Daijō Daijin

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Governo do
Japão Feudal
Este artigo é parte da série:
História do Japão
Sesshō

Daijō-kan
Conselho de Estado

  • Daijō Daijin
    (Chanceller ou
    Ministro Chefe)
  • Sadaijin
    (Ministro da Esquerda)
  • Udaijin
    (Ministro da Direita)
  • Naidaijin
    (Ministro do Centro ou Ministro do Interior)
  • Dainagon
    (Conselheiro 1º Escalão)
  • Chūnagon
    (Conselheiro 2º Escalão)
  • Shōnagon
    (Conselheiro 3º Escalão)

Cargos Menores

  • Sangi
    (Conselheiro 4º Escalão)

O Daijō Daijin (太政大臣? , Chanceler ou Primeiro Ministro do Reino)[1] foi o Chefe do Daijō-kan, o Departamento de Estado no Japão durante o Período Heian e brevemente sob a Constituição Meiji.

O posto, junto com o resto da estrutura do Daijō-kan, foi criada inicialmente pelo Imperador Tenji para favorecer seu filho Príncipe Ōtomo [2] e foi consolidada pelo Código Taihō em 702 [3] .

O Chanceler presidia o Grande Conselho de Estado, e controlava os oficiais do Estado, em particular o Sadaijin (ministro da esquerda) e o Udaijin (ministro da direita), assim como os Dainagon , os Chūnagon e os Shōnagon. Estes ministérios controlavam outros setores do governo.

O Clã Fujiwara, que tinha o poder da regência (Sesshō), obteve grande influência e o título de Daijō Daijin foi minimizado. No Século X, os Chanceleres não tinham mais voz a menos que eles estivessem representando os regentes ou estivessem apoiados pelos Fujiwara. A pesar do posto continuar existindo até 1885, no começo do Século XII, o cargo não tinha poderes, e às vezes ficava vago por longos períodos [4] , e que em ocasiões era ou o Sadaijin ou o Udaijin que assumia o posto. O Daijō Daijin foi brevemente reinstaurado sob a Constituição Meiji com a nomeação de Sanjō Sanetomi em 1871 antes de ser abolido completamente em 1885.

Lista dos Daijō Daijin[editar | editar código-fonte]

  1. Príncipe Ōtomo no Miko futuro (Imperador Kobun) -- (671) [5]
  2. Príncipe Takechi no Miko (654 - 696) [6]
  3. Osakabe no Miko (703 - 705)
  4. Príncipe Hozumi (705 - 715)
  5. Príncipe Toneri (720 - 735)
  6. Suzuka no Ōkimi (737 - 745)
  7. Fujiwara no Nakamaro (760 - 764)
  8. Dōkyō (765 - 766)
  9. Fujiwara no Yoshifusa (857 - 872)
  10. Fujiwara no Mototsune (880 - 891)
  11. Fujiwara no Tadahira (936 - 949)
  12. Fujiwara no Saneyori (967 - 970)
  13. Fujiwara no Koretada (971 - 972)
  14. Fujiwara no Kanemichi (974 - 977)
  15. Fujiwara no Yoritada (978 - 989)
  16. Fujiwara no Kaneie (989 - 990)
  17. Fujiwara no Tanemitsu (991 - 992)
  18. Fujiwara no Michinaga (1017 - 1018)
  19. Fujiwara no Kinsue (1021 - 1029)
  20. Fujiwara no Yorimichi (1061 - 1064)
  21. Fujiwara no Norimichi (1064 - 1071) [7]
  22. Fujiwara no Nobunaga (1080 - 1088)
  23. Fujiwara no Morozane (1088 - 1094)
  24. Fujiwara no Moromichi (1094 -1099)[8]
  25. Fujiwara no Tadazane (1105 - 1121) [9] [10]
  26. Minamoto no Masazane (1122 - 1124)
  27. Fujiwara no Tadamichi (1128 - 1129, 1149 - 1150)
  28. Sanjō Saneyuki (1150 - 1157)
  29. Fujiwara no Munesuke (1157 - 1160)
  30. Fujiwara no Koremichi (1160 - 1165)
  31. Taira no Kiyomori (1167)
  32. Fujiwara no Tadamichi (1168 - 1170)
  33. Fujiwara no Motofusa (1170 - 1171)
  34. Fujiwara no Moronaga (1177 - 1179)
  35. Fujiwara no Kanezane (1189 - 1190)
  36. Fujiwara no Kanefusa (1191 - 1196)
  37. Fujiwara no Yorizane (1199 - 1204, 1208 - 1209)
  38. Kujō Yoshitsune (1204 - 1205)
  39. Sanjō Kinfusa (1218 - 1221)
  40. Konoe Iezane (1221 - 1222)
  41. Saionji Kintsune (1222 - 1223)
  42. Saionji Saneuji (1246)
  43. Koga Michiteru (1246 - 1248)
  44. Takatsukasa Kanehira (1252 - 1253, 1276 - 1277)
  45. Saionji Sanekane (1291 - 1292)
  46. Tōin Kinkata (1348 - 1350)
  47. Nijō Yoshimoto (1381 - 1387)
  48. Ashikaga Yoshimitsu (1394 - 1395)
  49. Ichijō Kaneyoshi (1446 - 1450)
  50. Ichijō Fuyuyoshi (1493 - 1497)
  51. Konoe Taneie (1537 - 1542)
  52. Konoe Sakihisa (1582)
  53. Toyotomi Hideyoshi (1586 - 1598)
  54. Tokugawa Ieyasu (1616)
  55. Tokugawa Hidetada (1626 - 1632)
  56. Konoe Motohiro (1709)
  57. Konoe Iehiro (1710 - 1711)
  58. Konoe Iehisa (1733)
  59. Ichijō Kaneyoshi (1746 - 1751)
  60. Konoe Uchisaki (1768 - 1770, 1771 - 1778)
  61. Kujō Naozane (1780 - 1781)
  62. Tokugawa Ienari (1827 - 1841)
  63. Takatsukasa Misamachi (1842 - 1848)
  64. Sanjō Sanetomi (1871 - 1885)

Referências

  1. Kō Masuda. Kenkyusha's New Japanese-English Dictionary (em inglês). Tokyo: Kenkyusha Limited, 1974. ISBN 4767420156.
  2. John Whitney Hall. The Cambridge History of Japan (em inglês). Cambridge: Cambridge University Press, 1993. p. 232. ISBN 9780521657280.
  3. Richard Arthur Brabazon Ponsonby-Fane. The Imperial House of Japan (em inglês). Kyoto: Ponsonby Memorial Society, 1959. p. 53. OCLC 194887.
  4. Walter G. Dickson. Japan: The Eight Boards of Government (em inglês). Michigan: Peter Fenelon Collier, 1898. p. 60.
  5. Jien, The Future and the Past: A Translation and Study of the Gukanshō, an Interpretative History of Japan Written in 1219 (em inglês), University of California Press, 1979 pp. 268 ISBN 9780520034600.
  6. Jien, The Future and the Past: A Translation and Study of the Gukanshō, an Interpretative History of Japan Written in 1219 (em inglês), University of California Press, 1979 pp. 270 ISBN 9780520034600.
  7. Jien, Delmer Myers Brown The Future and the Past: A Translation and Study of the Gukanshō. (em inglês) University of California Press, 1979 p. 312 ISBN 9780520034600
  8. Jien, Delmer Myers Brown The Future and the Past p. 318
  9. Jien, Delmer Myers Brown The Future and the Past p 47
  10. Jien, Delmer Myers Brown The Future and the Past p 321
Ícone de esboço Este artigo sobre História do Japão é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.