Diafragma (contracetivo)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Diafragma (método))
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde abril de 2011).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Ambox rewrite.svg
Esta página precisa ser reciclada de acordo com o livro de estilo (desde abril de 2011).
Sinta-se livre para editá-la para que esta possa atingir um nível de qualidade superior.
Searchtool.svg
Esta página ou secção foi marcada para revisão, devido a inconsistências e/ou dados de confiabilidade duvidosa. Se tem algum conhecimento sobre o tema, por favor verifique e melhore a consistência e o rigor deste artigo. Pode encontrar ajuda no WikiProjeto Saúde.

Se existir um WikiProjeto mais adequado, por favor corrija esta predefinição. Este artigo está para revisão desde Abril de 2011.

Nota: Para outros significados de diafragma, veja Diafragma

Diafragma (contracetivo)
Informação
Tipo Barreira
Primeiro uso 1880s
Taxas de gravidez (ano, com espermicida)
Uso perfeito 6 %
Uso típico 10-39 %
Utilização
Reversibilidade Imediata
Notas Inserir antes do ato sexual junto com espermicida.
Deixar no local por 6-8 horas após
Intervalo clínico Para ajuste do tamanho e prescrição em alguns países
Vantagens e desvantagens
Proteção contra DST Não protege
Aumento de peso Não
Vantagens na menstruação Retém o fluxo menstrual
Benefícios Pode ser reutilizado por 1 a 3 anos
Riscos Infecção no trato urinário.

O diafragma é um dispositivo de contracepção. Trata-se de um pequeno anel flexível recoberto por uma película de borracha ou silicone que é colocado pela mulher dentro da vagina até cinco horas antes da relação sexual.

Função do Diafragma[editar | editar código-fonte]

O papel do diafragma é obstruir completamente o colo do útero, impedindo que os espermatozoides atinjam o órgão e consequentemente fertilizem o óvulo. Ao contrário do preservativo, que só pode ser utilizado uma vez, o diafragma pode ser reutilizado diversas vezes. Após ocorrer a relação e o homem ejacular, a mulher deve esperar de 6 a 24 horas para retirar o diafragma, que deve ser lavado com sabão neutro, secado e guardado em recipiente próprio. Se forem seguidas as recomendações de uso regularmente, um diafragma pode durar no máximo três anos. Inicialmente o tamanho do diafragma deve ser medido por uma régua. Para ser eficiente ele tem de ser usado junto com um creme espermicida.

Precauções[editar | editar código-fonte]

Antes de escolher o diafragma, é preciso que a mulher consulte o ginecologista para que ele determine o tamanho adequado. Não pode ser usado por mulheres virgens ou que tenham problema no colo do útero. Também não deve ser usado por mulheres sensíveis ao látex. O ideal é que ele seja usado com um espermicida, creme a ser aplicado de 15 a 20 minutos antes da relação.

Desvantagens[editar | editar código-fonte]

  • A eficácia do diafragma não é muito alta, podendo ter um índice de falha de mais de 10%;
  • Riscos de:
    • odor fétido;
    • corrimento vaginal;
    • aumento do risco para infecção do trato urinário.
    • não prevenção de doenças TVT/AIDS.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Medicina é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.