Drawn Together

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Este artigo não cita fontes fiáveis e independentes. (desde junho de 2013). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Drawn Together
Drawn Together
Casa Animada (BR)
Informação geral
Formato Série de desenho animado
Gênero Humor negro, Sátira
Duração aprox. 22 minutos
Criador(es) Dave Jeser
Matt Silverstein
País de origem  Estados Unidos
Idioma original inglês
Produção
Diretor(es) M. C. Goldstein
Tupac Schwartz
Tony McBrown
Jordan Young
Elenco Adam Carolla
Jess Harnell
Abbey DiGregorio
Jack Plotnick
Tara Strong
Cree Summer
James Arnold Taylor
Tema de abertura "Drawn Together" por Samuel William Martin
Exibição
Emissora de
televisão original
Estados Unidos Comedy Central
Brasil Multishow
Brasil Comedy Central Brasil
Transmissão original 27 de outubro de 2004 - 14 de novembro de 2007
N.º de temporadas 3
N.º de episódios 36 (lista de episódios)

Casa Animada (ou no original em inglês Drawn Together) é um desenho animado no tradicional molde sitcom.

Conceito[editar | editar código-fonte]

Trata-se de uma espécie de reality show fictício onde oito personagens animados estão confinados numa casa com um milhão de câmeras e nenhuma privacidade. Até o presente momento, existem versões dubladas em francês europeu, alemão, italiano, espanhol mexicano, húngaro, e russo. No Brasil, a série é legendada.

O sitcom não é recomendado para menores de 18 anos por sua temática que gira em torno de palavras de baixo calão, sexo, obscenidades, escatologia e situações bastante embaraçosas e constrangedoras, além de paródias em estilo adulto de várias referências culturais. É uma produção da Comedy Central.

Exibição[editar | editar código-fonte]

O desenho é exibido em todo o continente americano (com exceção do Caribe), Portugal, Espanha, França, Itália, Grã-Bretanha, Alemanha, Áustria, Polônia, Eslovênia, Suécia, Finlândia, Rússia, Turquia, Israel, Austrália, Nova Zelândia, Filipinas e Japão.

Foi exibido no Brasil pelo canal de TV a cabo Multishow em sextas e sábados e atualmente é exibido pelo canal pago Comedy Central Brasil com o título de "A Casa Animada".

Personagens[editar | editar código-fonte]

Os oito personagens de Casa Animada são paródias descaradas de várias outras produções de animação antigas e modernas:

Captain Hero[editar | editar código-fonte]

Spanky Ham[editar | editar código-fonte]

  • Onanias (Spanky Ham): um porco humanóide, vestindo camisa e calças. Onanias é uma representação de personagens de desenhos de internet feitos em Flash. Onanias é sacana, debochado e adepto de pornografia, mas seu traço mais nítido é sua péssima higiene: porcalhão asqueroso, viciado em estrume, arrotos, flatulências, sons produzidos por funções corporais e assim por diante.

Xandir P. Wifflebottom[editar | editar código-fonte]

  • Xande (Xandir P. Wifflebottom): uma versão gay do famoso herói Link da série de jogos A Lenda de Zelda da Nintendo. Sendo um tipo de herói de Video-game trazido ao mundo real, ele ganha super-poderes, tem muitas vidas, é manipulável via macetes e outros desse tipo. Vive repetindo para si próprio que "está numa busca incessante para salvar sua namorada", mas nunca se decide sobre isso. Xande simboliza o "participante gay".

Foxxy Love[editar | editar código-fonte]

  • Chica Ximbica (Foxxy Love): ela é negra, uma sátira da pandeirista Valerie Brown do antigo desenho Josie e as Gatinhas. Chica tem uma forte personalidade e uma língua afiada, do tipo que fala tudo o que lhe vem à cabeça sem se importar com o que vão pensar sobre ela. Atua como uma espécie de conselheira e mediadora da casa, e ainda tem tempo para bancar a detetive solucionando mistérios, a um perfeito padrão do Scooby Doo. Tem cabeça aberta com relação a sexo e complementando ela veste uma roupa insinuante com aspecto de raposa - composta somente de boné, sutiã, short bem minúsculo com cauda de raposa, botas de salto alto e boné com orelhinhas de raposa. Chica é aversa a qualquer forma de discriminação, seja racial, sexual ou continental.

