

Bart vigia seu exército de meninos.
Episódio nº 5
Título no Brasil Bart, o General
Código de produção 7G05
Estreia original 4 de fevereiro de 1990
Produtor(es) James L. Brooks
Matt Groening
Sam Simon
Escritor(es) John Swartzwelder
Diretor(es) David Silverman
Temporada 1ª Temporada
Comentário de DVD Matt Groening
James L. Brooks
David Silverman
Episódios da 1ª Temporada
Cronologia de episódios de The Simpsons
Último
Último
"Problemas em Casa"
"Lisa Tristonha"
Próximo
Próximo

Bart the General (em português Bart, o General) é o quinto episódio da primeira temporada de The Simpsons, exibido originalmente em 4 de fevereiro de 1990.[1] O episódio foi escrito por John Swartzwelder e dirigido por David Silverman.[1]

Produção[editar | editar código-fonte]

Esse episódio por ser muito longo não apresentou a sequência de abertura normal, ao invés disso, o episódio começa com uma imagem da faixada da casa dos Simpsons.[2] O diretor David Silverman dirigiu ao mesmo tempo o episódio Bart, o Gênio.[1] Originalmente foi planejado que a música War de Edwin Starr seria utilizada no episódio, mas essa ideia foi abandonada posteriormente porque a produção considerou que a música não se enquadrava bem na história.[2] O episódio sofreu problemas com a censura, que não queria que os personagens falassem "jóias da família" no horário nobre.[3] Os produtores ignoraram os avisos da censura e colocaram a frase "jóias da família" no episódio. Esse ato da censura foi refletido na parte em que o Vovô Simpson está escrevendo uma carta para uma rede de televisão contendo uma lista das palavras que ele nunca quer ouvir novamente, uma das quais é "jóias da família" (traduzido em português como "documentos pessoais").

Dois novos personagens foram incluidos neste episódio,[4] Nelson Muntz que acabou se tornando um personagem recorrente utilizado frequentemente, e Herman, que tornou-se um personagem pouco utilizado.[4] O design de Herman, com exceção de seu braço amputado, foi inspirado no roteirista John Swartzwelder, e sua voz, desempenhada por Harry Shearer foi parcialmente inspirada na de George H. W. Bush.[3] A ideia original é que Herman contasse uma história diferente para a perda de seu braço em todas as suas aparições.[3]

Enredo[editar | editar código-fonte]

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.

Um amigo de Nelson rouba uma caixa de bolinhos de Lisa e quando Bart vai tentar pegar ela de volta acidentalmente machuca Nelson. Após isso, Nelson começa bater em Bart todos os dias depois da aula. Bart desesperado vai tentar pedir ajuda para os pais, que tentam o ajudar mas não conseguem. Então Lisa sugere que Bart peça ajuda ao Vovô que é o mais durão de todos os Simpsons. Bart sem ter outra opção acaba indo visitar o avô para pedir ajuda. Abraham diz que não pode ajudar, mas o apresenta a Herman, o dono de uma loja de artigos militares que diz que o melhor que Bart pode fazer é assinar uma declaração de guerra contra Nelson. Após isso, Bart começa a montar e treinar um exército para tentar derrotá-lo, utilizando táticas de guerra e balões de água. No fim do episódio, quando Bart consegue capturar Nelson e Herman apresenta um armistício para que os dois assinem.

Gtk-paste.svg Aviso: Terminam aqui as revelações sobre o enredo.

Referências culturais[editar | editar código-fonte]

O episódio apresenta várias referências a filmes de guerra. A cena após a vitória do exéricito de Bart contra Nelson em que um dos "soldados" do exército de Bart beija Lisa e se ouve um flash de máquina fotográfica é uma paródia a fotografia V–J day in Times Square tirada por Alfred Eisenstaedt e publicada na Revista Life. A declaração da Guerra franco-prussiana é utilizada por Herman, que substitui o nome Otto von Bismarck por Bart Simpson e Napoleão III por Nelson Muntz. Em uma das linhas do diálogo, em que Bart dá um tapa em um de seus recrutas e diz que ele "é uma desgraça", além da música utilizada no episódio foram retirados do filme Patton. Como a FOX possui os direitos do filme, não houve problemas em utilizar a trilha sonora.[3] A sequência em que os recrutas fazem uma marcham é uma homenagem ao filme de Stanley Kubrick, Full Metal Jacket (Nascido para Matar) de 1987.[4] O filme The Longest Day (O Mais Longo dos Dias/O Dia Mais Longo) de 1962 também serviu de inspiração.[2] No fim do episódio, Bart conclui dizendo que as únicas "guerras boas" são a Revolução Americana, a Segunda Guerra Mundial e a (original) trilogia de Star Wars.[5]

Recepção[editar | editar código-fonte]

Matt Groening comentou que achou estranho como esse episódio foi polêmico na época de seu lançamento, pois hoje em dia são produzidos episódios que fazem esse parecer inofensivo.[3] Em um review do DVD da primeira temporada, o critíco David B. Grelck deu ao episódio classificação 3/5 e acrescentou: "Outro episódio que ajudou a implisionar a popularidade de Bart para a estratosfera…"[6]

Na exibição original nos Estados Unidos, "Bart, o General" ficou em 31º lugar na audiência da semana entre 29 de janeiro e 4 de fevereiro de 1990 e com 14.3 pontos na Nielsen Ratings, sendo o programa de melhor audiência da Fox naquela semana.[7]

Referências

  1. a b c Richmond, Ray; Antonia Coffman. The Simpsons: A Complete Guide to Our Favorite Family. [S.l.]: Harper Collins Publishers, 1997. 21 pp. ISBN 0-00-638898-1
  2. a b c Silverman, David. (2001). DVD da primeira temporada de Os Simpsons - comentários do episódio "Bart the General" [DVD]. 20th Century Fox.
  3. a b c d e Groening, Matt. (2001). DVD da primeira temporada de Os Simpsons - comentários do episódio "Bart the General" [DVD]. 20th Century Fox.
  4. a b c Martyn, Warren; Wood, Adrian (2000). Bart the General BBC. Página visitada em 14-01-2008.
  5. Scott Chernoff (24-07-2007). I Bent My Wookiee! Celebrating the Star Wars/Simpsons Connection Star Wars.com. Página visitada em 23-08-2009.
  6. Grelck, David B (2003). The Simpsons: The Complete First Season WDBG Productions. Página visitada em 22-08-2009.
  7. Associated Press. (8 de fevereiro de 1990). "'ROSEANNE' GRABS EARLY SWEEPS LEAD": E8. Orlando Sentinel.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]