Bocaina (Piauí)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Bocaina
Barragem de Bocaina

Barragem de Bocaina
Bandeira desconhecida
Brasão desconhecido
Bandeira desconhecida Brasão desconhecido
Hino
Aniversário 10 de abril
Fundação 19 de dezembro de 1963
Gentílico bocainense
Prefeito(a) FRANCISCO MACEDO NETO (PP)
(2009–2012)
Localização
Localização de Bocaina
Localização de Bocaina no Piauí
Bocaina está localizado em: Brasil
Bocaina
Localização de Bocaina no Brasil
06° 56' 34" S 41° 19' 22" O06° 56' 34" S 41° 19' 22" O
Unidade federativa  Piauí
Mesorregião Sudeste Piauiense IBGE/2008 [1]
Microrregião Picos IBGE/2008 [1]
Municípios limítrofes São João da Canabrava, Sussuapara, São José do Piauí, Santo Antônio de Lisboa, São Luís do Piauí.
Distância até a capital 348 km
Características geográficas
Área 257,302 km² [2]
População 4 346 hab. IBGE/2010[3]
Densidade 16,89 hab./km²
Altitude 235 m
Clima Tropical semi-árido
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,657 médio PNUD/2000 [4]
PIB R$ 21 875,376 mil IBGE/2008[5]
PIB per capita R$ 5 264,83 IBGE/2008[5]
Página oficial

Bocaina é um município brasileiro do estado do Piauí.

Localização[editar | editar código-fonte]

Noroeste: São José do Piauí Norte: São Luís do Piauí e São João da Canabrava Nordeste: Santo Antônio de Lisboa
Oeste: Sussuapara Reinel compass rose.svg Leste: Santo Antônio de Lisboa
Sudoeste: Sussuapara Sul: Sussuapara e Santo Antônio de Lisboa Sudeste: Santo Antônio de Lisboa

Geografia[editar | editar código-fonte]

Localiza-se a uma latitude 06º56'33" Sul e a uma longitude 41º19'21" Oeste, estando a uma altitude de 235 metros. Sua população estimada em 2009 era de 4.371 habitantes com um numero de eleitores tríplice em relação a população. Bocaina fica a 22 km (quilômetros) de Picos.Tem a montanha mais alta do estado do Piauí com 1345 metros de altitude,conhecida por Morro Grande.

Possui uma área de 275,16 km².

História[editar | editar código-fonte]

A história de Bocaina começa ainda no período colonial por volta de 1712 quando chega da Bahia os Irmãos Borges Leal com bastante gado e alguns escravos, ocupando vastos territórios para iniciar as primeiras atividades pecuárias. Um dos primeiros locais onde esses irmãos se instalam é uma região chamada Boqueirão no ano de 1749. Antônio Borges Leal Marinho foi um dos pioneiros dessa ocupação, casou-se com Maria da Conceição Pereira de Sousa. Durante a ocupação do território, providenciou logo a construção de uma casa com materiais vindos de Oeiras, católico devoto, logo providencia a construção da primeira capela na região que é concluída em 1754. Em suas viagens a Bahia ele traz consigo um missionário jesuíta, essa capela passaria a ser dedicada a Nossa Senhora da Conceição, batizando a Igreja e as imagens de Nossa Senhora da Conceição e Nossa Senhora do Rosário, que era a pedroeira dos escravos.

Com o passar do tempo o povoado de Bocaina foi desmembrada de Oeiras e anexada ao território de Picos, mas no ano de 1963 o território é desmembrado e passaria a se formar município independente através da Resolução Estadual 2.561 de 19 de dezembro de 1963, formando o atual município de Bocaina.

Cultura e Turismo[editar | editar código-fonte]

No período de 29/11 a 08/12 acontece os festejos em comemoração a padroeira Nossa Senhora da Conceição, muitas pessoas em ação de graças caminham 23 km (Picos a Bocaina) para agradecer a Santa por suas graças, nesse período a cidade fica em festa assim recebendo milhares de pessoas. A cidade possui tambem uma barragem muito visitada por turistas, onde no meses de fevereiro acontece o famoso "Carnaval da Barragem de Bocaina". Bocaína ainda tem nas epócas de eleições onde a cidade se divide em amarelão e azulão, para disputar a prefeitura e a câmara de vereadores. Bocaína tem também vários filhos e filhas conhecidos em toda região com professores, Ana Lúcia, Pedro Luz, Neuza, entre outros, nas artes plásticas o famoso Jota Brito (In Memoria), na medicina com os Doutores Roger abdellmassih e Francisco de Macedo Neto e tambem vários profissionais do direito, como o Juiz da cidade de Petrolina-PE, Edilson Moura.

Referências Bibliográficas[editar | editar código-fonte]

  • Bocaina/PI e Nossa Senhora da Conceição: influência colonial portuguesa e defesa do dogma da Mãe de Deus, artigo de Oscar de Barros Sousa

Referências

  1. a b Divisão Territorial do Brasil Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (1 de julho de 2008). Visitado em 11 de outubro de 2008.
  2. IBGE (10 out. 2002). Área territorial oficial Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Visitado em 5 dez. 2010.
  3. Censo Populacional 2010 Censo Populacional 2010 Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (29 de novembro de 2010). Visitado em 11 de dezembro de 2010.
  4. Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil Atlas do Desenvolvimento Humano Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) (2000). Visitado em 11 de outubro de 2008.
  5. a b Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008 Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Visitado em 11 dez. 2010.
Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado do Piauí é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.