Catedral de Santa Maria a Real de Almudena

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Catedral de Almudena.

A Catedral de Santa Maria a Real de Almudena é a sede episcopal da diocese de Madrid, em Espanha. Tem 102 metros de comprimento e 73 de altura; a sua arquitectura é uma mistura de vários estilos: neoclássico no exterior, neogótico no interior e neorromânico na cripta.

Foi consagrada pelo papa João Paulo II na sua quarta visita a Espanha, a 15 de Junho de 1993. É a primeira catedral espanhola consagrada por um Papa e a primeira consagrada por João Paulo II fora de Roma. Situa-se no centro da cidade. A fachada principal dá para a plaza de Armería, em frente ao Palácio do Oriente. A porta lateral é acessivél através da calle de Bailén e, a cripta, através da calle Mayor. A diferença desta catedral em relação às demais, é a sua orientação norte-sul, sendo que o habitual é este-oeste; isso foi fruto de sua construção em conjunto com o Palácio Real de Madrid. É feita em pedra de Novelda (Alicante) e granito proviniente de Colmenar Viejo (Madrid).

Dimensões[editar | editar código-fonte]

  • Comprimento total: 102 m
  • Comprimento da nave central: 82 m
  • Comprimento do cruzeiro: 68 m
  • Altura da cúpula até à cruz: 73 m
  • Altura das torres da fachada até ao topo: 60 m
  • Altura da nave principal: 25,8 m
  • Largura da nave principal: 12,5 m
  • Largura das naves laterais: 6 m
  • Largura das capelas: 6 m
  • Superfície total: 4.800 m²

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Commons
O Commons possui imagens e outros ficheiros sobre Catedral de la Almudena