Crime contra a humanidade

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita uma ou mais fontes fiáveis e independentes, mas ela(s) não cobre(m) todo o texto (desde janeiro de 2013).
Por favor, melhore este artigo providenciando mais fontes fiáveis e independentes e inserindo-as em notas de rodapé ou no corpo do texto, conforme o livro de estilo.
Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.

Crime contra a humanidade é um termo de direito internacional que descreve atos de perseguição, agressão ou assassinato contra um grupo de indivíduos, ou expurgos, assim como o genocídio, passíveis de julgamento por tribunais internacionais por caracterizarem a maior ofensa possível.

Piores crimes contra a humanidade[editar | editar código-fonte]

Em outubro de 2007, a revista Mundo Estranho publicou uma lista dos dez piores crimes contra a humanidade, na qual constam:[1]

Vítimas: 6 milhões de judeus
Autor: Alemanha Nazista
Vítimas: 5 á 6 milhões de ucranianos
Autor: União Soviética
Vítimas: 1,7 milhão de pessoas
Autor: Khmer Vermelho
Vítimas: 1,5 milhão de armênios mortos, 500 mil deportados
Autor: Império Turco-Otomano
  • Massacre em Ruanda abril de 1994
Vítimas: 700 mil tútsis mortos e 200 mil refugiados e centenas de hútus mortos
Autor: Milícias hútus
  • Porajmos, a caçada aos ciganos 19391945
Vítimas: 500 mil romanis (ciganos)
Autor: Alemanha Nazista
Vítimas: 400 mil circassianos mortos, 1,2 milhão de exilados
Autor: Império Russo
Vítimas: 200 mil bósnios mortos, 2 milhões de refugiados
Autor: Milícias e exército sérvio
Vítimas: 150 mil timorenses
Autor: Indonésia
Vítimas: 65 mil hererós e 10 mil namaquas
Autor: Alemanha

Literatura[editar | editar código-fonte]

  • Raoul Muhm: Germania: La rinascita del diritto naturale e i crimini contro l´umanità. Deutschland: Die Renaissance des Naturrechts und die Verbrechen gegen die Menschlichkeit. Germany: The renaissance of natural law and crimes against humanity. Vecchiarelli Editore Manziana (Roma) 1995 ISBN 88-8247-153-5
  • Raoul Muhm: La natura giuridica dei crimini contro l'umanità e le attuali critiche in Germania, in: Rivista di Diritto e Procedura Penale, Band 1/1990.Milano,Roma http://www.larchivio.org/xoom/muhm-crimini.htm

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Dez piores crimes contra a humanidade. Mundo Estranho. Página visitada em 27 de maio de 2011.