Christian Boltanski

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Christian Boltanski (Paris, 6 de setembro de 1944) é um pintor, artista plástico, escultor e fotógrafo francês.

Christian Boltanski é um artista multifacetado, cujas obras se têm centrado na sua vida pessoal (verdadeira ou ficcionada), mas também nas questões da memória, identidade, ausência, perda ou morte. O seu trabalho lida com o reposicionamento da identidade e da reavaliação do percurso de vida individual perante momentos históricos de grande impacto civilizacional. A memória histórica do Holocausto é o tema de trabalhos como Les Archives (Os arquivos), que apresentou na Documenta de Kassel em 1987, e em instalações como Autel De Lycée Chases (Altar ao Liceu de Chases), 1988, que inclui fotografias de crianças judias vítimas do genocídio, ou Réserve [Reserva], 1990, onde acumulações de roupa usada evocam as imagens dos campos de concentração [1] .

Christian Boltanski foi o artista que representou a França na Bienal de Veneza de 2011.

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.