Débora (juíza)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde janeiro de 2012).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Interpretação de Gustave Doré da profetisa Débora

Débora foi uma juíza descrita no livro de Juízes do Antigo Testamento da Bíblia e que teria liderado os israelitas contra o domínio de Canaã, por volta do século XII a.C..

É a única mulher das Escrituras que alcançou um cargo político pelo seu próprio povo. Sua origem parece ser simples, pois o texto bíblico a menciona como esposa de Lapidote e que prestava atendimento como profetisa debaixo das palmeiras.

Numa nação sedenta de espiritualidade, caracterizada pela rejeição de Deus e por uma determinação entre o povo de cada um agir a seu próprio modo, Débora foi, antes de tudo, uma conselheira,ao demonstrar sua liderança à sombra de uma palmeira próxima à sua casa, discutindo e sugerindo soluções para pessoas com problemas.

Debora está em Juízes, capítulo 4.

Precedido por
Sangar
Juiz de Israel Sucedido por
Gideão
Ícone de esboço Este artigo sobre a Bíblia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.