Método de amenorreia lactacional

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Método de amenorreia lactacional
Informação
Tipo Natural
Taxas de gravidez (seis meses)
Uso perfeito 0,5 %
Uso típico 2 %
Utilização
Reversibilidade 14 meses
Intervalo clínico Nenhuma
Vantagens e desvantagens
Proteção contra DST Não
Aumento de peso Perda de peso

O Método de Amenorréia Lactacional é um método contraceptivo que é baseado na infertilidade natural que ocorre após o parto, quando uma mulher está amenorréica (não menstrua) e amamentando. Se não for combinado com outros medicamentos ou dispositivos, este método pode ser considerado um controle de natalidade natural ou um planejamento familiar natural.

Infertilidade durante a amamentação[editar | editar código-fonte]

Para as mulheres que preencham os critérios (listados abaixo) o Método de Amenorréia Lactacional tem 98% de eficácia durante os primeiros seis meses do pós-parto.[1]

  • Amamentação deve ser a unica fonte de alimentação para o recém-nascido. Compostos nutritivos e todos os alimentos sólidos reduzem a eficácia da método.
  • A criança dever amamentada pelo menos de quatro em quatro horas durante o dia e, pelo menos, a cada seis horas durante a noite.
  • A criança deve ter idade inferior a seis meses.
  • A mulher não deve ter tido um período posterior a 56 dias pós-parto.

Ecologia da amamentação é uma forma mais rigorosa do método de Amenorréia Lactacional. Estudos têm demonstrado que tem uma taxa de insucesso 1% nos seis primeiros meses pós-parto, e uma taxa 6% de fracasso perante a mulher do primeiro menstrual pós-parto.[2] [3]

  • O aleitamento materno deve ser a única fonte de nutrição do bebê - nenhuma fórmula, não bombeamento e não sólidos.
  • A criança deve ser acalmada no peito, não com chupetas ou mamadeiras.
  • O bebê deve ser amamentado diversas vezes. As normas são um mínimo; quanto maior a freqüência melhor. A programação da alimentação deve ser evitada.
  • As mães devem dormir com os seus bebés - na mesma sala, se não na mesma cama.
  • As mães não devem ser separadas dos seus filhos por mais de três horas por dia.
  • As mães devem cochilar diariamente com seus bebés.
  • A mulher não deve ter tido um período posterior a 56 dias pós-parto.

Retorno da fertilidade[editar | editar código-fonte]

Retorno da menstruação apos o parto varia muito entre os indivíduos. Embora a primeira ciclo pós-parto é por vezes anovulação (tal reduz a probabilidade de engravidar novamente antes de ter um período pós-parto), ciclos subsequentes são quase sempre ovulatória e, portanto, deve ser considerada fértil.

Referências

  1. Comparison of Effectiveness. Planned Parenthood (abril 2005). Página visitada em 2006-08-12., which cites:
    :Hatcher, RA; Trussel J, Stewart F, et al. Contraceptive Technology. 18th Edition ed. New York: Ardent Media, 2000. ISBN 0-9664902-6-6
  2. Sheila K. and John F. Kippley. (November-December 1972). "The relation between breastfeeding and amenorrhea". Journal of obstetric, gynecologic, and neonatal nursing 1 (4): 15-21. PMID 4485271.
  3. Sheila Kippley. (November-December 1986 and January-February 1987). "Breastfeeding survey results similar to 1971 study". The CCL News 13 (3): 10. and 13(4): 5.
Ícone de esboço Este artigo sobre Medicina é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.