Princess Clara[editar | editar código-fonte]

  • Princesa Clara (Princess Clara): embora meiga, carinhosa e de voz suave, ela é mimada, fanática religiosa e sobretudo racista, mas essa é uma falha que ela ameniza ao longo da série com ajuda de sua melhor amiga Chica Ximbica. Apesar das "restrições" religiosas impostas pelo catolicismo, que ela segue com fervoroso fanatismo, ela demonstra uma certa tendência ao lesbianismo pois costuma trocar beijos com outras mulheres. Dentre as diversas imposições de seu fanatismo religioso, Clara tem aversão a negros, judeus, asiáticos e homossexuais e principalmente arremete o sexo ao pecado, como diz na Bíblia. Clara é uma paródia das princesas clássicas dos desenhos produzidos pela Disney.

Toot Braunstein[editar | editar código-fonte]

  • Toot Braunstein: uma versão da vedete sexual dos anos 20, Betty Boop - e pela época de sua "criação" ela só pode ser desenhada em preto-e-branco. Malévola (adora incitar brigas e desuniões na casa e debochar de todos), sadomasoquista (costuma se cortar com lâminas de barba e açoitar-se com chicotes e armas medievais quando está depressiva) e comilona aos extremos (ganha peso comendo toneladas de comida e até coisas indigeríveis como televisores, geladeiras inteiras, imigrantes ilegais, peixes podres e outros mais).

Wooldoor Sockbat[editar | editar código-fonte]

  • Imeia Delano (Wooldoor Sockbat): uma paródia de desenhos animados voltados para crianças como Bob Esponja, Ren & Stimpy e personagens do Looney Tunes, Imeia se comporta da maneira tipicamente bizarra dos desenhos que compõem seu tipo.

Ling Ling[editar | editar código-fonte]

  • Ling Ling: este animal asiático é uma sátira ao Pikachu e outros personagens gerais de animes ao estilo Pokémon. Ele fala num tipo de língua oriental totalmente incompreensível com direito a legendas em inglês. Ele tem uma cauda em forma de ! (parodiando a cauda em forma de raio do próprio Pikachu) que assume várias outras formas traduzindo o seu estado emocional. Ele também é por vezes violento e assassino e costuma atacar suas vítimas com descargas elétricas, raios de energia e qualquer outra coisa provinda do universo japonês - em adição a isso ele odeia ser tratado por "animal de estimação da casa", o que sempre acontece com ele.

Episódios[editar | editar código-fonte]

Temporada 1: 2004-2005[editar | editar código-fonte]

    1. "Hot Tub"
    2. "Clara's Dirty Little Secret"
    3. "Gay Bash"
    4. "Requiem for a Reality Show"
    5. "The Other Cousin"
    6. "Dirty Pranking No. 2"
    7. "The One Wherein There Is a Big Twist"

Temporada 2: 2005-2006[editar | editar código-fonte]

  • 8"The One Wherein There Is a Big Twist, Part II"
  • 9"Foxxy vs. the Board of Education"
  • 10"Little Orphan Hero"
  • 11"Captain Hero's Marriage Pact"
  • 12"Clum Babies"
  • 13"Ghostesses in the Slot Machine"
  • 14"Super Nanny"
  • 15"Terms of Endearment"
  • 16"Captain Girl"
  • 17"A Tale of Two Cows"
  • 18"Xandir and Tim, Sitting in a Tree"
  • 19"The Lemon-AIDS Walk"
  • 20"A Very Special Drawn Together Afterschool Special"
  • 21"Alzheimer's That Ends Well"
  • 22"The Drawn Together Clip Show"

Temporada 3: 2006-2007[editar | editar código-fonte]

  • 23"Freaks & Greeks"
  • 24"Wooldoor Sockbat's Giggle-Wiggle Funny Tickle Non-Traditional Progressive Multicultural Roundtable!"
  • 25"Spelling Applebee's"
  • 26"Unrestrainable Trainable"
  • 27"N.R.A.y RAY"
  • 28"Mexican't Buy Me Love"
  • 29"Lost in Parking Space, Part One"
  • 30"Lost in Parking Space, Part Two"
  • 31"Charlotte's Web of Lies"
  • 32"Breakfast Food Killer"
  • 33"Drawn Together Babies"
  • 34"Nipple Ring-Ring Goes to Foster Care"
  • 35"Foxxy and the Gang Bang"
  • 36"American Idol Parody Clip Show"

Ligações externas[editar | editar código-fonte]