Bueno Brandão

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Bueno Brandão
"Bueno"
Bueno Brandão.JPG

Bandeira de Bueno Brandão
Brasão de Bueno Brandão
Bandeira Brasão
Hino
Aniversário 6 de agosto
Fundação 17 de dezembro de 1938
Gentílico bueno-brandense
Prefeito(a) Danilo Amâncio Alberto Costa (PP)
(2013–2016)
Localização
Localização de Bueno Brandão
Localização de Bueno Brandão em Minas Gerais
Bueno Brandão está localizado em: Brasil
Bueno Brandão
Localização de Bueno Brandão no Brasil
22° 26' 27" S 46° 21' 03" O22° 26' 27" S 46° 21' 03" O
Unidade federativa  Minas Gerais
Mesorregião Sul/Sudoeste de Minas IBGE/2008[1]
Microrregião Pouso Alegre IBGE/2008[1]
Municípios limítrofes Ouro Fino, Inconfidentes, Bom Repouso, Senador Amaral, Munhoz, Monte Sião e Socorro (SP)
Distância até a capital 471 km
Características geográficas
Área 355,233 km² [2]
População 10 892 hab. IBGE/2010[3]
Densidade 30,66 hab./km²
Altitude 1204 m
Clima Tropical de Altitude Cwb
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,769 alto PNUD/2000[4]
PIB R$ 70 191,771 mil IBGE/2008[5]
PIB per capita R$ 6 269,92 IBGE/2008[5]
Página oficial

Bueno Brandão é um município brasileiro do estado de Minas Gerais, na microrregião de Pouso Alegre. Sua população estimada em 2004 era de 11.006 habitantes. A área é de 356,0 km² e a densidade demográfica, de 30,92 hab/km². Sua principal atração é o turismo ecológico, principalmente por suas cachoeiras. Entre elas as consideradas mais bonitas são: do Luís, do Félix e do Machado II.

O nome Bueno Brandão - em homenagem a Júlio Bueno Brandão - é o quarto nome da localidade, que também já fora chamada de: Bom Jesus da Pedra Fria, das Antas e Campo Místico. Note-se que Campo Místico ainda é usado informalmente. Em 2007 o prefeito tentou mudar o nome novamente para Campo Místico, mas em um plebiscito realizado na cidade, os habitantes decidiram pela continuação do nome Bueno Brandão, havendo ainda na cidade um bairro chamado Jardim Campo Místico.

Seu território pertencia a Ouro Fino, da qual foi desmembrado a 17 de dezembro de 1938 pelo decreto-lei 148; em 1 de junho de 1850 a lei 471 elevou o curato do Bom Jesus do Ribeirão das Antas a paróquia, com a denominação de Senhor Bom Jesus do Campo Místico [Bueno Brandão. p. 60 in: Barbosa, Waldemar de Almeida, 1995. Dicionário histórico geográfico de Minas Gerais. Belo Horizonte, Itatiaia, 382 p. 2.ed. (Reconquista do Brasil, 2.a Série, 181)].

Os municípios limítrofes são Ouro Fino e Inconfidentes a norte, Bom Repouso e Senador Amaral a leste, Munhoz a sul, Socorro (São Paulo) a oeste e Monte Sião a noroeste.

Geografia[editar | editar código-fonte]

Bueno Brandão está localizado na Serra da Mantiqueira, com altitudes de até 1600m (sede municipal a 1200m). Possui clima tropical de altitude, com média anual de 16,5°C, com máxima no verão de 32°C e mínimas de até -4°C nos invernos mais rigorosos.

A vegetação é em boa parte de mata perenifólia e subcaducifólia (mata atlântica), com pequenos trechos de banhados, de vegetação rupícola (sobre os matacões de granito) e de cerrado; entre as plantas mais típicas da região estão o "mamãozinho-do-mato" Carica quercifolia, Caricaceae, e a "saborosa" Selenicereus setaceus, Cactaceae, ambas produtoras de frutos comestíveis (C. L. Paiva, comunicação pessoal). Ver Carica e Selenicereus.

Rodovias[editar | editar código-fonte]

A principal rodovia que corta o município é a MG-295.

Paróquia[editar | editar código-fonte]

A Paróquia do Senhor Bom Jesus, foi fundada por volta de 1820 com elevação a paróquia em 1850, na época uma Capela, dedicada ao Senhor Bom Jesus da Pedra Fria, imagem trazida por um frei português à cidade. A Paróquia pertence à Arquidiocese de Pouso Alegre, que foi elevada Arquidiocese em 23 de Setembro de 1962 pela Bula de João XXIII "Qui tanquam Petrus".

Na Paróquia a qual é de fiel tradição popular, se passou os Frades Capuchinhos nos anos de fundação, e mais tarde, os Sacerdotes da Diocese. Uma das questões mais importantes foi a Reforma da Igreja Matriz em 1962, que ao invés de Restaurar-se, Reformou-se a Igreja, retirando grande parte de patrimônio público,[desambiguação necessária] como altares, retábulos, órgão, paramentos litúrgicos, púlpitos e outros bens que por hoje seriam impossíveis de se retirar por se declararem patrimônio.

Atualmente, a Paróquia do Senhor Bom Jesus tem 162 anos de fundação, sendo fundada a 21 de Dezembro de 1850. Seu Pároco é o Reverendíssimo Padre João Batista Neto, natural de Caldas e possuí como Vigário Paroquial o Reverendíssimo Padre Benedito Ferreira da Costa, natural de Cambuí.

Constam na Paróquia 4 Setores na Cidade e 30 Capelas Rurais, os quais os sacerdotes prestam serviços pastorais.

São divididos nestes setores:

Urbanos:

  • Paróquia do Senhor Bom Jesus
  • Igreja São Benedito
  • Recanto Santa Luzia
  • Capela da Mãe Rainha

Rurais:

  • Boa Vista dos Barbosas
  • Boa Vista dos Crispins
  • Boa Vista dos Pedros
  • Boa Vista dos Vicentes
  • Bom Jardim de Cima
  • Cachoeira dos Félix
  • Cachoeira dos Luís
  • Cafundó de Baixo
  • Cafundó do Meio
  • Campo Grande
  • Cardosos
  • Ciganos
  • Dois Irmãos
  • Esmeril
  • Estevão Martins
  • Fidêncios
  • Furnas
  • Guabiroba
  • Jardim
  • Malacacheta
  • Nunes
  • Piquiras
  • Ponte Alta
  • Ponte Nova
  • Rodrigues
  • Santa Laura
  • Santana
  • Santa Rita
  • Sertãozinho
  • Vargem Grande

Na cidade há também a festa do Senhor Bom Jesus, comemorada a 6 de agosto, no dia da Transfiguração de Jesus.

Referências

  1. a b Divisão Territorial do Brasil Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (1 de julho de 2008). Página visitada em 11 de outubro de 2008.
  2. IBGE (10 out. 2002). Área territorial oficial Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Página visitada em 5 dez. 2010.
  3. Censo Populacional 2010 Censo. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (Populacional 201029 de novembro de 2010). Página visitada em 11 de dezembro de 2010.
  4. Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) (2000). Página visitada em 11 de outubro de 2008.
  5. a b Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008 Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Página visitada em 11 dez. 2010.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado de Minas Gerais é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.